terça-feira, julho 7, 2020

    Tag: corrupção

    Selma Arruda (PSL) teve o mandato cassado — Foto: Geraldo Magela/Agência Senado

    TRE-MT cassa Selma Arruda e suplente por caixa 2 e abuso de poder econômico e determina nova eleição

    Senadora do PSL omitiu o correspondente a 72% das despesas de campanha. Ela foi a mais votada para o cargo na eleição passada. Por Pollyana Araújo, do G1  Selma Arruda (PSL) teve o mandato cassado — Foto: Geraldo Magela/Agência Senado   O Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT) cassou os mandatos da senadora Selma Arruda (PSL) e do suplente da vaga, Gilberto Possamai, nesta quarta-feira (10), por omitirem da Justiça Eleitoral despesas de R$ 1,2 milhão na campanha de 2018, configurando caixa dois e abuso de poder econômico. O desembargador determinou nova eleição para o cargo. Selma afirmou, por meio de nota, que vai recorrer da decisão. "Estou tranquila com a decisão proferida nesta quarta-feira (10) pelo Tribunal Regional Eleitoral. A tranquilidade que tenho é com a consciência dos meus atos, a retidão que tive em toda a minha vida e que não seria diferente ...

    Leia mais
    Foto: Marta Azevedo

    Foi-se o tempo

    A sociedade brasileira há de cobrar do setor privado a faxina que exige de instituições e figuras públicas Foto: Marta Azevedo Por Flavia Oliveira Do O Globo O adiantado estado de decomposição do sistema político brasileiro, escancarado em cadeia nacional nos últimos anos, se condena agentes públicos, não livra entes privados. Gigantes empresariais incluídos na lista dos 500 maiores do país estão envolvidos na Operação Lava Jato, escândalo de escala planetária que apequenou o Brasil — aqui e lá fora. As investigações do esquema de corrupção alcançaram a Petrobras, orgulho nacional; as maiores empreiteiras, Odebrecht à frente; a JBS, potência do agronegócio; estão nas bordas do setor financeiro. No Rio de Janeiro, envolveram construtoras, concessionárias, joalherias e, nos últimos dias, adentraram o setor de transportes, com a prisão de Jacob Barata Filho, empresário de ônibus, e Lélis Teixeira, número um da Fetranspor. A descoberta das fraudes feriu ...

    Leia mais
    blank

    Achar que a reforma política acabará com a corrupção é ilusão, diz Jânio

    "Atribuir à reforma do sistema político a maneira de acabar com a alta corrupção é vender ou comprar ilusão. Mudar as regras da política é uma necessidade, mas por outro motivo: porque essas regras são ruins. Não proporcionam representatividade ao eleitorado de mais de 100 milhões de votantes, fazem o Congresso e os partidos ter um custo alucinante e, sem obrigação alguma dos congressistas, tornarem-se mais perniciosas do que úteis ao país", escreve o colunista Jânio de Freitas Do Brasil247 Em sua coluna neste domingo, Jânio de Freitas critica a ideia de que a reforma política será a salvação para o problema endêmico de corrupção no Brasil. "Atribuir à reforma do sistema político a maneira de acabar com a alta corrupção é vender ou comprar ilusão. Mudar as regras da política é uma necessidade, mas por outro motivo: porque essas regras são ruins. Não proporcionam representatividade ao eleitorado de mais ...

    Leia mais
    blank

    Barroso: Corrupção é modo natural de se fazer negócios e política no Brasil

    “O sistema é feito para não funcionar, é feito para produzir prescrições. E ele produz”, diz o ministro sobre o foro privilegiado. Por Ana Cristina Campos, do Huffpost Brasil Barroso sobre corrupção no Brasil: "Não foram falhas pontuais, individuais, pequenas fraquezas humanas". O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso disse nesta sexta-feira (17) que a corrupção se disseminou no Brasil "em níveis espantosos, endêmicos". "Não foram falhas pontuais, individuais, pequenas fraquezas humanas. Foi um fenômeno sistêmico, estrutural, generalizado. Tornou-se o modo natural de se fazer negócios e política no Brasil. Esta é a dura e triste realidade", afirmou, durante aula inaugural para alunos de direito da Pontifícia Universidade Católica (PUC) do Rio de Janeiro. Para Barroso, o direito penal brasileiro não conseguiu desempenhar seu papel, que é o de funcionar como prevenção geral a delitos. "Um direito penal absolutamente ineficiente, incapaz de atingir qualquer pessoa que ganhe mais do ...

    Leia mais
    blank

    ‘The Guardian’: Problema da elite brasileira é explicar porquê papai está na cadeia

    Jornal britânico fala sobre artigo de revista brasileira que provocou indignação nas redes O jornal britânico The Guardian publicou nesta quarta-feira (21) uma matéria analisando a reportagem da revista brasileira Poder, da jornalista Joyce Pascowitch, sobre o impacto psicológico de escândalos de corrupção sobre os filhos dos pais encarcerados. Nesta terça-feira (20), o texto viralizou de forma negativa, causando indignação nas redes, e virou, inclusive, motivo de chacota. Fonte: Jornal do Brasil O Guardian ressalta que em um país onde grande parte da classe política está envolvida em casos de corrupção, os leitores brasileiros têm se acostumado com as manchetes sobre a prisão de políticos e empresários poderosos. Mas, continua o jornal britânico, uma revista para e sobre "pessoas influentes" provocou repulsa com um artigo em sua última edição, intitulado: "O que dizer às crianças quando os pais são levados pela Polícia Federal." A manchete rapidamente ganhou as redes em um país ...

    Leia mais
    blank

    Procurador-geral da República, Janot, pede prisão de Renan, Sarney, Jucá e Cunha

    Janot também pediu afastamento de Calheiros da presidência do Senado; Teori Zavascki tomará a decisão no Supremo Do Ultimo Segundo O ministro relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), Teori Zavascki, estaria debruçado há mais de uma semana sobre os pedidos do procurador-geral da República, Rodrigo Janot para prender o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-RJ), do ex-presidente da República, José Sarney (PMDB-AP), e do senador Romero Jucá (PMDB-RR), ex-ministro do Planejamento do governo o presidente interino Michel Temer. A informação foi divulgada nesta terça-feira, 7, pelo jornal O Globo e atribuída a um interlocutor dos ministros do STF. De acordo com informações da Globonews, também foi pedida por Janot a prisão do presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) Sarney, Renan e Jucá foram flagrados em conversas gravadas pelo ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, que, para os investigadores, contêm indícios de conspiração para derrubar todas as apurações ...

    Leia mais
    blank

    Cai o terceiro ministro de Temer: Osório, da AGU

    Demissão de Fábio Medina Osório, nomeado para a Advocacia-Geral da União, foi anunciada neste sábado pelo jornalista Jorge Bastos Moreno, colunista do Globo e porta-voz informal do governo provisório de Michel Temer; são dois os motivos: (1) na base área de Brasília, ele tentou dar uma carteirada para conseguir um jato da Força Aérea Brasileira para viajar a Curitiba; (2) o governo o responsabiliza pela lambança ocorrida na EBC, com a demissão ilegal do presidente Ricardo Melo e a nomeação também ilegal do jornalista Laerte Rimoli, que iniciou um desmonte na empresa, interrompido por decisão do ministro Dias Toffoli; além disso, Osório também se indispôs com a advocacia ao abrir sindicância contra o antecessor José Eduardo Cardozo; com sua degola, ele se soma ao senador Romero Jucá (PMDB-RR) e a Fabiano Silveira, demitidos do Planejamento e da Transparência Do Brasil247 Mantendo a média de um demitido por semana, o governo ...

    Leia mais
    blank

    O que mais pode acontecer com este país?

    Quando os principais empresários, os principais banqueiros e os principais políticos de um país são envolvidos em denúncias, quando delações citam todos os níveis de segmento político, o que pode acontecer? Do Jornal do Brasil  E se neste mesmo país as faculdades estiverem fechadas, as escolas estiverem ocupadas em protesto, a saúde estiver sem médicos, os hospitais estiverem sem condições de atender os doentes, a segurança não tiver condições de proteger os cidadãos, o que poderá acontecer com este país e com seu povo?

    Leia mais
    blank

    Combate a corrupção: em que mãos iremos entregar o Brasil?

