Psiquiatra chama modelo negra de ‘aberração da natureza’ e é suspenso de universidade americana

Enviado por / FonteDa Revista Monet

O Dr. Jeffrey Lieberman é chefe do departamento de psiquiatria da universidade de Columbia, e seu post com declaração racista e misógina foi compartilhado pela própria modelo Nyakim Gatwech

A Universidade de Columbia suspendeu o Dr. Jeffrey Lieberman, chefe do departamento de psiquiatria da universidade, depois que ele sugeriu que a pele de uma modelo negra seria uma “aberração da natureza”. O psiquiatra da escola, retweetou uma foto do modelo sul-sudanêsa-americana Nyakim Gatwech, escrevendo na legenda: “Seja uma obra de arte ou uma aberração da natureza, ela é uma bela coisa para se ver”.

A prestigiada instituição de ensino não forneceu uma declaração oficial sobre os comentários de Lieberman, mas confirmou que ele foi suspenso de seu cargo de chefe de departamento na quarta-feira devido aos comentários e também foi removido como psiquiatra-chefe do Centro Médico Irving da Universidade de Columbia/Hospital Presbiteriano de Nova York.

Post de psiquiatra considerado racista (Foto: reprodução instagram)

“Twittei da minha conta pessoal uma mensagem racista e sexista. Preconceitos e suposições estereotipadas que eu não sabia que tinha foram expostos – para mim e para você – e estou profundamente envergonhado e muito arrependido”, escreveu Lieberman em um e-mail na terça-feira para professores e funcionários que foi fornecido ao The New York Post.

“Um pedido de desculpas meu à comunidade negra, às mulheres e a todos vocês não é suficiente. Eu machuquei muitos e estou começando a entender o trabalho pela frente para fazer as mudanças pessoais necessárias e, com o tempo, recuperar sua confiança”, acrescentou.

A declaração também custou a Lieberman seu cargo como diretor do Instituto Psiquiátrico do Estado de Nova York, administrado pelo Departamento Estadual de Saúde Mental. “O Escritório de Saúde Mental tomou medidas imediatas depois de saber dos comentários ofensivos e inapropriados do Dr. Lieberman nas mídias sociais”, comunicado emitido na quinta-feira.

Gatwech, que involuntariamente se viu no centro da controvérsia, respondeu aos comentários de Lieberman no Instagram, dizendo: “Eu amo minha pele escura e meu apelido de ‘Rainha Escura”.

+ sobre o tema

para lembrar

Rio: ONU lamenta morte de estudante no Complexo da Maré

A Organização das Nações Unidas (ONU) no Brasil lamentou...

Palmares, Selma e Vila Moisés: a resistência negra e os grilhões do racismo

Contrariando as previsões mais otimistas feitas aqui no Brasil...

Prontidão para a mudança

Desde o início da crise pandêmica, quando ainda se...
spot_imgspot_img

Prisão de torcedores deveria servir de exemplo para o futebol brasileiro

A condenação de três torcedores racistas na Espanha demonstra que, apesar da demora, estamos avançando em termos de uma sociedade que quer viver livre...

Futuro da gestão escolar

A educação pública precisa de muitos parceiros para funcionar. É dever do Estado e da família, com colaboração da sociedade, promover a educação de todas as...

Educação para além dos muros da escola

Você pode fornecer escolas de qualidade para os mais pobres e, mesmo assim, talvez não veja a mudança na realidade do país que se...
-+=