Uma grata surpresa vinda da imprensa alemã.

por Rogério Maestri

Ao procurar a reação da imprensa internacional ao caso da FIFA deparei-me com um excelente texto de autoria de Astrid Prange, uma correspondente da DW (Deutsche Welle) no Brasil.

Depois de pesquisar na imprensa inglesa, norte-americana, brasileira, espanhola e norte-americana a grata surpresa veio da reportagem intitulada em português: “A roupa nova do rei Fifa”, que transcreverei a seguir.

Curioso com a excelência da reportagem que não ficou restrita a simplesmente replicar notícias que percorrem as agências internacionais, a opinião de Astrid contextualizou o evento dentro de uma realidade bem maior, a FIFA e as relações internacionais entre os países emergentes e os países da OECD. Seguindo na minha curiosidade pesquisei no nome da correspondente reportagens anteriores e vi que a mesma com um olhar crítico a realidade brasileira mesmo quando a critica procura entender o que ocorre no nosso país, ela não cai nem no oba-oba nacionalistas de alguns jornalistas brasileiros nem nos esteriótipos de alguns correspondentes estrangeiros.

Não a conheço pessoalmente, mas através de sua bela foto que aparece nas suas entrevistas dá para ver, que além de um simpático e belo olhar, muito mais do que a imagem estereotipada que os brasileiros e grande parte da população do mundo tem do povo alemão. Tive o prazer de conviver por dois anos na França com um jovem físico alemão e o mesmo olhar sincero que tem Astrid via no olhar do meu colega, ou seja, me parece que a maioria da nova geração do povo alemão exorcizou um passado que nem merece ser relembrado.

Fonte: Portal Luis Nassif

+ sobre o tema

Morre a cantora Joanne Borgella, que participou do “American Idol”

Artista de 32 anos lutava contra câncer de endométrio A...

Edson Cardoso fala da imprensa negra e da luta pela consciência negra

Dentro da ideologia vigente, que oculta as desigualdades raciais,...

Em nome de Deus

Estamos em campanha política e o nome de Deus...

Gente do campo: descubra quais são os 28 povos e comunidades tradicionais do Brasil

Você sabe quais são povos e comunidades tradicionais brasileiros?...

para lembrar

Equidade de gênero no mercado de trabalho vai demorar 80 anos, indica estudo

Apesar do aumento de mulheres no mercado de trabalho...

I Seminário Nacional sobre os impactos do Racismo na Ciência e na Saúde

É inegável o crescimento de políticas públicas e de...

Homens ganhavam, em 2021, 16,3% a mais que mulheres, diz pesquisa

Os homens eram maioria entre os empregados por empresas...

Cinco coisas que você deveria saber sobre os desaparecimentos

  Todos os anos, em dezenas de países...
spot_imgspot_img

Cimi registra ataques a povos indígenas em três estados

Os conflitos entre produtores rurais e grupos indígenas continuam no Mato Grosso do Sul e Paraná. De acordo com publicação feita neste sábado (20) pelo Conselho...

Movimento Negro cobra e Brasil se posiciona na ONU sobre agenda racial

Nesta quarta-feira, 17, durante a sessão do Fórum Político de Alto Nível nas Nações Unidas, em Nova York, Geledés – Instituto da Mulher Negra...

46º Prêmio Vladimir Herzog: inscrições prosseguem até 20 de julho

Termina no próximo sábado, 20 de julho, o prazo para inscrições ao 46º Prêmio Jornalístico Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos (PVH).  A premiação...
-+=