Sabesp vai compensar 750 mil clientes que ficaram sem água

A Sabesp disse ontem que compensará as 750 mil pessoas que ficaram sem água devido ao rompimento de uma adutora na zona sul da capital, no último domingo.

Segundo a companhia, os clientes terão uma redução correspondente à tarifa mínima cobrada, que é de 10 m3 ao mês -valor a ser calculado de acordo com o tipo de tarifa. A compensação ocorrerá na conta de março, distribuída a partir do próximo dia 4. De acordo com a Sabesp, 300 mil pessoas terão “conta zero”. Segundo ela, o abastecimento foi normalizado na maioria dos bairros entre a tarde de terça e a madrugada de ontem.

 

 

Fonte: Folha de S.Paulo

+ sobre o tema

Saiba quem são os deputados que propuseram o PL da Gravidez Infantil  

A Câmara dos Deputados aprovou, nesta quarta-feira (12), a...

Com PL do aborto, instituições temem mais casos de gravidez em meninas

Entre 1º de janeiro e 13 de maio deste...

‘Criança não é mãe’: manifestantes em todo o Brasil protestam contra PL da Gravidez Infantil

Diversas cidades do país receberam na noite desta quinta-feira...

para lembrar

Emprego na indústria sobe pelo oitavo mês consecutivo

Segundo IBGE, variação em agosto foi de 0,1% em...

‘Ninguém quer sair na foto com o Brasil’, diz Ricupero, que lança livro

Diplomacia não faz milagre. Hoje em dia, a imagem...

Movimento Biko: Para garantir a continuidade das conquistas sociais e avançar no enfretamento ao racismo e na promoção da igualdade racial

Para garantir a continuidade das conquistas sociais e  avançar  no enfretamento...

É sórdido condenar vítima de estupro por aborto

É sórdido e apequena a política o Projeto de Lei que ameaça condenar por homicídio meninas, jovens e mulheres que interromperem gestações, ainda que...

Geledés repudia decisão da Câmara sobre aborto

Geledés – Instituto da Mulher Negra vem a público manifestar sua indignação e repúdio à decisão da Câmara dos Deputados, aprovada nesta terça-feira, 12,...

Mulheres vão às ruas contra PL que equipara aborto a homicídio; confira locais dos atos

Mulheres vão às ruas de diversas partes do país em protesto contra o avanço, na Câmara dos Deputados, do projeto de lei que equipara...
-+=