    Esse artigo será com diversas questões, para tentar fazer com que as pessoas reflitam e respondam com responsabilidade sobre o que estão buscando para o nosso país. Por Davison Coutinho, do Jornal do Brasil Começo afirmando que as manifestações são legitimas, o povo tem sim que ir às ruas reclamar por seus direitos. Mas, temos que saber que bandeira estamos carregando, sabendo que estamos decidindo sobre o futuro da democracia brasileira. Muitos se dizem contra corrupção e por isso são a favor do impeachment de uma presidenta eleita, democraticamente. Mas será que já se perguntaram em que mãos estamos entregando o Brasil? Seria o vice, Michel Temer do PMDB, o herói que iria de a noite para o dia acabar com a corrupção do país? Vejam bem, como tudo começa errado. Eu sempre assisti nos julgamentos o lugar do juiz e do réu, mas na condução desse processo de impeachment não ...

    Leia mais
    blank

    Políticos que votam impeachment são acusados de mais corrupção que Dilma, diz jornal americano

    A crise política brasileira continua atraindo as atenções da imprensa internacional. Nesta segunda-feira, o jornal americano Los Angeles Timesdivulgou um levantamento feito pela ONG Transparência Brasil sobre os políticos que estão incumbidos de analisar o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff. Do BBC No título da reportagem, a publicação diz: "Os políticos que votam o impeachment da presidente do Brasil são acusados de mais corrupção do que ela". Ao longo do texto, o jornal cita números pesquisados pela ONG sobre os integrantes da Comissão Especial do Impeachment, formada na Câmara para emitir um parecer sobre o pedido de afastamento da petista, e o Congresso como um todo. Segundo a Transparência Brasil, dos 65 membros da comissão – formada por deputados de partidos que apoiam o governo, da oposição e dos chamados independentes –, 37 enfrentam acusações de corrupção ou outros "crimes graves", conforme cita a publicação americana. "Cinco membros ...

    Leia mais
    blank

    Brasil, virá que eu vi

    Essa gente pode ser corrupta, mas o presente está tão minado que será preciso repetir o óbvio: em democracia, toda a gente tem de poder ser investigada. Por Alexandra Lucas Coelho Do Publico 1. Estou no meio da Europa com a cabeça no Brasil, é sexta-feira à noite aqui, grande parte dos meus amigos cariocas estarão na Praça XV, grande parte dos meus amigos paulistas estarão na Avenida, mas nenhum dos que saiu à rua é petralha do poder, tal como nenhum dos que ficou em casa é coxinha do golpe, ou um não-estou-nem-aí, ou isto-só-à-bomba. Todos em angústia, não querem uma guerra civil e querem mil coisas diferentes dentro da mesma: democracia. Nisso, acredito, estão com grande parte do Brasil, apesar dos sabotadores e dos candidatos a salvadores, com seu coro colonial: se um juiz vira rei, deixa de ser juiz, vai nu. Não acredito em Dom Sebastião, acredito no ...

    Leia mais
    blank

    “Não aceitamos que partido político nenhum se aproveite dessa crise pra dar golpe no país”, diz bispo sobre posição da CNBB

    “Tem muita gente posando de santinho, mas que nunca pensou em pobre. E não pensa em pobre. Estão fazendo discurso bonito porque querem o poder, e com isso a CNBB não concorda”, disse, em um discurso forte, Dom Ailton Menegussi Do Revista Fórum No encerramento dos festejos religiosos de São José, em Tauá, no interior do Ceará, o bispo da Diocese de Crateús, Dom Ailton Menegussi, rejeitou de forma veemente o que considera ser uma tentativa de golpe em curso no Brasil. “Nós não aceitamos que partido político nenhum se aproveite dessa crise pra dar golpe no pais”, disse, falando em nome da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). “Os culpados não são desse partido ou daquele só não, não sejamos bobos. Tem corrupto em tudo que é partido. E a corrupção não foi inventada de quinze anos pra cá, não sejamos inocentes”, afirmou. “Nós não estamos interessados em trocar ...

