Sidney Santiago interpreta boxeador gay em “Diamante, o Bailarina”. Filme integra o 24o Festival MixBrasil

Inspirado nas músicas “Fight” e “I’m a cult hero”, da banda britânica The Cure, o curta “Diamante, o bailarina” conta a história de um boxeador gay. Diamante (Sidney Santiago) ganha fama no esporte por seu domínio corporal e seus golpes, que lembram uma dança no ringue e lhe rendem o apelido de “O bailarina”. O que poucos sabem é que, à noite, ele dança em um clube LGBT como a glamourosa drag queen Sahara Diamante. O filme integra a programação do 24o Festival MixBrasil de Cultura da Diversidade, na Mostra Competitiva Brasil. O curta será exibido no dia 13 de novembro de 2016, às 18h30 e terça-feira, dia 15 de novembro, às 20h30, no Centro Cultural São Paulo – Sala Lima Barreto ( Rua Vergueiro, 1000 – Paraíso)

Enviado para o Portal Geledés 

Ao longo de sua jornada, Diamante tem de lidar com um treinador preconceituoso, que quer impedi-lo de competir em um importante torneio de boxe. A produção foi uma das vencedoras do edital do 20° Cultura Inglesa Festival. O diretor do filme é o cineasta Pedro Jorge, graduado em Cinema pela Universidade Anhembi Morumbi em São Paulo com especialização em montagem pela Escuela Internacional de Cine y Televisión de San Antonio de los Baños em Cuba. Dirigiu premiados curtas-metragens, medias-e diversos videoclipes de bandas da capital paulista. O ator Sidney Santiago, que neste filme atua ao lado de João Acaibe, é um dos fundadores da Cia. Os Crespos, grupo teatral que neste ano realizou os projetos “De Brasa e Pólvora” e o espetáculo “Alguma coisa a ver com uma missão”, este, com temporada encerrada recentemente. Sidney esteve em cartaz em 2016 com o longa “Mundo Deserto de Almas Negras”.

sidney

Segundo Sidney Santiago este filme é importante porque discute a representação de um jovem negro. A forma como acontece esta discussão é distanciada de como normalmente este jovem é retratado em nossa sociedade.”Trata-se de um jovem esportista, gay, boxeador e que à noite é uma Drag Queen. Acho importante pensarmos nesta pluralidade de meninos negros. E também retirar destes meninos os esteriótipos da violência e da brutalidade. Em um momento de evidência do massacre da juventude negra nas periferias e também das juventudes LGBTs é importante que tenhamos outras representações sobre estas populações. Estou muito feliz porque acho que este filme porque ele traz a dignidade deste jovem”, explica o ator.

Sinopse reduzida

Diamante é um boxeador gay que se destaca por seu domínio corporal e sua rapidez com o jogo de pernas. À noite, ele se apresenta como drag queen em uma boate. Preconceituoso, seu técnico Cezão o tira de um importante campeonato de boxe. Mas Diamante quer ser campeão.

sydnei1

Ficha Técnica

DIREÇÃO E ROTEIRO: Pedro Jorge ELENCO: Sidney Santiago, João Acaiabe, Thaís Medeiros, Roberto Alencar PRODUÇÃO EXECUTIVA: Issis Valenzuela DIREÇÃO DE PRODUÇÃO: Brenno Fernandes DIREÇÃO DE FOTOGRAFIA: Otávio Pupo DIREÇÃO DE ARTE: Daniela Aldrovandi ASSISTENTE DE DIREÇÃO: Helena Ungaretti SOM DIRETO: Gustavo Nascimento PRODUÇÃO: Tabuleiro PATROCÍNIO: Edital do 20o Cultura Inglesa Festival DURAÇÃO: 22 minutos

24o Festival MixBrasil de Cultura da Diversidade

Mostra Competitiva Brasil

13 de novembro de 2016, às 18h30

Terça-feira, dia 15 de novembro, às 20h30

Local: Centro Cultural São Paulo – Sala Lima Barreto ( Rua Vergueiro, 1000 – Paraíso)

INGRESSOS GRATUITOS: distribuição 1 hora antes da exibição do filme

+ sobre o tema

John Kerry: “É hora de apagar o estupro do léxico da guerra”

O chefe da diplomacia dos EUA encerra a cúpula...

Governo feminista assume o Chile e descriminalização do aborto é pauta central

Quando o presidente mais jovem da história do Chile,...

Cinema no Recife bane por um ano diretores Cláudio Assis e Lírio Ferreira

Os diretores pernambucanos Cláudio Assis ("Amarelo Manga" e "Febre...

Governo Federal promove campanha de combate à violência contra trans.

O lançamento foi em conjunto com a Secretaria de...

para lembrar

Faculdade de Educação da UFRJ tem primeira mulher negra como diretora

Neste ano, a Faculdade de Educação da Universidade Federal...

Mulheres negras, criminalizadas pelas mídias, violadas pelo Estado

Para Carolina Maria de Jesus, que em 2014 celebramos seus...

Alisando o Nosso Cabelo, por Bell Hooks

Apesar das diversas mudanças na política racial, às mulheres...

“Precisamos romper o ciclo de abuso de poder sobre o aborto”

O caso da criança de 11 anos que, grávida...
spot_imgspot_img

Documentário sobre Lélia Gonzales reverencia legado da ativista

Uma das vozes mais importantes do movimento negro e feminista no país, Lélia Gonzales é tema do Projeto Memória Lélia Gonzalez: Caminhos e Reflexões Antirracistas e Antissexistas,...

Aborto legal: ‘80% dos estupros são contra meninas que muitas vezes nem sabem o que é gravidez’, diz obstetra

Em 2020, o ginecologista Olímpio Moraes, diretor médico da Universidade de Pernambuco, chegou ao hospital sob gritos de “assassino” porque ia interromper a gestação...

Lançamento do livro “A importância de uma lei integral de proteção às mulheres em situação de violência de gênero”

O caminho para a criação de uma lei geral que reconheça e responda a todas as formas de violência de gênero contra as mulheres...
-+=