Taboão da Serra terá filmes clássicos no mês da Consciência Negra

A Prefeitura Municipal de Taboão da Serra, através da Secretaria de Cultura e Turismo e da Coordenadoria da Promoção da Igualdade Racial, exibirá os filmes “Sarafina – O som da liberdade” e “Orfeu no carnaval”, na quarta (9) e na quinta (10), respectivamente. A exibição dos filmes faz parte das atividades do mês da “Consciência Negra”, que promove a igualdade racial. Os filmes serão exibidos às 20h, a entrada é franca e as sessões estarão abertas para todo o público. As escolas que desejarem levar seus alunos deverão se inscrever antecipadamente.

Sarafina – O Som da Liberdade

Dia 9 de novembro, às 20h

Direção: Darrell Roodt

Roteiro: Mbongeni Ngema

Elenco: Whoopi Goldberg, Leleti Khumalo, Miriam Makeba

Gênero: Musical

Duração: 120 minutos

Ano: 1992

Censura: Aconselhável para maiores de 12 anos

Sinopse:

O filme retrata a realidade cultural e escolar de alunos que vivem marginalizados e seus familiares são explorados pelo regime do Apartheid, na África do Sul. Uma professora conscientiza seus alunos que é possível haver mudanças através da luta, pois sem uma tomada de consciência do povo e de seus dirigentes a realidade não poderia mudar. Uma das alunas, Sarafina e outros jovens assumem a luta pelo fim do apartheid, uma luta contra a opressão e descriminação racial, para assim conseguir a igualdade de direitos e conquistar a liberdade do povo sul africano.

Orfeu do Carnaval (1959)

Dia 10 de novembro, às 20h

Direção: Marcel Camus

Elenco: Breno Mello, Marpessa Dawn, Lourdes de Oliveira, Léa Garcia.

Gênero: Drama

Duração: 103 min

Ano: 1959

Censura: Aconselhável para maiores de 12 anos

Sinopse:

O condutor de bonde e sambista Orfeu, se apaixona pela jovem Eurídice, no Carnaval. Ela nasceu no interior e veio pra o Rio de Janeiro. Orfeu mora no morro. Apesar de todo o clima de carnaval e folia, o romance entre Orfeu e Eurídice leva o espectador há uma viagem que mexe com os sentimentos mais profundos. A plasticidade das belas paisagens cariocas, da década de 1950, são retratadas com maestria neste filme em meio a ocupação dos morros cariocas e afirmação da cultura negra, que se proliferava com muita resistência.

Serviço:

Serafina – O som da liberdade

Local: Cemur – Praça Nicola Vivilechio, s/n – Jardim Bontempo

Data: 9 de novembro, às 20h

Entrada franca!

Orfeu do carnaval

Local: Cemur

Data: 10 de novembro, às 20h

Entrada franca!

Informações e agendamentos de escolas: 4137-1780 / 4787-1377

+ sobre o tema

Naomi Campbell adere a campanha contra o racismo nas passarelas

Bethann Hardison, conhecida como guru do universo fashion, lançou...

Por um Distrito Federal sem racismo

No Dia da Consciência Negra, a AGÊNCIA BRASÍLIA entrevista...

Escócia quer retratação de Neymar e CBF por acusação de racismo

Por Marcos Felipe   Federação do país manda...

para lembrar

O primeiro quilombo urbano reconhecido no Brasil

Fonte: Ecodebate- O primeiro quilombo urbano reconhecido no...

Lívia Graciano – Jekyll & Hyde

A trajetória profissional de Lívia Graciano tem toques de...

Os 40 anos de independência de Moçambique

Os moçambicanos comemoram hoje o fim do período colonial. Do Rede...
spot_imgspot_img

Ex-seguranças da Chic Show, amigas se emocionam em festival: ‘Chorei muito’

A Chic Show, festa/baile black símbolo da resistência cultural negra paulistana, celebra 50 anos em grande estilo com um festival no Alianz Parque neste...

Gilberto Gil afirma que não se aposentará totalmente dos palcos: “continuo querendo eventualmente cantar”

No fim de junho, saiu a notícia de que Gilberto Gil estava planejando sua aposentadoria dos palcos. Segundo o Estadão, como confirmado pela assessoria do...
-+=