“Rock in Rio vai apresentar culturas de vários países de África”

A EDP Rock Street do Rock in Rio é este ano inteiramente dedicada a África. Paula Nascimento é a responsável pela programação deste palco e explica um pouco do que o público poderá encontrar no festival 

Por Patrícia Viegas, do DN

Foto: Mauricio Santana/Getty Images

“O Rock in Rio, neste palco EDP Rock Street, vai apresentar um conjunto de culturas, de vários países de África, como por exemplo Guiné-Conacri, África do Sul, Angola, Cabo Verde, Moçambique”, explica ao DN Paula Nascimento, angolana de origem e responsável pela programação deste palco.

Dois fins de semana, dois dias, três bandas/artistas por dia. No arranque do festival, este sábado, tocam o Bonga, Tabanka Djaz e Kimi Djabaté. No dia seguinte, domingo, atuam Ferro Gaita, Baloji e Karlon. Nos dias 29 e 30, sobem ao palco Moh! Kouyaté!, Nástio Mosquito, A’mosi Just a Lebel, Paulo Flores, Batuk e Selma Uamusse.

“Vai haver um conjunto de géneros musicais diferentes, com propostas mais tradicionais e mais contemporâneas, estamos a falar de bandas que foram referência em Portugal nos anos 1990, como Tabanka Djaz, Bonga, Paulo Flores, Ferro Gaita, mas depois outras propostas mais modernas, como o Karlon e o Baloji, na música eletrónica temos o caso de Batuk e ainda propostas um pouco mais híbridas como é a de Nástio Mosquito”, detalha Paula Nascimento, que disse ter ficado surpreendida com o espaço dedicado pelo Rock in Rio a músicas apenas de África.

+ sobre o tema

Racistas sul-africanos: parceiros incômodos

Racistas sul-africanos: parceiros incômodos Fonte: Alô Escola - TV Cultura Para...

La Vuelta del Racismo

Fonte:Principio Esperanza  Por Jorge Lora Cam    El...

O papel dos americanos na empreitada antigay de Uganda

Em março, três evangélicos americanos, cujos ensinamentos sobre...

para lembrar

Os africanos que lutaram na Segunda Guerra

O 70º aniversário da Segunda Guerra Mundial está...

Greve assombra Copa na África

Perueiros protestam contra obra para melhorar o transporte de...

“Mandela não verá a Copa”

Por: LUIZ ZINI PIRES Aos 32 anos, cidadão de...

Jogadores da seleção reclamam de violência da Costa do Marfim

Grupo diz que árbitro não coibiu o excesso de...
spot_imgspot_img

Um Silva do Brasil e das Áfricas: Alberto da Costa e Silva

Durante muito tempo o continente africano foi visto como um vasto território sem história, aquela com H maiúsculo. Ninguém menos do que Hegel afirmou, ainda no...

Artista afro-cubana recria arte Renascentista com negros como figuras principais

Consideremos as famosas pinturas “A Criação de Adão” de Michelangelo, “O Nascimento de Vênus” de Sandro Botticelli ou “A Última Ceia” de Leonardo da Vinci. Quando...

Com verba cortada, universidades federais não pagarão neste mês bolsas e auxílio que sustenta alunos pobres

Diferentes universidades federais têm anunciado nos últimos dias que, após os cortes realizados pelo governo federal na última sexta-feira, não terão dinheiro para pagar...
-+=