sexta-feira, janeiro 27, 2023
InícioÁfrica e sua diásporaPatrimônio CulturalSerena vence Kerber e iguala Graf como recordista de Grand Slams

Serena vence Kerber e iguala Graf como recordista de Grand Slams

serena wins graf

Após duas tentativas frustradas com derrotas nas finais do Aberto da Austrália e Roland Garros, a americana Serena Williams enfim igualou o recorde da alemã Steffi Graf como maior vencedora de Grand Slams na era aberta do tênis. Neste sábado, a tenista número um do mundo derrotou a alemã Angelique Kerber na decisão de Wimbledon por 2 sets a 0, parciais de 7/5 e 6/3, e agora tem 22 títulos deste nível, mesmo número de Graf.Porém, com 34 anos e um nível de tênis ainda muito alto, um recorde absoluto de Serena parece questão de tempo. A próxima tentativa para deixar Graf para trás será no Aberto dos Estados Unidos, em setembro. Vale lembrar que a australiana Margaret Court tem 24 títulos de Grand Slam, mas 13 deles antes da era aberta que começou em 1968.

Revanche e fim da sina de vices em Slams

serena-williams-conquista-torneio-de-wimbledon-1468076909905_615x300

O duelo com Kerber também significou para Serena Williams uma revanche pela derrota no Aberto da Austrália. Na ocasião, em sua primeira decisão para igualar recorde, a americana foi surpreendida pela alemã, que ganhou por 2 sets a 1 em um jogo bastante equilibrado.

Serena ainda teve outra chance de vencer seu 22º título de Slam na final de Roland Garros, quando perdeu para a espanhola Garbiñe Muguruza por 2 sets a 0. Este foi o sétimo título da americana na grama londrina.

Todos os títulos de Serena em Grand Slam.

Wimbledon: 2002, 2003, 2009, 2010, 2012, 2015 e 2016
Aberto da  Austrália: 2003, 2005, 2007, 2009, 2010 e 2015
US Open: 1999, 2002, 2008, 2012, 2013 e 2014
Roland Garros 2002, 2013 e 2015

angelique-kerber-durante-final-de-wimbledon-contra-serena-williams-1468074738678_615x300

1º set: Serena paciente e impecável no saque

Diferente da final do Aberto da Austrália, quando se incomodou com as longas trocas de bola com Kerber, Serena Williams trabalhou em cada ponto e sempre esteve mais próxima de quebrar o saque da adversária do que perder o seu. Tanto que não cedeu sequer um break point e conseguiu surpreender a rival no momento decisivo, fechando por 7 a 5 no quinto break que teve.

Mais agressiva, ela conseguiu 24 bolas vencedoras na parcial contra apenas seis de Kerber. Se considerada a agressividade demonstrada, Serena ainda cometeu poucos erros: 14 não forçados, contra cinco da rival.

2º set: Pequeno susto e sem chance perdida

serena-williams-durante-final-de-wimbledon-contra-kerber-1468074655215_615x300

O panorama do segundo set foi exatamente o mesmo do primeiro, com Serena trabalhando os pontos à espera de uma brecha de Kerber. Só que desta vez a americana levou um pequeno susto, evitando a quebra no sétimo game. Foi a única chance da alemã em toda a partida.

Na sequência, Serena não desperdiçou. Saiu de uma desvantagem de 40-15, conseguiu a quebra e fechou por 6 a 3 com extrema rapidez, sem perder um ponto sequer.

O que disseram as jogadoras

Serena: “Foi incrivelmente difícil tentar deixar de pensar nessa marca. Tive duas chances nesse ano, mas perdi para grandes adversárias. Isso só deixa a vitória mais doce, porque sei o quão duro trabalhei para alcançá-la. Nessa quadra, eu me sinto em casa. Adoro jogar aqui, estou tão feliz, muito obrigada”

Kerber: “Parabéns, Serena, você é uma grande campeã. É sempre uma honra enfrentar você e jogar aqui na quadra central é a melhor sensação possível”

Presença no camarote

Para acompanhar a conquista histórica de Serena Williams, o casal Beyoncé e Jay-Z viajou a Londres e torceu pela americana em seu camarote.

 

beyonce-wimbledon.jpg.size.custom.crop.850x554 beyonce-e-jay-z-no-camarote-de-serena-williams-durante-final-de-wimbledon-1468074829720_615x300

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench