Sakamoto: a vergonhosa atitude de Beto Richa contra os professores

Ao serem responsáveis pelo cacete nos professores e servidores públicos do Paraná que protestavam contra uma votação na Assembleia Legislativa de um projeto que deve reduzir direitos, o governo Beto Richa e sua base aliada deram, nesta quarta (29), uma aula pública.

Por Leonardo Sakamoto No Diario do Centro do Mundo

Ensinaram novos significados para a palavra “ignomínia” (substantivo feminino):

1) Tratar profissionais de educação não com respeito e diálogo, mas com bala de borracha e gás lacrimogênio até dezenas deles sangrarem e desmaiarem no asfalto;

2) Proibir o acesso à Assembleia, que, em tese, pertence ao povo do Paraná e não a deputados estaduais;

3) Ouvir da polícia que ela está só cumprindo ordens ao descer a taquara nos manifestantes;

4) Agir como se a função do professor na construção do futuro fosse um mero detalhe.

Em fevereiro, milhares de professores e servidores públicos haviam sitiado a Assembleia Legislativa do Paraná em um protesto contra o “pacotão de austeridade” que quer mexer com direitos trabalhistas e previdenciários. O governo Beto Richa tentou emplacar uma votação “expressa” sem passar pelos debates de sempre. Isso enfureceu os manifestantes, que também ocuparam o prédio. Para se ter uma ideia aonde chegou a situação, um grupo de deputados só conseguiu entrar contrabandeado em um camburão da polícia. Por fim, o governo anunciou a retirada das propostas para “reexame” e a fim de “garantir a integridade física dos parlamentares”.

Nesta quarta, o pacote está novamente em votação, protegido por decisões judiciais, escudos e cacetetes. Os manifestantes tentaram entrar para acompanhar a votação e foram reprimidos pela polícia.

Os “ajustes” paranaenses têm sido acompanhados com atenção por outros governos municipais, estaduais e federal, que também planejam o mesmo. Se der certo, ueba!

Em tempo: De acordo com o governador, “ignomínia” também pode ser sinônimo de “fracassamos retumbantemente com a educação”.

+ sobre o tema

Salário menor na advocacia é mais frequente entre mulheres e negros

A proporção de advogados na menor faixa salarial da...

Lei que implantou escola cívico-militar em SP fere modelo educacional previsto na Constituição, diz PFDC

A Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC), órgão...

Ação enviada ao STF pede inconstitucionalidade de escolas cívico-militares em SP

Promotores e defensores públicos encaminharam ao Supremo Tribunal Federal...

para lembrar

O que abre e o que fecha no feriado de 12 de outubro

Os paulistanos que não forem viajar no feriado desta...

Brasil tem 32 milhões de crianças e adolescentes na pobreza, diz Unicef

Seis entre dez crianças e adolescentes brasileiras conviviam em...

O encanto e a brejeirice das tradições das Folias de Reis

As festividades natalinas encerram-se hoje, 6 de janeiro, Dia...

Nova identidade tem CPF como número principal, QR code e abriga dados de outros documentos

O governo federal quer acelerar a corrida para digitalizar a identidade dos brasileiros. A nova CIN (Carteira de Identidade Nacional) representa o fim do RG e da impressão...

ONU pede que Brasil legalize aborto e denuncia ‘fundamentalismo religioso’

Alertando sobre o avanço do que chamou de "fundamentalismo religioso" no Brasil, um dos principais órgãos da ONU que lida com a situação da...

Trump se torna 1º ex-presidente condenado em ação criminal na história dos EUA

Donald Trump se tornou o primeiro ex-presidente considerado culpado pela Justiça em uma ação criminal na história dos Estados Unidos. O veredicto, divulgado nesta quinta-feira (30),...
-+=