    Leia mais
    blank

    Brasileiro é contra corrupção, mas maioria admite obter vantagens de modo ilegal

    Sete em cada dez pessoas admitem já ter cometido atitudes corruptas em situações cotidianas, segundo levantamento Você acredita que a corrupção é um problema grave no País? A resposta da maioria dos brasileiros para essa pergunta é sim, conforme pesquisa realizada pela Confederação Nacional da Indústria na semana passada. Mas como entender essa situação quando o brasileiro é ao mesmo tempo autor e vítima desse problema? por Último Segundo De acordo com estudo divulgado nesta quinta-feira (4) pelo Instituto Data Popular, sete em cada dez brasileiros admitem já ter cometido atitudes corruptas em situações cotidianas. O mesmo levantamento, no entanto, mostra que somente 3% da população se considera corrupta. O instituto ouviu 3.500 pessoas em 146 cidades de todo o País na primeira quinzena de janeiro e constatou que a atitude ilícita mais comum no dia a dia do brasileiro é comprar produtos piratas. O ato foi admitido por 67% dos entrevistados, enquanto 75% afirmaram que conhecem alguém que já cometeu essa atitude. O uso indevido ...

    Leia mais
    blank

    O vídeo que vai gerar desconforto em muita gente que diz ‘abominar a corrupção’

    É a vida corrompida e corrompida... Assista ao clipe completo aqui: http://glo.bo/1P5qiv5 Publicado por Tá no Ar em Quarta, 20 de janeiro de 2016 no HuffPost Brasil  por  Amauri Terto Você abomina corrupção, certo? Mas será que nunca comprou um produto pirata, furou fila no banco, falsificou uma carteirinha de estudante para pagar meia-entrada ou fez um retorno na contramão?São esses episódios do dia a dia do brasileiro que o humorista Marcelo Adnetaborda no Musical do Jeitinho Brasileiro, um dos esquetes exibidos na Rede Globo nesta terça-feira (19), na estreia da nova temporada do programa Tá No Ar. “Eu deixo uma cerveja que é pra não pagar fiança. É a vida: corrompida e corrompida”, diz o início da música – uma versão de O Que é, o Que é, de Gonzaguinha (confira no player acima). Com boa dose de ironia, o humorista cutuca essa característica ambígua do brasileiro de condenar a corrupção e, ao mesmo tempo, ter ...

    Leia mais
    blank

    Por que corruptos do mundo todo abrem contas em bancos suíços?

    Porque os banqueiros suíços têm o direito, garantido por lei, de não revelar quem são seus clientes. Por Giovana Sanchez Do Brasil Post Os bancos são a grande fonte de riqueza do país – os outros clichês suíços (chocolates, queijos e relógios) têm participação bem menor na economia. As 369 instituições financeiras mantêm cerca de US$ 2,4 trilhões em seus cofres – 27% de todo o dinheiro depositado fora de seu país de origem. Seu grande atrativo é um recurso chamado sigilo fiscal, que garante anonimato ao cliente e atrai milionários de basicamente todos os países. Na primeira metade do século passado, muitos europeus, descontentes com a inflação de seus países, levaram seus montantes para os bancos suíços. O recurso do anonimato, no entanto, atraiu todo tipo de investidor – principalmente quem queria esconder dinheiro. Foi durante a 2ª Guerra que ocorreu o ápice da lavagem de dinheiro por bancos suíços: ...

    Leia mais
    blank

    ‘Voto de cada brasileiro passa a ter o mesmo peso’

    Segundo João Ricardo Costa, presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), decisão do Supremo Tribunal Federal de vetar o financiamento privado de campanhas “é a melhor notícia que o Judiciário poderia dar à sociedade brasileira para combater à corrupção no País”; para a entidade, que representa 15 mil juízes em todo o País, a medida resgata o valor das urnas: “O voto de cada brasileiro passa a ter o mesmo peso” Do Brasil 247 A Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), a maior entidade da categoria, saudou a decisão do Supremo Tribunal Federal de vetar o financiamento privado de campanhas. “É a melhor notícia que o Judiciário poderia dar à sociedade brasileira para combater à corrupção no País”, afirma o presidente da associação, João Ricardo Costa, em nota divulgada nesta quinta-feira. Segundo ele, a decisão resgata o valor das urnas. “O voto de cada brasileiro passa a ter o mesmo peso”, diz, em entrevista ...

