Anielle Franco será anunciada como ministra da Igualdade Racial do governo Lula

Educadora, jornalista e escritora, Anielle dirige o Instituto Marielle Franco

A ativista Anielle Franco, irmã de Marielle, será a ministra da Igualdade Racial do governo Lula (PT). A informação, divulgada a princípio pelo Estadão, foi confirmada à Fórum pela assessoria de imprensa do Instituto Marielle Franco, que é dirigido por Anielle.

Educadora, jornalista e escritora, Anielle deve ser anunciada como ministra pelo próprio presidente eleito Lula na manhã desta quinta-feira (21), quando os nomes para outros ministérios serão divulgados. Logo após o pronunciamento do mandatário, Anielle também falará sobre o novo desafio. 

Anielle fez parte do grupo de trabalho sobre Mulheres no gabinete de transição. O arranjo para que ela seja ministra da Igualdade Racial envolve ainda o nome do educador e ativista Douglas Belchior para assumir a presidência da Fundação PalmaresFórum tentou contato com Belchior para confirmar a informação e aguarda retorno. 

+ sobre o tema

O Estado emerge

Mais uma vez, em quatro anos, a relevância do...

Extremo climático no Brasil joga luz sobre anomalias no planeta, diz ONU

As inundações no Rio Grande do Sul são um...

IR 2024: a um mês do prazo final, mais da metade ainda não entregou a declaração

O prazo para entrega da declaração do Imposto de Renda...

Mulheres em cargos de liderança ganham 78% do salário dos homens na mesma função

As mulheres ainda são minoria nos cargos de liderança...

para lembrar

Negro como eu

por Edson Lopes Cardoso Na última sexta-feira (04/09/2009), o...

Na política, mesmo os crentes precisam ser ateus

O momento do Brasil, culminando com as manifestações de...

Depois da ruína neoliberal, o ‘moralismo liberal’

Ex-ministro de FHC, Luiz Carlos Bresser Pereira publica...

‘O 25 de abril começou em África’

No cinquentenário da Revolução dos Cravos, é importante destacar as raízes africanas do movimento que culminou na queda da ditadura em Portugal. O 25 de abril...

IBGE: número de domicílios com pessoas em insegurança alimentar grave em SP cresce 37% em 5 anos e passa de 500 mil famílias

O número de domicílios com pessoas em insegurança alimentar grave no estado de São Paulo aumentou 37% em cinco anos, segundo dados do Instituto...

Fome extrema aumenta, e mundo fracassa em erradicar crise até 2030

Com 281,6 milhões de pessoas sobrevivendo em uma situação de desnutrição aguda, a ONU alerta que o mundo dificilmente atingirá a meta estabelecida no...
-+=