Rejeitado, homem ateia fogo na ex-namorada

A inglesa teve 16% do corpo queimado e está se recuperando

Damion Sheldon, de 42 anos, usou gasolina para atear fogo na ex-namorada, Louise Pilkington, de 31 anos, em Wolverhampton, cidade do condado de West Midlands na Inglaterra, depois do relacionamento dos dois ter terminado.

Segundo uma agência de notícias britânica, Swns, Louise rompeu com Damion em dezembro do ano passado. Antes de transformar a ex-namorada em uma “bola de fogo humana”, o acusado enviou uma mensagem de texto à vítima, dizendo: “Obrigado, amor, você me destruiu”.

Damion foi preso e considerado culpado de tentativa de assassinato pela corte de West Midlands.

Durante o seu depoimento, Louise contou detalhes do ataque à corte.

— Acordei e vi Damion espalhando gasolina na minha casa. Quando tentei expulsá-lo, ele começou a jogar gasolina em mim. Depois, ateou fogo.

Desesperada, Louise tirou as roupas e se jogou no chão na tentativa de apagar as chamas.

Além de incendiar a ex-namorada, Damion ainda colocou fogo na casa da casa da mulher, onde dormia o seu bebê de apenas 13 meses.

Atendendo aos pedidos de socorro da mãe, os vizinhos chamaram os bombeiros, que chegaram a tempo de socorrer Louise e a criança.

Louise sofreu queimaduras em 16% do rosto e do corpo, mas está se recuperando “surpreendentemente bem”, segundo a agência britânica.

 

Fonte: R7

+ sobre o tema

EUA aprovam produção de 1ª pílula para prevenir transmissão do HIV

Truvada, do laboratório Gilead Sciences, foi autorizado por agência...

Livro sobre espetáculo Cabaré da Raça é lançado

Cartão de visita da companhia negra de maior...

Livro infantil apresenta a história dos afrodescendentes em Salto

Obra é de autoria da escritora Katia Auvray. ...

para lembrar

Por que parar na questão de gênero? Vamos trocar a Constituição pela bíblia

Por conta da pressão da Frente Parlamentar Evangélica junto...

Programa Justiça Sem Muros do ITTC lança campanha sobre visibilidade ao encarceramento feminino

Inspirado na arte de Laura Guimarães, o programa Justiça Sem...

Homens que cuidam

João está deprimido. Fez uma consulta com um psiquiatra...

Estudantes do Rio combatem machismo e racismo com projeto transformador

Com o título Solta esse Black, alunas da Escola Municipal...
spot_imgspot_img

Homens ganhavam, em 2021, 16,3% a mais que mulheres, diz pesquisa

Os homens eram maioria entre os empregados por empresas e também tinham uma média salarial 16,3% maior que as mulheres em 2021, indica a...

Escolhas desiguais e o papel dos modelos sociais

Modelos femininos em áreas dominadas por homens afetam as escolhas das mulheres? Um estudo realizado em uma universidade americana procurou fornecer suporte empírico para...

Ministério da Gestão lança Observatório sobre servidores federais

O Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI) lança oficialmente. nesta terça-feira (28/3) o Observatório de Pessoal, um portal de pesquisa de...
-+=