segunda-feira, junho 1, 2020

    Tag: lei10.630/03

    blank

    Inscreva-se: Curso de Formação do Ensino da Cultura Afro-brasileira e Africana

    Estão abertas as inscrições para a terceira edição do Curso de Formação do Ensino da Cultura Afro-brasileira e Africana, organizado pelo Fórum de Promoção da Igualdade Racial “Benedita da Silva” em parceria com a Câmara Municipal de Diadema. Clique aqui para se inscrever. Do  Periferia em Movimento O Fórum, criado em 2012, reúne entidades e associações do movimento negro que há mais de 20 anos vêm se reunindo e discutindo políticas de ações afirmativas e a erradicação de toda e qualquer forma de racismo e de preconceito no município localizado no ABCD Paulista. O objetivo do curso é ampliar os conhecimentos sobre a história e a realidade de lutas do movimento negro brasileiro, com ênfase em Diadema. O curso também traz a iniciativa de colaborar e contribuir na aplicação da lei federal 10.639/03 e 11.645/08 que alterou a Lei de Diretrizes Básicas do Estado Nacional, tornando obrigatória a inclusão das culturas ...

    Leia mais
    blank

    CyberQuilombo: uma galera resolveu tirar do papel o ensino de cultura negra nas escolas

    O que gêneros musicais como soul, jazz, funk e samba têm a ver com os 400 anos de escravidão? Por Maryane Silva no É Nóis A música é consequência da violência contra os negros e fazendo essa ligação entre o dia a dia e a história que começa um dos vídeos do CyberQuilombo, um projeto que usa vídeoaulas pra ensinar história e cultura negras como está previsto em lei. É isso: o ensino de História e Cultura Africana e Afro-Brasileira é obrigatório pras escolas do nível fundamental e médio no Brasil, tá na Lei nº 10.639, de 2003. O problema é fazer com que ela seja cumprida e é isso o que CyberQuilombo se propõe. Como os professores vão abordar isso em sala de aula? Como trazer isso para o contexto atual? Há pouco conteúdo – e, às vezes, até falta de interesse – para falar sobre a história a partir da visão do negro, entender a formação do ...

    Leia mais
    iStockphoto

    Racismo em prova da Seduc vai parar no Ministério Público

    Duas tirinhas. Uma criança é informada que durante o dia terá que fazer aulas de francês, futebol, música e reforço escolar. Diante da agenda, o garoto pergunta: “Que horas eu vou ser criança?” Na segunda, um menino desapontado reclama que o carrinho que ele pediu não era o carrinho que tinha recebido, de mão, destes usados na construção civil. por Tatiane Calixto no A Tribuna iStockphoto Na primeira situação, o menino é branco. Na segunda, negro. Para a secretaria de Educação de Santos, que utilizou as tirinhas em uma prova, a questão central era a vontade de cada um deles de ser criança. Para o Educafro Valongo, foi o racismo. A pergunta era sobre qual o assunto comum entre os dois textos e integrava uma avaliação aplicada, no último dia 16, a todos os alunos do 4º ano do Ensino Fundamental da rede municipal, como forma ...

    Leia mais
    blank

    África que a mídia não mostra para você

    Uma criança negra e raquítica pedindo esmolas com um olhar perdido em uma paisagem árida e suja. Esse é o arquétipo que a mídia por anos vendeu sobre o “infeliz povo africano”. Embora a miséria seja uma realidade no continente, a narrativa de que tudo é fome, miséria e tragédia nunca esteve perto da verdade. Por Silnei L Andrade , no Mochila Brasil Trabalhar com a pobreza explícita também  tem sido a tática de comunicação de algumas ONGs que usam a miséria para angariar fundos. A tática pode até ser eficaz em aumentar os lucros, mas carimba a imagem de todo um continente que definitivamente tem muito a mostrar para o mundo. Chimamanda Ngozi Adichie é uma romancista nigeriana que veio de uma família de classe média. O pai é professor e a mãe administradora.  Adichie foi estudar em uma universidade americana aos 19 anos de idade e em uma palestra proferida para o TED  , ela conta sobre sua experiência, de como sua companheira de quarto ficou chocada ao descobrir que ela podia falar Inglês ...

    Leia mais
    Foto: Rafaela Felicciano/Metrópoles

    A importância da Lei 10.639 para a erradicação do racismo

    Ao contrário do que se possa pensar, a implementação da Lei 10.639/2003 não cabe tão somente no currículo oficial da rede de ensino do nosso país. Por se tratar do ensino da História das Civilizações Africanas, um assunto inédito nos estabelecimentos de ensino fundamental e médio, nunca estudado por nenhum brasileiro em sua formação acadêmica, é um lapso que se torna imperativo preencher. Por isso toda e qualquer iniciativa da sociedade civil e do governo que possam incluir em suas programações e informações nessa área, através de seminários, entrevistas, cinema, teatro e outras ações, serão sempre de grande valia para erradicar o nosso desconhecimento nesse assunto de grande importância e ignorado pelas autoridades por razões óbvias. Por: Vanda Maria Ferreira, no, Bancários Rio  Foto: Rafaela Felicciano/Metrópoles A discriminação racial no Brasil é responsável por parte significativa das desigualdades entre negros e brancos, mas, também, das desigualdades sociais em geral. ...

    Leia mais
    historia_da_africa

    LEI 10.639 Coleção História Geral da África-português

    8 volumes da edição completa. Brasília: UNESCO, Secad/MEC, UFSCar, 2010. LEI 10.639 - Coleção História Geral da África - português - coleção completa. Resumo: Publicada em oito volumes, a coleção História Geral da África está agora também disponível em português. A edição completa da coleção já foi publicada em árabe, inglês e francês; e sua versão condensada está editada em inglês, francês e em várias outras línguas, incluindo hausa, peul e swahili. Um dos projetos editoriais mais importantes da UNESCO nos últimos trinta anos, a coleção História Geral da África é um grande marco no processo de reconhecimento do patrimônio cultural da África, pois ela permite compreender o desenvolvimento histórico dos povos africanos e sua relação com outras civilizações a partir de uma visão panorâmica, diacrônica e objetiva, obtida de dentro do continente. A coleção foi produzida por mais de 350 especialistas das mais variadas áreas do conhecimento, sob a direção de um Comitê Científico Internacional ...

    Leia mais

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Instagram

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist