terça-feira, abril 20, 2021

Tag: Sobre Crimes e Castigos

“Nenhum país do mundo conseguiu provar que reduzir da maioridade penal reduz criminalidade”

A socióloga Julita Lemgruber  lembra  o caso da Alemanha, que testou a redução da maioridade penal, mas voltou atrás. Ela assegura: vamos provocar uma situação de mais violência por Claudia Belfort no Ponte No quarto vídeo da série “Sobre Crimes e Castigos”, a socióloga Julita Lemgruber fala que uma redução da maioridade penal para 16 anos vai provocar mais violência e destaca que os adolescentes são responsáveis por um percentual ínfimo da criminalidade letal no Brasil. Ela lembra também o caso da Alemanha, que testou a medida e recuou. “A Alemanha que tinha reduzido a maioridade penal para 16 anos, voltou para 18 anos, porque eles perceberam que essa estratégia não contribuiu para reduzir criminalidade. Ao contrário. o que a gente vai é provocar uma situação de mais violência.” Julita Lemgruber é ex-diretora do sistema penitenciário do RJ, ex-ouvidora de polícia do mesmo Estado, socióloga, pesquisadora e coordenadora da campanha “Da proibição ...

Leia mais

Há uma perspectiva de classe na divulgação de crimes no Brasil, denuncia deputado

Chico Alencar, deputado federal (PSOL-RJ), compara a divulgação dada à morte do médico morto a facadas, no RJ, com o assassinato de 2 pessoas, pela polícia, no mesmo dia, numa comunidade pobre da Ilha do Governador por Claudia Belfort no Ponte Historiador e deputado federal (PSOL-RJ) desde 2003, Chico Alencar, alerta, no 7o. vídeo da série Sobre Crimes e Castigos, que há uma perspectiva de classe na divulgação dos assassinatos no Brasil: É evidente o casos logo avultam, são destacados numa perspectiva de classe. A trágica morte, o absurdo assassinato a facadas de um médico  na lagoa, na orla cartão postal do Rio de Janeiro aconteceu no mesmo dia em que duas pessoas, um  menino de 14 anos e um jovem de 23 anos foram mortos pela polícia numa ação completamente desastrada e criminosa,  só que numa comunidade pobre da ilha do governador. Isso mereceu uma tripinha na notícia do jornal, enquanto o ...

Leia mais

“Condenar irremediavelmente uma pessoa por um erro cometido é negar a quem acusa o direito de errar”

Professor da USP, Roberto Silva, acredita que além das questões éticas, a proposta de redução da maioridade penal é uma briga do presidente da Câmara com o  PT, e com o aval do PMDB por Claudia Belfort no Ponte Professor Doutor da Faculdade de Educação da USP, Roberto Silva, que viveu 24 anos confinado em instituições do Estado de São Paulo, fala,  no sexto vídeo da série Sobre Crimes e Castigos, que condenar irremediavelmente uma pessoa por um erro cometido em qualquer fase da vida não é humano e nega a quem acusa também o direito de errar. Mas ele vai além: Essa opinião pública está sendo manipulada, não se dá a ela informações corretas e verdadeiras, nem se explica qual é o impacto da redução da maioridade penal. A redução da idade penal é uma briga do presidente da Câmara com o  PT e com o aval do PMDB. Nesta semana, Ponte Jornalismo publica até ...

Leia mais

“O que justifica a redução é uma raiva que a gente tem dessa molecada na rua”

Para procurador Roberto Tardelli,  quem defende a redução da imputabilidade penal não acredita que ela chegue a sua casa. Ele provoca: você vai imaginar seu filho internado num instituição correcional porque um dia ele cometeu um furto com arma de brinquedo? por Claudia Belfort no Ponte Procurador de Justiça aposentado (SP), Conselheiro Editorial do Portal Justificando.com e Presidente de Honra do Movimento de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente, Roberto Tardelli diz, no quinto vídeo da série Sobre Crimes e Castigos, que o que motiva a proposta de redução da maioridade penal é uma raiva que a sociedade tem dos adolescentes mais pobres: “Na verdade o que justifica essa redução é uma raiva que a gente tem dessa molecada na rua, isso nos dá um ódio, a gente tem um gosto de bater no filho dos outros que é uma delícia. A gente pensa em castigos terríveis para crianças alheias, mas nunca a gente consegue imaginar que ...

Leia mais

“O encarceramento sempre foi um instrumento de manutenção da ordem econômico-social”

Orlando Zaccone/ Foto: reprodução vídeo Crimes e Castigos Para o  delegado de polícia civil Orlando Zaccone é preciso entender que o encarceramento nunca foi vetor de transformação social No terceiro vídeo da série “Sobre Crimes e Castigos”, o delegado de polícia civil (RJ) e Diretor da LEAP Brasil (Law Enforcement Against Prohibition), Orlando Zaccone fala que há dois caminhos para se encarar a redução da maioridade penal: “ou a decisão política vai ser ter fé ter que o encarceramento é uma forma de realizar transformações sociais ou nós vamos entender que o encarceramento nunca foi e nunca será vetor de transformação social, muito pelo contrário, o encarceramento sempre foi um instrumento de manutenção da ordem econômico-social.” Nesta semana, Ponte Jornalismo publica até sexta-feira, a série de vídeos “Sobre Crimes e Castigos”, um projeto documental que apresenta diversos pontos de vista sobre as contradições da proposta de redução da maioridade penal em pauta no Congresso ...

Leia mais

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist