Tag: mulher trans

Ilustração: Caio Baldi

Oportunidades para mulheres negras cis e trans!

Mulheres negras cis e trans: queremos vocês no nosso projeto! O Museu da Vida torna público o processo seletivo de duas profissionais de nível superior e uma bolsista graduanda para atuar no projeto “Meninas negras na ciência: a divulgação científica como estratégia de promoção da saúde, cidadania e empoderamento”. A proposta é potencializar o trabalho educativo-cultural do Museu com escolas e organizar atividades para 25 meninas negras, estudantes de escolas públicas dos territórios de Manguinhos, Maré, Jacarezinho e Complexo do Alemão, cursando o ensino médio. Para atingir os objetivos do projeto, serão utilizadas diferentes estratégias, como rodas de conversa, cine-debates, palestras, dinâmicas e apresentações artísticas. Queremos montar uma rede colaborativa de trabalho, que será construída com a participação de cientistas e movimentos sociais. As atividades serão realizadas de modo remoto e/ou presencial, conforme as diretrizes do Plano de Contingência da Casa de Oswaldo Cruz, em linha com as determinações das autoridades sanitárias do país e da própria Fiocruz para ...

Leia mais

Lea T.: “Faço questão de falar que sou mulher trans, latina e negra”

Top model, que desfila pela Água de Coco, debateu o machismo, feminismo, transfobia e como lida com os haters nas redes sociais Por Thalita Peres, Da Revista Marie Claire A modelo trans Lea T Lea T. é uma das estrelas do desfile da Água de Coco, que acontece no Mercado Municipal de São Paulo, nesta quinta (29). Durante a prova de roupas para a apresentação, a top model bateu um papo exclusivo com a Marie Claire sobre moda, haters, machismo e transfobia.   Haters "Os haters não surgiram na minha vida por causa das redes sociais. Sempre tive que lidar com o ódio, já era uma realidade que vivia. O que eu faço com eles é mostrar dados. Explicar no que estão errado. A comunicação é uma arma que podemos usar contra o preconceito e a opressão. O que tenho medo ...

Leia mais

Primeira negra trans toma posse como deputada estadual em São Paulo

Nascida em Pernambuco e vivendo em SP há 16 anos, a educadora Erica Malunguinho recebeu 55.423 votos Do Correio Braziliense (foto: Reprodução/Facebook)   Os deputados estaduais eleitos por São Paulo tomaram posse nesta sexta-feira (15/3). Entre os 94 parlamentares que assumiram a cadeira pelos próximos quatro anos, uma destaca-se pelo ineditismo. Erica Malunguinho (PSOL) é a primeira negra trans a ser empossada, em 185 anos da Casa. Logo após a posse, Erica — que chegou a ter a história contada por jornais internacionais — compartilhou uma notícia que exaltava o efeito, escrevendo na legenda que este "não é um dia comum". "Os livros no futuro irão documentar sobre a importância histórica deste dia 15 de março de 2019 para toda a comunidade negra de São Paulo e país afora", enfatizou. Antes, na semana em que foi eleita, a deputada agradeceu os 55.423 votos recebidos e destacou ter ...

Leia mais
Bruna Benevides, ativista e mulher trans. Foto: Arquivo pessoal

No Dia Laranja, ONU Brasil aborda violência de gênero contra mulheres trans e travestis

Para marcar este 25 de janeiro, #DiaLaranja pelo Fim da Violência contra as Mulheres e Meninas, a ONU Brasil apresenta a história de Bruna Benevides, mulher trans que criou um dossiê para documentar a violência contra travestis e transexuais. Da ONU O ativismo de Bruna também inclui projetos para a inclusão da população trans no ensino superior e para a capacitação de agentes de segurança, a fim de combater a discriminação no atendimento a pessoas LGBT. Bruna Benevides, ativista e mulher trans. Foto: Arquivo pessoal Bruna Benevides é militante e defensora dos direitos humanos da população LGBTI, em especial das pessoas trans e travestis. Coordenadora e articuladora do Instituto Brasileiro Trans de Educação e presidenta do Conselho LGBT de Niterói, ela também é vice-presidenta da Rede Nacional de Operadores de Segurança Pública LGBT. Bruna se identifica como “uma mulher trans, identificada pela sociedade como travesti”. Desde ...

Leia mais

Liniker se diz privilegiada, mas ainda vê discriminação: “Todo dia”

Liniker falou de sua transexualidade no "Conversa com Bial" de segunda-feira (5). A cantora se orgulha do que conquistou até aqui e cita as estatísticas de violência LGBTQIA+ ao citar as lutas contra a discriminação que encara. por Jonathan Pereira no UOL Liniker se apresenta no segundo dia do Lollapalooza. Show teve problema técnico e acabou antes do esperado Imagem: Mila Maluhy / Divulçação "Todo dia , ainda mais sendo uma mulher trans no Brasil, que mais mata gays, trans, lésbicas. Tenho um privilégio, as pessoas me conhecem, mas mesmo assim passo por uma violência gigantesca", afirma, contando que sua sexualidade desperta curiosidade. "As pessoas vão pelo fato de ter uma mulher trans, querem ver quem eu sou, entender. Mas sinto que é pela música e pela qualidade do som que temos feito. Nesses três anos chegamos numa musicalidade nossa", diz ela, que ...

Leia mais
Natalha sofreu xingamentos e agressões por funcionários de uma pastelaria em Brasília; em vez de indenização, ela preferiu dar uma aula a seus agressores

A professora transexual que trocou indenização de R$ 20 mil pela chance de dar aula a seus agressores

A professora de matemática transexual Natalha Claudinei Silva Nascimento deu, na última sexta-feira, uma aula inusitada: dentro de uma sala do Fórum de Justiça de Brasília, falou não para alunos adolescentes, mas sim para 40 funcionários de uma pastelaria de onde ela era xingada diariamente. por Noemia Colonna no BBC Natalha sofreu xingamentos e agressões por funcionários de uma pastelaria em Brasília; em vez de indenização, ela preferiu dar uma aula a seus agressores - Imagem: LEOPOLDO SILVA Na aula, em vez dos números que ensinou por mais de dez anos como professora de ensinos médio e fundamental, Natalha lecionou sobre gênero, aspectos biológicos e comportamentais dos transgêneros, direitos, violência contra os desiguais e a importância de denunciar atos discriminatórios. "Foi a ignorância que me fez sofrer por todos esses anos e quero acabar com ela com a eduçação", diz a maranhense de 35 anos. O motivo ...

Leia mais

Associação defende que mulheres trans possam cumprir pena em presídios femininos

STF já autorizou transferências em casos isolados; especialista pondera que medida deve ser opcional Por Lu Sudré Do Brasil de Fato Ação da ABGLT suscita diversas questões sobre a vulnerabilidade LGBT na prisão / Foto: TVePoint Em fevereiro deste ano, duas travestis presas em Presidente Prudente, interior de São Paulo, foram transferidas para uma unidade prisional feminina após determinação do ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), que, ao receber denúncias de violência psicológica e física, avaliou que as presas deveriam cumprir pena em estabelecimento prisional compatível com sua identidade de gênero. A decisão abriu precedentes para discussões em relação à situação de pessoas trans, indivíduos cuja identidade de gênero não é definida pelo sexo biológico, no sistema carcerário. Com esse histórico, a Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT) protocolou ação no fim do mês de junho, pedindo que o STF determine que presas ...

Leia mais
Comercial Xampu com a modelo trans Rock Kwandala (Foto: Reprodução)

Comercial de Xampu na Tailândia viraliza por mostrar superação de mulher trans

Um comercial de xampu, veiculado pela TV Tailandesa, vem comovendo os seus telespectadores por trazer uma história de superação de uma mulher transgênero desde a sua infância até a fase adulta, passando por momentos de superação e preconceito. Em menos de 48 horas que foi lançado, o registro viralizou e em dois meses de veiculação já passa das 37 milhões de visualizações. Por Rangel Querino no Observatório Comercial Xampu com a modelo trans Rock Kwandala (Foto: Reprodução/Youtube) A Miss Tiffany Universe 2017 Rock Kwanlada, é a estrela da campanha, que revela sempre ter tido a vontade de ter cabelos longos, mas os episódios de transfobia e a sua conturbada relação com seu pai foram alguns dos fatores que atrapalharam o seu desejo. Logo nos primeiros momentos do vídeo é dito que pessoas trans apesar de conseguir muitos avanços na sociedade, ainda é alvo de estereótipos que são “dominantes a aceitação ...

Leia mais

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist