Será que temos que ter medo da polícia? Thalma de Freitas vai processar PMs por abuso de poder

Rio – A atriz e cantora Thalma de Freitas, 37 anos, foi parar na delegacia na noite desta sexta-feira. Sob a alegação de que estava em área de risco, ela foi levada por policiais militares do 23º BPM (Leblon) de um dos acessos ao Morro Chácara do Céu, perto do Hotel Sheraton, no Vidigal, para a 14ª DP (Leblon). Duas policiais civis da Delegacia de Atendimento Especial ao Turista (Deat) fizeram a revista íntima na atriz e nada encontraram.

“É a primeira vez que passo por essa humilhação. Não há outra coisa a fazer exceto processá-los por abuso de poder. Por que a loura que estava sendo revistada antes de mim não veio para cá? Será que artistas como eu e moradores do Vidigal, negros como eu, precisam passar por isso? Será que temos que ter medo da polícia? Porque estou aqui? Sou suspeita de quê? Gostaria que eles me explicassem”, perguntou a atriz, aos prantos.

Thalma revelou que os policiais verificaram o seu nariz com uma lanterna. Os cabos Menezes e Rodrigues confirmaram que revistaram a bolsa da atriz. “Colocaram os meus pertences em cima do capô da viatura. Como não encontraram nada, me disseram que eu era suspeita e tinha que ir até a delegacia com eles. Colaborei com eles em tudo. Perdi horas na delegacia”, disse ela, que passou quatro horas na 14ª DP.

A empresária e amiga Paula Lavigne esteve na delegacia. “Ela é uma pessoa tranquila. Da paz, mesmo. Acho que os policiais exageraram e precisam ser responsabilizados”, disse. Um advogado do escritório de Arthur Lavigne orientou a atriz durante o depoimento. Já os policiais militares que abordaram a Thalma disseram que o procedimento foi normal. “Não temos policiais militares femininas no batalhão, por isso a conduzimos à delegacia. Nós sabemos fazer abordagens e a área onde a encontramos é considerada de risco, por isso viemos até a DP para garantir a integridade física da atriz”, disse o cabo Menezes.

Leia também

Afastados os dois policiais militares envolvidos na ‘abordagem’ à atriz e cantora Thalma de Freitas

+ sobre o tema

Como as escolas de samba nos ensinam sobre ancestralidade

Desde que foram criadas, escolas de samba têm sido...

Esperança de justiça une mães de vítimas da violência policial no Rio

A longa espera por justiça é uma realidade presente...

Primeira mulher trans a liderar bancada no Congresso, Erika Hilton diz que vai negociar ‘de igual para igual’

A deputada federal Erika Hilton (PSOL-SP) foi aclamada nesta quarta-feira como...

para lembrar

Olivier Rousteing: ‘A moda é racista’

Único negro à frente de uma grife de luxo,...

Revista Jackie – Após criar polêmica racista com Rihanna, editora de revista pede demissão

por Heloisa Toplian Comentamos por aqui o bafo envolvendo...

Procon-SP notifica shopping após mãe denunciar racismo

O Procon-SP notificou ontem o Bourbon Shopping São Paulo...

Natural Hair Song By Tiririca Deemed Racist, Sony Music Ordered To Pay $1.2 Million

We couldn't stop laughing when Franchesca Ramsey joked about...
spot_imgspot_img

Quanto custa a dignidade humana de vítimas em casos de racismo?

Quanto custa a dignidade de uma pessoa? E se essa pessoa for uma mulher jovem? E se for uma mulher idosa com 85 anos...

Unicamp abre grupo de trabalho para criar serviço de acolher e tratar sobre denúncias de racismo

A Unicamp abriu um grupo de trabalho que será responsável por criar um serviço para acolher e fazer tratativas institucionais sobre denúncias de racismo. A equipe...

Peraí, meu rei! Antirracismo também tem limite.

Vídeos de um comediante branco que fortalecem o desvalor humano e o achincalhamento da dignidade de pessoas historicamente discriminadas, violentadas e mortas, foram suspensos...
-+=