Rei da cachaça é preso em MG acusado de estupro e tentativa de homicídio

O empresário Antônio Eustáquio Rodrigues, o Toni Rodrigues, 64, maior produtor de cachaça artesanal do país, e proprietário das marcas Seleta e Boazinha, foi preso nesta terça-feira (12), em Salinas (671 km de Belo Horizonte), acusado de tentativa de homicídio, pedofilia, estupro de vulnerável e estupro comum.

Por: Carlos Eduardo Cherem

De acordo com a Polícia Civi) de Minas Gerais, o Rei da Cachaça está preso na delegacia de Montes Claros (426 km da capital). Ainda de acordo com a polícia, as vítimas de violência sexual são um menino de 14 anos e uma garota de 15, moradores da periferia de Salinas.

A polícia diz acreditar que os abusos contra os adolescentes teriam começado quando ambos tinham 13 anos. O UOL ainda não conseguiu contato com o advogado do empresário.

A denúncia foi feita pela mãe do garoto ao Conselho Tutelar de Salinas. “Resolvi denunciar porque muitas pessoas têm medo dele aqui [em Salinas] já que ele é um homem poderoso. Mas não tenho medo, sinto-me aliviada”, disse a mãe à polícia.

“Era comum ele distribuir celulares e dinheiro para as crianças do bairro”, disse o menino aos conselheiros. Segundo o garoto, atos sexuais eram cometidos na casa do suspeito.

“Ele me disse que não tinha necessidade de contar para ninguém o que tinha acontecido, porque nós dois nos daríamos muito mal”, afirmou o garoto.

Tentativa de homicídio

Ainda de acordo com a polícia, a tentativa de homicídio teria acontecido em 18 de julho deste ano. A vítima não foi identificada e a prisão foi decretada baseada em depoimentos de testemunhas, que disseram que o empresário espancou outro garoto e ameaçou atirar nele.

A empresa de Rodrigues é a maior produtora de cachaça artesanal do país, produzindo 1,5 milhão de litros da bebida por ano.

A Seleta possui, além da fábrica localizada em Salinas, um grande tonel para armazenamento de cachaça, uma engarrafadora, galpões próprios e emprega 150 pessoas.

Fonte: Uol

+ sobre o tema

Prefeitura de Santo Antonio da Patrulha faz convite sexista para Conferência de Política para Mulheres

Da página Iniciativa das Mulheres Unidas do RS “A Prefeitura de...

Meu sonho é ser imortal

Em 120 anos, nenhuma mulher negra ocupou uma cadeira...

para lembrar

Ataques homofóbicos expõem divisão sobre casamento gay na França

As denúncias de agressões homofóbicas estão aumentando na França,...

Rio tem novo centro de acolhimento LGBT+ e de combate à violência

Foi inaugurado nesta quinta-feira (3), no Rio de Janeiro, o...

Quando criança, eu sonhava em ser Globeleza

“Em algum momento da adolescência, me perguntei porque queria...
spot_imgspot_img

Documentário sobre Lélia Gonzales reverencia legado da ativista

Uma das vozes mais importantes do movimento negro e feminista no país, Lélia Gonzales é tema do Projeto Memória Lélia Gonzalez: Caminhos e Reflexões Antirracistas e Antissexistas,...

Aborto legal: ‘80% dos estupros são contra meninas que muitas vezes nem sabem o que é gravidez’, diz obstetra

Em 2020, o ginecologista Olímpio Moraes, diretor médico da Universidade de Pernambuco, chegou ao hospital sob gritos de “assassino” porque ia interromper a gestação...

Lançamento do livro “A importância de uma lei integral de proteção às mulheres em situação de violência de gênero”

O caminho para a criação de uma lei geral que reconheça e responda a todas as formas de violência de gênero contra as mulheres...
-+=