Para Relembrar: Pela criança negra retirada do Nonno Paolo e pela criança indígena queimada viva no Maranhão

 

 

Restaurante Nonno Paolo – O racismo não cordial do brasileiro

Criança negra é retirada de restaurante ao ser confundida como pedinte


 

Criança indígena de 8 anos é queimada viva por madeireiros

Quando a bestialidade emerge, fica difícil encontrar palavras para descrever qualquer pensamento ou sentimento que tenta compreender um acontecimento como esse. Uma criança de oito anos foi queimada viva por madeireiros em Arame, cidade da região central do Maranhão.

 

 

 

Leia Também: 

Sueli Carneiro: Nonno Paolo – um caso emblemático

+ sobre o tema

Escola judaica atacada na França

O rabino Jean-Paul Amoyelle, diretor da rede francesa de...

Vereadores protestam contra caso de racismo em supermercado de Salvador

Vereadores de Salvador emitiram notas de repúdio, nesta segunda-feira...

Zuñiga Colombiano que lesionou Neymar sofre com fascistas brasileiros na internet

Estimulados por uma imprensa covarde e irresponsável, brasileiros invadiram...

para lembrar

Não Cadiveu, eu não preciso de você! Cabelo Afro!

*Por Winnie Bueno Quando eu era pequena, assim bem menina,...

Sobre a casualidade tornada norma e nossa morte a conta-gotas

O caderno de cultura do jornal O Tempo, de...
spot_imgspot_img

Como as mexicanas descriminalizaram o aborto

Em junho de 2004, María, uma jovem surda-muda de 19 anos, foi estuprada pelo tio em Oaxaca, no México, e engravidou. Ela decidiu interromper...

Como o diabo gosta

Um retrocesso civilizatório, uma violência contra as mulheres e uma demonstração explícita do perigo que é misturar política com fundamentalismo religioso. O projeto de lei...

Homens, o tema do aborto também é nossa responsabilidade: precisamos agir

Nesta semana, a escritora Juliana Monteiro postou em suas redes sociais um trecho de uma conversa com um homem sobre o aborto. Reproduzo aqui: - Se liberar o...
-+=