Salvador recebe chefes de Estado para debater combate ao racismo

A cidade que tem a maior população de afrodescendentes fora da África será durante quatro dias o centro das atenções dos debates mundiais acerca de políticas de combate ao racismo, à xenofobia e à discriminação e à intolerância raciais. Salvador recebe a partir do próximo dia 16 de novembro chefes de Estado, gestores públicos, representantes de organizações da sociedade civil, artistas e pesquisadores envolvidos com a questão racial para participar do Encontro Ibero-americano dos Povos Afrodescendentes (Afro XXI). Além da presidente Dilma Rousseff, são esperados outros 11 chefes de Estado.

A programação começa com o fórum de entidades da sociedade civil, que tem o objetivo de formular propostas a serem submetidas aos chefes de Estado, que se reúnem no fechamento do evento, dia 19. Dias 17 e 18, os debates serão conduzidos por especialistas com a participação de representantes governamentais e de entidades ligadas a cada tema. Entre os assuntos em destaque estão “Racismo e representação midiática”, “Marcos legais antirracistas e acesso à Justiça” e “Censos e estatísticas das desigualdades raciais: da constatação às políticas públicas”.

Para o secretário de Promoção da Igualdade Racial da Bahia, Elias Sampaio, “o povo de Salvador, que tradicionalmente se identifica como afrodescendente e tem um sentimento de pertencimento a essa esfera cultural terá agora mais um motivo para fortalecer ainda mais esse reconhecimento”. Ele acredita que uma das propostas a serem aprovadas no encontro é a de transformar Salvador na “capital afrodescendente das Américas”. “Essa definição poderá dar ainda mais força ao trabalho transversal de combate ao racismo e de promoção da igualdade no nosso estado”

Além da presença de especialistas e representantes de organismos e governos de diversos países, Salvador será também agraciada com uma ampla programação cultural. Os palcos do Pelourinho abrigarão um festival de música afrodescendente paralelo ao evento. Atrações de vários países que juntarão com artistas locais para traçar um panorama da música afro no mundo. Os eventos serão abertos ao público e gratuitos. A única exceção será o show que Gilberto Gil fará junto com a cantora e ministra da Cultura do Peru Susana Baca para os chefes de Estado que se reunirão no último dia do encontro.

Fonte: SEPPIR

+ sobre o tema

Willow e Jaden Smith estrelam a edição de setembro da Interview

A revista Interview de setembro traz na capa Willow...

Metodologia de ensino voltada para história e cultura africana é desenvolvida em espaços comunitários

Iniciativa: Curso de Educação Popular  Pública ou Privada: Pública Descrição: Diante da falta de...

Jaguariúna – Ecos da consciência negra

Se há um ato público, advindo dos gabinetes governamentais,...

para lembrar

Do quiabo ao dendê, caruru baiano é marco do sincretismo na gastronomia

Tradição de São Cosme e Damião, prato é comum...

Michel B. Jordan vai produzir adaptação do Superman negro para a HBO Max

O ator Michael B. Jordan começou a mover os...

Manifestantes se acorrentam em frente a prédio da Unesp

Manifestantes que participavam da VIII Marcha da Consciência Negra,...

Livros angolanos expostos em Lisboa serão matéria de estudo

Lisboa (do correspondente) – Alguns dos 50 títulos...
spot_imgspot_img

Rihanna já tem atriz favorita para possível cinebiografia

Rihanna está se antecipando em relação a como quer ser vista, caso sua história venha a ser uma cinebiografia em algum momento do futuro. A cantora...

Tony Tornado relembra a genialidade (e o gênio difícil) do amigo Tim Maia, homenageado pelo Prêmio da Música Brasileira

Na ausência do homenageado Tim Maia (1942-1998), ninguém melhor para representá-lo na festa do Prêmio da Música Brasileira — cuja edição 2024 acontece nesta quarta-feira (12),...

Flávia Souza, titular do Fórum de Mulheres do Hip Hop, estreia na direção de espetáculo infantil antirracista 

Após mais de vinte anos de carreira, com diversos prêmios e monções no teatro, dança e música, a multiartista e ativista cultural, Flávia Souza estreia na...
-+=