    Leia mais
    blank

    Por 8 votos a 3, STF proíbe doações de empresas a políticos

    Depois de um ano e nove meses, o STF (Supremo Tribunal Federal) concluiu nesta quinta-feira (17) o julgamento da proibição das doações de empresas a candidatos e partidos políticos. No DCM Por 8 votos a três, o tribunal considerou as doações inconstitucionais. A ação que contestou as contribuições empresariais no financiamento político foi movida em 2013 pela OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), com o argumento de que o poder econômico desequilibra a disputa eleitoral. Segundo o ministro Ricardo Lewandowski, presidente da Corte, a proibição já vale para as eleições municipais de 2016, “salvo alteração legislativa significativa”. O julgamento começou em dezembro de 2013 e foi interrompido duas vezes. Em 2013, o ministro Teori Zavascki pediu vista e, em abril de 2014, o ministro Gilmar Mendes fez o mesmo. O julgamento só foi retomado nesta quarta-feira (16). Ontem, Mendes votou pela permissão das contribuições eleitorais das empresas. Também votou favoravelmente ...

    Leia mais
    O Movimento Brasil Contra a Corrup‹o, grupo apartid‡rio realiza Marcha Contra a Corrup‹o na Esplanada dos Ministerios

    Corrupção: os 4 erros mais comuns nas interpretações dos “escândalos”

    Existem quatro erros comuns que se repetem cada vez que um caso de corrupção vem à tona e se transforma no “escândalo”, sobre os quais precisamos refletir: por Jean Wyllys Do Pragmatismo Politico 1) O problema da corrupção não são os casos individuais, porém, cada vez que um caso de corrupção estoura na mídia, é tratado como se fosse um caso isolado. Assistimos, então, à construção de um “vilão”, sobre o qual recai a culpa por algo que não é mais do que um sintoma de um problema sistêmico. Nenhum partido (nem o PSOL) está isento de ter, em suas fileiras, um corrupto. Se o problema fosse apenas existirem pessoas corruptas, não seria tão grave: a solução seria apenas identificar e expulsá-las. Mas sabemos que o problema não é esse. A corrupção é um componente inevitável de um sistema de governo em que as campanhas são financiadas por bancos, empreiteiras, ...

    Leia mais
    blank

    É preciso dar um basta na corrupção no jornalismo

    A categoria de jornalista devia se mobilizar num movimento pela ética no jornalismo. Isso porque a corrupção no jornalismo ganhou proporções inimagináveis. É chegada a hora de dar um basta nisso! Por Laurez Cerqueira, no Limpinho e Cheiroso Grosseiramente, convencionou-se que corrupção é roubar dinheiro público. Estão restringindo o significado da palavra a isso. Mas é muito mais que isso. A denúncia falsa, a mentira, a deturpação, a adulteração, a manipulação, da informação, é um ato de corrupção, tão pernicioso quanto afanar dinheiro do povo. Se for uma imposição dos patrões das corporações de comunicação, que exploram as concessões de serviço público, aos profissionais, que sejam denunciados nas instâncias devidas, que o Estado dê respaldo aos profissionais para o exercício digno de suas funções. O que não pode continuar é a formação de impérios empresariais como as Organizações Globo, Grupo Abril, Folha, Estado, e outros, por exemplo, que fazem o que querem, ...

    Leia mais
    blank

    Professor do Estado denuncia fraudes em escola e é preso na frente dos alunos

    Irregularidades de A a Z no Colegiado Escolar do Centro Territorial de Educação Profissional Itaparica (Cetep Itaparica I), no município de Paulo Afonso, interior da Bahia, foram expostas pelo professor de Física da unidade, José Messias Oliveira, conhecido popularmente como Dom Bahia. De acordo com o denunciante, acúmulo de funções, nepotismo, contratação de pessoas sem capacitação e recebendo “por fora”, trapaças no programa do Governo Federal Pronatec e funcionários contratados que nunca apareceram no local de trabalho "brotam no Cetep". Depois que procurou o Ministerio Público Estadual, o Ministério Público Federal e a Ouvidoria do Estado para relatar tudo o que considera que está errado, teve a aula interrompida, foi preso e colocado no camburão na frente dos alunos com a justificativa da polícia de que “perturbava o sossego e a ordem na unidade educacional”. Por Marivaldo Filho , do Bocão News De acordo com o professor, quando quatro policiais militares ...

    Leia mais
    Página 1 de 3 1 2 3

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Instagram

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist