Nonno Paolo – Aberto processo para apurar racismo em restaurante de SP

A Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania instaurou processo para apurar discriminação racial sofrida por um garoto negro de 6 anos retirado por um dos funcionários de um restaurante, na Vila Mariana, na zona sul de São Paulo. A criança etíope teria sido confundida com um pedinte por um funcionário do local.

O coordenador de Políticas para População Negra e Indígena, da Secretaria da Justiça, Antonio Carlos Arruda, anunciou a instauração do processo, na última quarta-feira, 4. “Se apurada a discriminação, o estabelecimento poderá ser multado”, explicou o responsável pela instauração do processo administrativo, baseado na Lei Estadual nº 14.187/2010, que pune atos discriminatórios por motivo de raça ou cor no Estado.

O caso aconteceu na noite do dia 30 de dezembro. O casal de espanhóis pais da criança, que é adotada, disse à polícia que ela fora posta para fora do estabelecimento por um dos funcionários do restaurante. O garoto, disse a mãe à época, foi encontrado chorando no meio da rua.

 

 Matérias Relacionadas: 

Sueli Carneiro: Nonno Paolo – um caso emblemático

Sementes do mal por Sueli Carneiro

‘Lá nunca mais volto’ – SEU JORGE sofre racismo na Itália – áudio

Será que temos que ter medo da polícia? Thalma de Freitas vai processar PMs por abuso de poder

Homem negro espancado, suspeito de roubar o próprio carro

Racismo no Colégio Anhembi Morumbi – Estagiaria forçada a alisar o cabelo para manter a ‘boa aparência’

Ao ser levado para a viatura, um policial disse para o advogado: ‘Negão, o pau vai cantar pra ti’

Racismo no Galeto Sat’s Rio de Janeiro

Restaurante Nonno Paolo – O racismo não cordial do brasileiro

 

 

Fonte: Diário do Grande ABC

+ sobre o tema

“Mainardi demonstra ignorância e arrogância quando critica o Nordeste”, diz Hulk

Em sua conta no Instagram, jogador paraibano respondeu às ofensas...

Vídeo mostra policial quebrando o vidro do próprio carro da polícia em SP

Um vídeo gravado nas imediações da rua da Consolação...

Claudia Silva Ferreira, 38 anos, auxiliar de limpeza, morta arrastada por carro da PM

Texto de Camilla de Magalhães Gomes. 2014 ainda está no...

para lembrar

Professora do Rio é afastada por racismo contra aluno

Professora da rede municipal de São Gonçalo, no Rio...

Negros e os direitos humanos

Consequências da escravidão Refletir sobre o racismo no Brasil é...

A ferocidade da aversão ao outro

Fonte: Estadão. Com Por Gilles Lapouge*     ...

Vítima de racismo em hipermercado pediu afastamento do trabalho por vergonha: ‘Chorei e ainda choro’

Vítima de racismo em hipermercado pediu afastamento do trabalho...
spot_imgspot_img

Futuro da gestão escolar

A educação pública precisa de muitos parceiros para funcionar. É dever do Estado e da família, com colaboração da sociedade, promover a educação de todas as...

Educação para além dos muros da escola

Você pode fornecer escolas de qualidade para os mais pobres e, mesmo assim, talvez não veja a mudança na realidade do país que se...

Criança não é mãe

Não há como escrever isto de forma branda: nesta quarta-feira (12), a Câmara dos Deputados considerou urgente discutir se a lei deve obrigar crianças vítimas de estupro à...
-+=