“Sexo e as Negas” deve ser encerrada na primeira temporada

Após receber denúncias por reforçar o racismo, a direção da Globo está cada vez mais decidida a encerrar a produção de “Sexo e as Negas”. Dessa forma, de acordo com a colunista Keila Jimenez, do jornal “Folha de S. Paulo”, dificilmente a série ganhará novas temporadas.

Criada por Miguel Falabella, 57, a direção da emissora acredita que o nome do seriado foi mal escolhido. Ou seja, as polêmicas provocadas pela comédia não existiriam se ela fosse chamada de outra maneira.

Antes mesmo da estreia, um grupo de manifestantes protestou contra “Sexo e as Negas” e chegou até a pichar a fachada do prédio da Globo, em São Paulo.

Em recentes entrevistas, Miguel Falabella negou qualquer intenção de ser racista. A série foi inspirada em “Sex and the City”, produzida nos Estados Unidos entre 1998 e 2004, e que já foi para as telonas.

 

 

Fonte: Yahoo 

+ sobre o tema

Desigualdade de gênero no trabalho doméstico aumenta com casamento

Mulheres são as principais responsáveis por lavar e passar...

Cármen Lúcia: machismo e preconceito sustentam violência contra mulher

A declaração foi dada na manhã de hoje (18/8)...

Um detalhe

No meio de intenso bombardeio em que está imerso...

para lembrar

‘Sobrevivi à chacina da Candelária, me formei e levei arte à Casa Branca’

"Há 29 anos eu morava na rua quando aconteceu...

A síndrome “cansei” da feminista branca: uma resposta a Nancy Fraser

Por Brenna Bhandar e Denise Ferreira da Silva, no...

Laura Capriglione: é essa gente sem educação que quer assumir o poder?

‘Em pleno Dia Internacional da Mulher, os ricos resolveram...

Moçambique: Competência de nova Governadora posta em causa por machismo

Recentemente em Moçambique teve lugar atomada de posse do...
spot_imgspot_img

Aborto legal: ‘80% dos estupros são contra meninas que muitas vezes nem sabem o que é gravidez’, diz obstetra

Em 2020, o ginecologista Olímpio Moraes, diretor médico da Universidade de Pernambuco, chegou ao hospital sob gritos de “assassino” porque ia interromper a gestação...

O que está em jogo com projeto que torna homicídio aborto após 22 semanas de gestação

Um projeto de lei assinado por 32 deputados pretende equiparar qualquer aborto realizado no Brasil após 22 semanas de gestação ao crime de homicídio. A regra valeria inclusive para os...

Moraes libera denúncia do caso Marielle para julgamento no STF

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), liberou nesta terça-feira (11) para julgamento a denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR) contra...
-+=