Guest Post »

Promotoras Legais Populares do Geledés recebem netos de Nelson Mandela em atividade de prevenção a AIDS

  

Por: Nilza Iraci

Fotos: Renato Oliveira

As Promotoras Legais Populares do Geledés – Instituto da Mulher Negra realizaram no dia 12 de junho, dia da abertura da Copa do Mundo, atividade de prevenção de AIDS, no Vale do Anhangabau, como parte da campanha Proteja o Gol, que contou com a participação de Kweku e Ndaba Mandela, netos do líder sul-africano, Nelson Mandela, porta-vozes da campanha.

madelinhas2

mandelinha3 Foto: Renato Oliveira

A atividade faz parte Projeto: Promotoras Legais Populares na Prevenção das DST/HIV/AIDS e Hepatites Virais , desenvolvido em parceria com a rede pública de saúde, com o objetivo de promover a reflexão sobre o preconceito étnico/racial, de gênero no atendimento à saúde e a sensibilização e intervenção da comunidade dos bairros de Cidade Tiradentes e São Mateus para o acesso qualificado à rede de serviços de prevenção, promoção e assistência às DST/HIV-AIDS, e contou com o apoio do Programa Municipal de DSTAIDS da Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo.

Os netos de Nelson Mandela se mostraram emocionados com esse encontro, e reiteraram a importância de estreitar nossos laços no enfrentamento ao racismo e às desigualdades nos nossos países.

A Campanha Proteja o Gol une continentes na luta contra a AIDS

capanha ainds mandelinahsA campanha Proteja o Gol é liderada pelo UNAIDS e visa e visa mobilizar os jovens e os fãs de futebol na resposta à AIDS e promove a visão de zero nova infecção por HIV, zero discriminação e zero morte relacionada à AIDS. e une continentes na luta contra a AIDS. Para simbolizar a união de dois continentes, uma bola da campanha partiu da África do Sul—país que sediou a Copa do Mundo da FIFA de 2010—rumo a todos os países africanos classificados para a Copa do Brasil. A turnê iniciou-se em março, quando o Presidente Jacob Zuma, da África do Sul, assinou a bola-símbolo da campanha no Estádio de Soccer City em Soweto, Joannesburgo, durante o amistoso entre o Brasil e a África do Sul. Desde então a bola já foi assinada pelos Chefes de Estado da Argélia, Camarões, Costa do Marfim, Gana, Chile, Nigéria, Colômbia e Brasil.

A campanha mobilizou ainda lideranças em países como Argentina, Equador, Guatemala, Honduras, Irã, Malásia, Mianmar e Uruguai, entre outros. O Secretário-Geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, assinou a bola Proteja o Gol durante a reunião do Conselho de Diretores Executivos das Nações Unidas.

Dentro da campanha Proteja o Gol, no período da Copa, o Projeto Promotoras Legais Populares na Prevenção das DST/HIV/AIDS E Hepatites Virais estará desenvolvendo, no território da Cidade Tiradentes, zona Leste de São Paulo, em parceria com o Centro de Testagem e Aconselhamento CTA, trabalho de prevenção junto à população juvenil, com distribuição de preservativos masculinos e femininos, folhetos de orientação e testagem de fluido oral. O objetivo é testar pessoas em situação de vulnerabilidade, particularmente os jovens que fazem “rolezinho” e usuários de drogas da cena de uso intensivo do bairro.

Related posts