STJ nega habeas corpus e Danilo terá de pagar R$ 350 mil por caso de racismo

Ex-jogador do Palmeiras terá de pagar o valor referente a 500 salários mínimos, após ofender Manoel, do Atlético-PR, em partida realizada em 2010

 

O STJ (Superior Tribunal de Justiça) negou o habeas corpus pedido pela defesa do zagueiro Danilo, ex- Palmeiras , por caso de racismo ocorrido em 2010, em que teria ofendido Manoel, do Atlético-PR. O jogador, que atua pela Udinese, terá de pagar a quantia de R$ 350 mil.

O incidente aconteceu na partida entre Palmeiras e Atlético-PR, no dia 15 de abril de 2010, pela Copa do Brasil. Após o jogo, que terminou 1 a 0 para o time paulista, Manoel compareceu à delegacia e prestou queixa contra Danilo. O atleticano acusou o então palmeirense de chamá-lo de “macaco” e de cuspir em seu rosto, cena captada pelas câmeras de televisão.

Em janeiro desse ano, Danilo foi condenado a cumprir um ano de reclusão em regime aberto. Porém, como é réu primário, a pena pôde ser substituída pelo pagamento de 500 salários mínimos, cerca de R$ 350 mil, que seria destinado a uma instituição assistencial.

A defesa do jogador recorreu e o recurso foi negado na manhã desta quarta-feira. Dessa forma, o zagueiro da Udinese terá de pagar o valor combinado.

 

 

Fonte: iG

+ sobre o tema

Artigo: Violência contra a mulher não pode ser banalizada

No último Dia dos Namorados, circulou, nas redes sociais,...

Foto de soldados britânicos fazendo saudação nazista é investigada

  Dois soldados britânicos foram fotografados em uma...

Bombril é acusada de racismo por campanha com empregada doméstica negra

Marca afirma que escolha de doméstica para anúncio no...

para lembrar

PA: MPF denuncia delegado da PF pelo assassinato de indígena

Ministério Público Federal (MPF) anunciou nesta quinta-feira (10) que...

O Racismo é um Camaleão Poliglota é lançado, nacionalmente, em Brasília

O Racismo é um Camaleão Poliglota-Crônicas de Palmares/Alagoas é...

Amazonas é um dos Estados mais racistas, afirma pesquisadora

'Ele nega e silencia sobre a presença negra nessa...
spot_imgspot_img

Como o diabo gosta

Um retrocesso civilizatório, uma violência contra as mulheres e uma demonstração explícita do perigo que é misturar política com fundamentalismo religioso. O projeto de lei...

Homens, o tema do aborto também é nossa responsabilidade: precisamos agir

Nesta semana, a escritora Juliana Monteiro postou em suas redes sociais um trecho de uma conversa com um homem sobre o aborto. Reproduzo aqui: - Se liberar o...

A falácia da proteção à vida

A existência de uma lei não é condição suficiente para garantir um direito à população. O respaldo legal é, muitas vezes, o primeiro passo...
-+=