Referências da cultura negra auxiliarão a formular políticas

O Ministério da Cultura (MinC) terá, a partir de agora, o auxílio de representantes de peso da cultura negra na formulação de políticas públicas e na salvaguarda da cultura afro-brasileira. A ialorixá Mãe Stella de Oxóssi, o diretor de cinema Jeferson D e o ator Jorge Coutinho, entre outros, passarão a fazer parte do Conselho Curador da Fundação Cultural Palmares (FCP), que tomará posse no dia 20 de novembro, na Serra da Barriga (AL), durante as comemorações do Dia da Consciência Negra. A lista completa dos membros foi publicada no Diário Oficial da União dessa quarta-feira (4).

Do Jornal Brasil

“Os novos conselheiros foram escolhidos por serem representantes de territórios de resistência da Cultura negra em todo o País”, destaca a presidenta da Fundação Cultural Palmares, Cida Abreu. “Esses representantes nos ajudarão a desenvolver diversos programas de gestão”, acrescenta.

Matriarca de uma das mais reconhecidas casas de religiosidade de matriz africana do Brasil, o Terreiro Ilê Axé Opô Afonjá, em Salvador, Mãe Stella de Oxóssi é uma líder de inspiração ao povo de santo brasileiro e referência na luta da defesa do diálogo e da educação como possibilidades de combate às diferenças. Como forma de reconhecimento, os Correios e o MinC lançaram, em setembro deste ano, um selo em homenagem aos 90 anos de Mãe Stella.

Representantes do audiovisual e do teatro também estarão no conselho. O diretor de cinema Jeferson Rodrigues de Rezende, conhecido como Jeferson D, é autor de curtas premiados em festivais e do longa “Bróder”, ganhador do prêmio Kikitos de melhor filme, diretor e ator no Festival de Cinema de Gramado, em 2010.

Ator, presidente nacional do PMDB Afro e conselheiro de Comunicação Social do Congresso Nacional, Jorge Coutinho iniciou a vida sindical à frente do Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos e Diversões. Desde então, Jorge não parou na luta pela preservação da cultura afro-brasileira.

O Conselho Curador da FCP será responsável por opinar sobre questões relevantes para a promoção e preservação dos valores culturais, sociais e econômicos relacionados à cultura negra no país. Os membros eleitos terão três anos para formular novas metas para o Sistema Nacional de Cultura (SNC) e para o Fundo Nacional de Cultura (FNC).

O órgão será presidido pela presidenta da Fundação Cultural Palmares, Cida Abreu. Também comporão o colegiado o cacique Welton Jhon Oliveira Suruir, a pesquisadora Giane Escobar, o coordenador da Associação das Comunidades Negras Quilombolas do Maranhão, Ivo Fonseca Silva, o professor do Instituto de Artes da Universidade de Brasília (UnB) Nelson Fernando Inocêncio, a representante do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), Emília Maria Silva Ribeiro, o representante do Ministério da Justiça, Gabriel de Carvalho Sampaio, e o representante do Ministério da Educação, Rodrigo Ednilson de Jesus.

+ sobre o tema

Teatro de bonecos em São José dos Campos mostra diversidade africana

O espetáculo teatral “Os Orixás”, do grupo Giramundo Teatro...

Alcione e Naomi Campbell estão juntas (e DESLUMBRANTES) na edição de 41 anos da Vogue Brasil

Pois bem, agora vamos à explicação: Nesta segunda-feira, 25, a...

Léo Santana é um dos substitutos de Eliana em programa no SBT

Léo Santana é um dos substitutos de Eliana em...

para lembrar

Novos rumos na África

Presa na herança estrutural terrível do passado, fragmentada por...

Pensamento Radical de Clóvis Moura: nos 10 anos de sua morte

Há um pouco mais de 10 anos falecia Clóvis...

PROJETO NO ALEMÃO REVELA TALENTOS MUSICAIS

  O talento dos irmãos gêmeos Gabriel e...
spot_imgspot_img

Spcine marca presença no Festival de Cinema de Cannes 2024 com ações especiais

A Spcine participa Marché du Film, evento de mercado do Festival de Cinema de Cannes  2024 e um dos mais renomados e influentes da...

Álbum de Lauryn Hill é considerado melhor da história em lista da Apple Music; veja ranking

Uma lista publicada pela Apple Music elegeu os 100 melhores álbuns de todos os tempos. Em primeiro lugar, a escolha foi para 'The Miseducation...

iAMO lança seu programa de residência artística audiovisual durante Festival de Cannes

O Instituto Audiovisual Mulheres de Odun (iAMO), presidido pela cineasta Viviane Ferreira, anuncia na sexta-feira, 17 de maio, o lançamento do seu Programa de...
-+=