Professores universitários postam no Facebook crítica contra pobre em avião

A professora universitária Rosa Maria Meyer postou uma foto de um homem de bermuda e regata no seu perfil no Facebook na noite desta quarta (5) com o comentário: “aeroporto ou rodoviária?”. O conteúdo dos comentários que seguem a publicação da docente da PUC-Rio também critica a presença de passageiros pobres nos voos.

“O ‘glamour’ foi para o espaço”, escreveu o reitor da Unirio (Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro), Luiz Pedro Jutuca. Ao que a docente respondeu: “Puxa, mas para glamour falta muuuitooo!!! Está mais para estiva”.

Outra colega docente emendou: “E sabe o que é pior? quando esse tipo de passageiro senta exatamente a seu lado e fica roçando o braço peludo no seu, porque – claro – não respeita (ou não cabe) nos limites do seu assento”. A frase é a reprodução exata do que a professora Daniela T. Vargas, também da PUC-Rio, publicou.

Dilma Bolada e internautas bravos
Reproduzida pelo personagem fictício Dilma Bolada, a publicação foi compartilhada por mais de 6.000 outros perfis até as 22h desta quinta (6). Irônica, Dilma Bolada escreveu: “Estou boladíssima: vejam só o que essa asquerosa postou no Facebook… Esse é o problema de certos animais que não se conformam que hoje não é só rico que anda de avião no Brasil. Não suportam ter que dividir o mesmo espaço com pessoas que não pertencem a sua mesma ‘classe social’…”

Os comentários dos internautas que seguem o personagem de humor são enfurecidos — praticamente todos contra o preconceito social expressado na postagem. Alguns levantam a ideia de que a professora deveria ser processada.

Por volta das 20h desta quinta (6), Rosa Maria fez um pedido público de desculpas: “Sabedora do desconforto que posso ter criado com um post meu publicado ontem à noite, peço desculpas à pessoa retratada e a todos os que porventura tenham se sentido atingidos ou ofendidos pelo meu comentário. Absolutamente não foi essa a minha intenção”.

Rosa Maria também fechou o acesso a suas postagens e trocou a foto do seu perfil pela foto de dois gatos.

Fonte: UOL

+ sobre o tema

LIBERTAÇÃO GORDA: MEU CORPO NÃO É O PROBLEMA

A Ana traduziu este post da ativista americana Virgie Tovar, que...

R$ 15 mil: Carrefour é condenado a pagar indenização a funcionária chamada de ‘sapatona’

Empregada solteira era discriminada pelas colegas e teve depressão. TST...

Após sofrer preconceito na faculdade, merendeira do DF faz mestrado na UnB

Ela começou a cozinhar com oito anos de idade,...

Ludmilla já sofreu preconceito por roupa curta e rebate: ‘Visto o que eu quiser’

A ‘carinha das noitadas’ na cena funkeira dispensa salto...

para lembrar

Baile de favela? Só se for bem longe dela!

A favela é quase um mito urbano. Não porque...

Diretor de escola ameaça suspender estudante por usar penteado afro

Uma estudante negra foi ameaçada de suspensão por um...
spot_imgspot_img

Quanto custa a dignidade humana de vítimas em casos de racismo?

Quanto custa a dignidade de uma pessoa? E se essa pessoa for uma mulher jovem? E se for uma mulher idosa com 85 anos...

Unicamp abre grupo de trabalho para criar serviço de acolher e tratar sobre denúncias de racismo

A Unicamp abriu um grupo de trabalho que será responsável por criar um serviço para acolher e fazer tratativas institucionais sobre denúncias de racismo. A equipe...

Peraí, meu rei! Antirracismo também tem limite.

Vídeos de um comediante branco que fortalecem o desvalor humano e o achincalhamento da dignidade de pessoas historicamente discriminadas, violentadas e mortas, foram suspensos...
-+=