Sem alarde nem preconceito Vigor aborda homossexualidade em anúncio para Facebook

Pode até ser que abordar homossexualidade em 2014 já não seja tão polêmico, mas uma coisa é certa: o assunto ainda é delicado o suficiente para impactar marcas de forma positiva ou negativa.

A Vigor muito provavelmente sabe disso, mas mesmo assim acreditou que valia a pena arriscar. Em uma imagem elegantemente simples a empresa conseguiu representar a homossexualidade e se posicionar a favor da igualdade em um post no Facebook.

É um pouco contraditório querer que a homossexualidade seja encarada como algo normal se quando dois personagens do mesmo sexo vão se beijar na novela vira notícia e atração digna de último episódio. Se querem que a homossexualidade seja vista como algo comum nada como tratá-la de forma comum. E foi o que fez a Vigor.

Para o alívio do Marketing da Vigor a imagem foi muito bem aceita pelo público, mas recentemente a marca Honey Made teve problemas de ódio após abordar o assunto em um anúncio de TV, por pessoas que acharam um absurdo e consideraram a simples abordagem do fato como apologia.

Sim, o anúncio de Facebook feito pela Vigor não chega nem perto de um comercial na TV mas mostra uma propensão da marca em sair do cômodo. E se a propaganda é o carrasco e responsável por todas as mazelas do capitalismo, é louvável a atitude de marcas como a Vigor em tentar fazer do mundo um pouquinho melhor enquanto vendem seu peixe.

 

Fonte: Geek Publicitário

+ sobre o tema

ONU defende direitos humanos na internet como no mundo físico

  O principal órgão de direitos humanos da...

Profissionais dos Mais Médicos começam atender periferias e interior em setembro, diz governo

  Entidades médicas brigam na Justiça contra pacote...

IBGE aponta quadro de pleno emprego no Brasil

Taxa de desocupação em julho ficou estável nas quatro...

para lembrar

Brasil é segundo país da América Latina com menos mulheres no comando

Brasil é segundo país da América Latina com menos...

Nova Política de Drogas com Nathália Oliveira

“Justificando Entrevista” começa neste 2017 com o debate mais...

Descriminalização das drogas: por que mudei de opinião

Desde muito cedo me interesso pelo tema das drogas...
spot_imgspot_img

NOTA PÚBLICA | Em repúdio ao PL 1904/24, ao equiparar aborto a homicídio

A Comissão de Defesa dos Direitos Humanos Dom Paulo Evaristo Arns – Comissão Arns vem a público manifestar a sua profunda indignação com a...

Nota pública do CONANDA contrária ao Projeto de Lei 1904/2024

O Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente – CONANDA, instância máxima de formulação, deliberação e controle das polícas públicas para a...

Marcelo Paixão, economista e painelista de Geledés, é entrevistado pelo Valor

Nesta segunda-feira, 10, o jornal Valor Econômico, em seu caderno especial G-20, publicou entrevista com Marcelo Paixão, economista e professor doutor da Universidade do...
-+=