Projeto SETA participa da primeira sessão do Fórum Permanente de Afrodescendentes das Nações Unidas

FONTEPor Raíza Barros, enviado ao Portal Geledés
Foto: Dandara Oliveira

O Projeto Seta, via ActionAid Brasil, representado por Dandara Oliveira, especialista de juventudes e projetos, participou da primeira sessão do Fórum Permanente de Afrodescendentes das Nações Unidas, que aconteceu entre os dias 05 e 08 de dezembro, na sede da ONU, em Genebra, na Suíça. A Diretora de Programas da ActionAid no Brasil, Ana Paula Brandão, também acompanhou a programação das atividades. O Fórum, instituído em 2021, teve a presença de vários representantes da sociedade civil e governo de diversos países, e visa melhorar a vida dos afrodescendentes que, há séculos, sofrem com racismo, discriminação e com o legado da escravidão no mundo.

Dandara Oliveira, uma das responsáveis pelos diálogos internacionais, participou da mesa “Sobre justiça reparatória e climática” e comenta: “Foi muito significativo estar presente no Fórum. Na minha fala reforcei a participação do Brasil naquele espaço, até então bastante tímida, como a maior diáspora do mundo. E, também, apresentei dados sobre os desafios, principalmente, em relação à educação, que a população negra/afrodescendente enfrenta no Brasil. Além disso, é fundamental entender como a América Latina está se colocando nesses encontros, o que temos em comum e como nos aproximarmos dos nossos vizinhos.

Sobre o projeto SETA

O projeto SETA – Sistema de Educação por uma Transformação Antirracista é uma aliança inovadora com sete organizações da sociedade civil nacional e internacional que tem como foco a construção de um sistema de educação pública brasileiro construído sobre os princípios da justiça racial e social onde cada pessoa pode ter acesso ao seu direito a uma educação de qualidade. Integram essa potente iniciativa: ActionAid, Ação Educativa, Campanha Nacional pelo Direito à Educação, CONAQ, Geledés – Instituto da Mulher Negra, UNEafro Brasil e Makira-Êta.

-+=
Sair da versão mobile