Santo André: Dia da Consciência Negra é lembrado com contação de histórias

Bibliotecas ramais da cidade têm programação especial durante o mês de novembro

No dia 20 de novembro é comemorado o Dia da Consciência Negra e a rede de bibliotecas públicas de Santo André preparou uma programação especial ao longo do mês dedicada à reflexão sobre a inserção do negro na sociedade brasileira. Entre os dias 3 e 18 de novembro, a artista-educadora Deise Reis preparou histórias relacionadas ao tema que serão trabalhadas nas bibliotecas ramais. 

Para as crianças de até sete anos, será apresentada a história Pretinho, meu boneco querido, de Maria Cristina Furtado, com a utilização de bonecos de pano. Já para crianças acima de sete anos, será trabalhada a história Em Angola tem? No Brasil também!, de Rogério Andrade Barbosa, em forma de teatros de sombras. O público terá contato também com alguns contos africanos. As atividades são gratuitas, preparadas para toda a família.

Confira a programação:

Dia 3 – 14h às 16h30
Biblioteca Vila Humaitá (Rua Guerra Junqueira, 366 – Vila Humaitá. Tel.: (11) 4458-4011). 

Dia 4 – 14h às 16h30
Biblioteca Vila Linda (Rua Carijós, 2286 – Vila Linda. Tel.: (11) 4453-9644).

Dia 5 – 14h às 16h30
Biblioteca Vila Palmares (Rua Armando Rocha, 220 – Vila Palmares. Tel.: (11) 4991-4099). 

Dia 8 – 14h às 16h30
Biblioteca Vila Floresta (Rua Parintins, 344 – Vila Floresta. Tel.: (11) 4425-6206). 

Dia 9 – 14h às 16h30
Biblioteca Paranapiacaba (Avenida Rodrigues Alves, s/nº – Vila de Paranapiacaba).

Dia 10 – 14h às 16h30
Biblioteca Vila Sá (Avenida Nova Iorque, s/nº – Vila Sá. Tel.: (11) 4997-7557). 

Dia 11 – 14h às 16h30
Biblioteca Parque Erasmo (Rua Ipanema, 253 – Parque Erasmo Assunção. Tel.: (11) 4479-0992).

Dia 12 – 14h às 16h30
Biblioteca Jardim Santo Alberto (Rua Petrogrado, s/nº – Jardim Santo Alberto. Tel.: (11) 4975-1707). 
Grátis.

Dia 17 – 14h às 16h30
Biblioteca Praça Internacional (Rua Tanganica, 385 – Parque Novo Oratório. Tel.: (11) 4479-0303). 

Dia 18 – 14h às 16h30
Biblioteca Cata Preta (Estrada da Cata Preta, 810 – Vila João Ramalho. Tel.: (11) 4453-4233). 

SERVIÇO:
Dia da Consciência Negra
Data: 3 a 18 de novembro de 2010, das 14h às 16h30.
Local: Bibliotecas Ramais de Santo André.
Informações: (11) 4433-0761.
Entrada gratuita

Mais informações para a imprensa:
Camila Oliveira e Daniela Mian
Assessoria de imprensa
Prefeitura de Santo André
(11) 4433-0135
[email protected]

Fonte: JorNow

+ sobre o tema

Coletivo Luiza Bairros: conheça grupo que atua no combate ao racismo institucional na UFBA

A principal estratégia utilizada é na exigência do cumprimento...

Após reivindicação do movimento negro, sítio arqueológico no centro do Rio será preservado

Diferente das ossadas humanas descobertas durante escavações próximas à...

Agenda única de eventos em novembro celebra a consciência negra na UFMG

Iniciativa, que une comunidade e gestão, integra formação, informação...

A roupa que habito: Vestimentas e adereços reforçam identidade de pessoas negras a partir da estética africana

Indumentárias são usadas como símbolos políticos de resistência. Por Itana Alencar,...

para lembrar

‘Vozes pela Igualdade’ começa nesta segunda

Questões de raça e etnia são temas da programação...

Em 6 meses, governo identificou 407 mil famílias na extrema pobreza

Após seis meses da criação do programa Brasil Sem...

Imagens e textos reforçam direito à liberdade religiosa no Brasil

Por: Alana Gandra     Rio de Janeiro - A Comissão de...
spot_imgspot_img

Câmara aprova projeto que torna Dia da Consciência Negra feriado nacional; texto vai à sanção

Por 286 votos a favor e 121 contrários, a Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (29) um projeto de lei que declara o dia 20 de...

Profissionais negros reinventam suas carreiras na TV e avaliam a importância da discussão racial

No Dia da Consciência Negra, o gshow conversou com artistas que compartilham a jornada que é ser um profissional preto na teledramaturgia. Entre eles, atores, atrizes e...

“Quanto mais diversos formos, melhores seremos”

Uma das mais destacadas intelectuais em atividade no país, a historiadora e antropóloga Lilia Schwarcz, docente da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas...
-+=