domingo, agosto 7, 2022
InícioQuestão RacialRacismo não!: Beatles se recusavam a tocar só para brancos

Racismo não!: Beatles se recusavam a tocar só para brancos

Os Beatles mostraram seu apoio ao movimento pelos direitos civis dos EUA ao recusarem-se a tocar em frente de plateias segregadas, mostra um contrato.

Por Nacho Belgrande Do Whiplash

O documento, que será leiloado na semana que vem, firma um show em 1965 no Cow Palace na Califórnia (EUA).

Assinado pelo empresário Brian Epstein, o documento especifica que os Beatles ‘não eram obrigados a se apresentarem diante de uma platéia que segregasse negros’.

O acordo também garante à banda um pagamento de US$ 40 mil (cerca de US$ 290 mil pelos índices de inflação de 1965 até hoje, ou seja, 520 mil reais ao câmbio atual).

Outras exigências incluem um praticável de bateria especial para Ringo Starr e a provisão de 150 policiais uniformizados para proteção.

Mas a organização da segurança não foi perfeita. A banda fez dois shows, uma matinê e uma performance à noite, no dia 31 de agosto de 1965. No segundo, alguns dos presentes da platéia de 17 mil pessoas atropelaram a barreira de contenção e invadiram o palco. O show foi interrompido, e os Beatles foram obrigados a esperar na coxia enquanto a ordem era restaurada.

Eles eventualmente terminaram seu set de 12 canções com ‘Help!’, seguido pelo lado B do single ‘I’m Down’. Na época, os shows da banda raramente passavam de 40 minutos de duração.

Os Beatles já tinham se manifestado publicamente quanto aos Direitos Civis em 1964, quando eles se recusaram a se apresentar em um show só para brancos no Gator Bowl em Jacksonville, Flórida.

As autoridades da cidade voltaram atrás, permitindo que o estádio fosse ocupado por membros de qualquer raça, e a banda subiu ao palco.

“Nós nunca tocamos para públicos racistas e não vamos começar agora,’ disse John Lennon. ‘Preferiríamos perder o cachê.”

A luta pela igualdade racial nos EUA depois inspiraria Paul McCartney a escrever ‘BlackBird’.

O contrato para o show dos Beatles em 1965 deve levantar cerca de cinco mil dólares quando for à venda por um leiloeiro especialista em memorabilia musical em Los Angeles no dia 20 de Setembro.

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench