Terreiro de candomblé é depredado em Nova Iguaçu; religiosos foram expulsos

Testemunhas acusam traficantes. Baixada registrou 30 ataques a centros em 2018

no G1

Criminosos ainda picharam fachada do terreiro — Foto- Reprodução:TV Globo

Um terreiro de candomblé em Nova Iguaçu foi invadido e destruído na última segunda-feira (25). Religiosos contam que foram expulsos por traficantes da região. O objetivo, dizem testemunhas, é transformar o centro em uma base para os criminosos. A polícia investiga o caso.

Fotos mostram o vandalismo: utensílios para oferendas foram quebrados, o altar, desmontado, e os criminosos chegaram a colocar fogo em alguns espaços.

Objetos de terreiro são depredados em Nova Iguaçu — Foto- Reprodução:TV Globo

Segundo representantes do terreiro, o local já havia sido invadido no ano passado, quando o tráfico os impediu de fazer qualquer tipo de manifestação religiosa. A ordem foi atendida, mas, mesmo assim, a casa foi tomada novamente.

O babalaô Ivanir dos Santos, interlocutor da Comissão de Combate à Intolerância Religiosa, diz que em 2018 foram 30 registros de ataques a terreiros só na Baixada Fluminense.

“Quem é que vai indenizar essa família? A segurança é uma responsabilidade do estado”, destacou Ivanir.

De acordo com a Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância, o caso foi registrado como violação de domicílio, constrangimento ilegal, dano e furto – além do Artigo 20 da Lei Caó, que trata de racismo.

Salão central, atabaques e até a cozinha do terreiro foram destruídos — Foto- Reprodução:TV Globo
Utensílios destruídos em terreiro na Baixada — Foto- Reprodução:TV Globo

+ sobre o tema

Racismo e Xenofobia: Os avós daqueles que desprezam nordestinos eram os nordestinos da Europa

RACISMO, UMA VEZ MAIS Por Fábio de Oliveira Ribeiro no Centro...

Espanhóis reagem com racismo às provocações: ‘Macacos, que passem fome’

Alguns internautas espanhóis perderam a cabeça com as brincadeiras...

Para Chico César, preconceito vem de quem perdeu privilégios

Bruno Garcez Manifestações de preconceito como as expressas em redes...

Como o G1 divide o universo de quem é apanhado com drogas

Eis como o G1 divide o universo de quem...

para lembrar

Ato inter-religioso marca aniversário da Comissão de Combate à Intolerância

Nielmar de Oliveira, Representantes de várias religiões estiveram presentes na...

“Ser macumbeiro e morar na favela é risco de vida”

Opinião sobre a situação da intolerância religiosa atualmente no...

Secretaria da Justiça vai criar uma Coordenadoria de Diversidade Religiosa

Durante encontro com o Grupo de Diálogo Inter-religioso de...

‘Por que não me respeitam?’, indaga menina agredida por ser do Candomblé

“Eu não entendo por que está acontecendo isso tudo,...
spot_imgspot_img

Na mira do ódio

A explosão dos casos de racismo religioso é mais um exemplo do quanto nossos mecanismos legais carecem de efetividade e de como é difícil nutrir valores...

Intolerância religiosa representa um terço dos processos de racismo

A intolerância religiosa representa um terço (33%) dos processos por racismo em tramitação nos tribunais brasileiros, segundo levantamento da startup JusRacial. A organização identificou...

Intolerância religiosa: Bahia tem casos emblemáticos, ausência de dados específicos e subnotificação

Domingo, 21 de janeiro, é o Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa. Nesta data, no ano 2000, morria a Iyalorixá baiana Gildásia dos...
-+=