Tag: Promotoras Legais Populares

    blank

    A importância das Promotoras Legais Populares

    As mulheres vivenciam diversas formas de violência, a lei Maria da Penha, classifica  violência patrimonial, violência sexual, violência física, violência moral e violência psicológica como tipos de abusos que estão ligados ao machismo, sexismo e misoginia. Essas violências também afetam mulheres negras através do racismo que impede mulheres negras de ter seus salários dignos em uma pirâmide social.  Essas práticas são naturalizadas em construções culturais em nossa sociedade e muitas vezes permanecem com um alto grau de impunidade perante o poder público e a população. Por Natália Sena Para entender o quão grave é a vulnerabilidade da mulher,  é importante nos atentarmos a violência de gênero e aos seus  desfechos, por outro lado, esta pesquisa não tem como um foco principal levantar questões padronizam essas atitudes, e sim, apresentar uma rede de apoio e solidariedade às mulheres em situação de violência, dentro da ONG Geledés Instituto da Mulher Negra, as ...

    Leia mais
    blank

    Dossiê online busca ser nova ferramenta no combate ao feminicídio no Brasil

    A plataforma interativa para acesso via internet, traz conteúdos sobre o tema começando pelo básico: o que é feminicídio / Reprodução Instituto Patrícia Galvão Por Juliana Gonçalves Do Brasil de Fato Segundo o Mapa da Violência 2015, o  Brasil é o 5º país com a maior taxa de assassinatos de mulheres no mundo. Esse e outros dados revelam como as mulheres brasileiras convivem com inúmeras violências cotidianas. Para ajudar no combate desse cenário, o Instituto Patrícia Galvão (IPG) lançou nesta segunda-feira (7) o Dossiê Feminicídio #InvisibilidadeMata. O material apresenta o compilado dos dados mais recentes sobre o tema, problematiza os serviços de proteção existentes, traz a legislação no Brasil e América Latina, além de um guia de fontes para jornalistas e a discussão de políticas a ações preventivas. "O nosso desafio foi produzir um material que dialogasse com pessoas que não entendem muito do assunto e com aquelas que buscam pesquisas e dados ...

    Leia mais
    blank

    Projeto Promotoras Legais Populares

    O projeto PLPs tem como objetivo ampliar a capilaridade do Manual Promotora Legais Populares, ou seja, facilitar o fluxo e o acesso às informações produzidas a partir da elaboração do Manual Promotoras Legais Populares para o projeto PLPs, além de adicionar novos conteúdos para permitir a continuidade da formação das promotoras. Acesse o Projeto PLPs Assim, o projeto é um complemento do manual, que tem por finalidade ampliar a difusão das ações desenvolvidas no projeto PLPs, de forma a colaborar com sua replicação por outras entidades do movimento social e ser uma fonte de conhecimentos para demais atores interessados no tema. Busca também demonstrar a importância deste projeto, que nos seus 14 anos ininterruptos de execução, têm contribuído para o fortalecimento de mulheres na busca pela efetivação de direitos, cidadania e justiça; no combate a todas as formas de discriminações, do sexismo e de preconceitos; na solidariedade e no empoderamento de outras ...

    Leia mais
    blank

    Promotoras Legais Populares do Geledés recebem netos de Nelson Mandela em atividade de prevenção a AIDS

       Por: Nilza Iraci Fotos: Renato Oliveira As Promotoras Legais Populares do Geledés – Instituto da Mulher Negra realizaram no dia 12 de junho, dia da abertura da Copa do Mundo, atividade de prevenção de AIDS, no Vale do Anhangabau, como parte da campanha Proteja o Gol, que contou com a participação de Kweku e Ndaba Mandela, netos do líder sul-africano, Nelson Mandela, porta-vozes da campanha.  Foto: Renato Oliveira A atividade faz parte Projeto: Promotoras Legais Populares na Prevenção das DST/HIV/AIDS e Hepatites Virais , desenvolvido em parceria com a rede pública de saúde, com o objetivo de promover a reflexão sobre o preconceito étnico/racial, de gênero no atendimento à saúde e a sensibilização e intervenção da comunidade dos bairros de Cidade Tiradentes e São Mateus para o acesso qualificado à rede de serviços de prevenção, promoção e assistência às DST/HIV-AIDS, e contou com o apoio do Programa Municipal de ...

    Leia mais
    O projeto de PLPs no Brasil começou em maio de 1992 com a realização de um seminário sobre os direitos da mulher organizado pelo Comitê Latino-Americano e do Caribe para a Defesa dos Direitos das Mulheres

    PLPs – Uma experiência com Raça e Classe

    O Projeto Promotoras Legais hoje está difundido em quase todos os países da América Latina. A história do projeto de PLPs no Brasil começou em maio de 1992 com a realização de um seminário sobre os direitos da mulher organizado pelo Comitê Latino-Americano e do Caribe para a Defesa dos Direitos das Mulheres (Cladem), em São Paulo. No encontro estavam presentes advogadas e feministas do Chile, Argentina, Peru, Costa Rica, entre outros países que pelo menos há uma década já desenvolviam projetos de educação jurídica popular feminista em seus países. A partir do seminário foram tomadas as primeiras iniciativas de se implantar, também no Brasil, o Projeto de Capacitação de Promotoras Legais Populares. A ONG feminista Themis – Assessoria Jurídica e Estudos de Gênero,de Porto Alegre (RS), se dedicou a capacitar grupos de mulheres para esse projeto em diferentes capitais do país. O curso que atualmente é promovido pelo Geledés ...

    Leia mais
    Vice Presidente

    Sônia Nascimento – Programa Promotoras Legais Populares

    Sônia Nascimento  [email protected] Sônia Nascimento é advogada, fundadora, do Geledés- Instituto da Mulher Negra sendo sua presidenta, por duas gestões, no período de 30 de abril de 1994 a 30 de abril de 2000. No Programa de Direitos Humanos de Geledés coordenou os seguintes Projetos: SOS - Racismo de Assessoria Jurídica às Vítimas de Discriminação Racial de 1994 a 1998 e o projeto Atendimento Psicossocial às Mulheres em Situação de Violência Doméstica e Sexual. É a atual vice-presidenta de Geledés e coordena também o projeto PLP - Promotoras Legais Populares. - Foi integrante da Comissão do Negro e Assuntos Antidiscriminatórios – CONAD da OAB/SP; - da Coordenação Região Sudeste do Movimento Nacional de Direitos Humanos; - da Executiva da Comissão da Mulher Advogada da OAB/SP, na gestão 2000 a 2003; - da Comissão de Direitos Humanos da OAB/SP, na Sub-Comissão do Negro da OAB/SP - da Comissão de Defesa do ...

    Leia mais

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Instagram

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist