TERREMOTO HAITI:Celebridades promovem show nos EUA para ajudar Haiti

 

 

 

 

 

 

 

NOVA YORK – Estrelas da música, cinema, esportes e até políticos se uniram ontem durante o show teleton “Esperança para o Haiti Agora” em apoio às vítimas do terremoto que atingiu o Haiti na semana passada. Foram duas horas de espetáculo, concluído com um apelo feito pelo cantor haitiano que vive no país, Wyclef Jean, pela reconstrução do país devastado. A celebração final, contrastou com a abertura do concerto, quando foram exibidas, em silêncio, fotos da tragédia que provocou as mortes dos cidadãos no Haiti.

“O povo haitiano precisa de sua ajuda”, disse George Clooney, que ajudou a organizar o show de duas horas, realizado ontem. “Eles precisam saber que não estão sozinhos. Precisam saber que nós ainda nos importamos”, disse. Depois foi a vez do apelo da atriz Halle Berry e do músico Bruce Springsteen, que dedicaram a música “We Shall Overcome” para o Haiti.

O evento reuniu celebridades como Mel Gibson, Reese Witherspoon e Julia Roberts, Brad Pitt, enquanto a CNN apresentava matérias sobre a caótica situação do Haiti, em meio aos escombros, e com pessoas gravemente feridas. A maior parte das performances foram de canções emotivas, interpretadas por Kid Rock, Keith Urban, Sheryl Crow, Chris Martin, do Cold Play, Beyonce, entre outras estrelas. Jay-Z, Rihanna e o vocalista do U2 cantaram “Stranded (Haiti Mon Amour)”, uma nova canção, em homenagem ao país. Madonna cantou “Like a Prayer”, em momento mais descontraído da apresentação.

Desde que foi atingido pelo terremoto do dia 12 de janeiro, que provocou a morte de mais de 200 mil pessoas, o Haiti vem recebendo apoio das celebridades, que já enviaram milhões dólares em doações para o país.

Wyclef Jean deu um dos depoimentos mais emocionantes da noite, falando sobre sua experiência ao testemunhar a devastada nação. “Eu carreguei corpos do meu povo para o cemitério. Ele deveriam estar andando. Em vez disso, estavam em meus braços. Temos que assegurar que uma segunda onda de desastre não atinja o país”, declarou. Ele encerrou sua participação com uma mensagem no dialeto creole para o povo haitiano. A Fundação Yele Haiti é um dos grupos que irá se receber as doações. Recentemente Jean foi criticado pelos gastos excessivos da entidade. No show, ele anunciou que uma nova empresa fará a contabilidade da fundação.

O teleton foi transmitido para Nova York, Londres, Los Angeles e Haiti, em inúmeros canais de televisão, além de ser colocado no YouTube e MySpace.

Fonte: Estadão

+ sobre o tema

TERREMOTO HAITI:Hollywood se mobiliza para ajudar Haiti

O cantor americano Wyclef Jean, de origem haitiana,...

Cuba: Racismo, un tema inconcluso

Patricia Grogg (IPS).- El racismo es una asignatura pendiente...

para lembrar

¡Ah! ¡Para hacer una escuela de arte ‘Loubagu’¡

Origem: Stanford.edu Don AndrésAnciano garífunaSan Antonio, Trujillo, Honduras  ...

Senado do Haiti aprova Jean Max Bellerive como primeiro-ministro

Fonte: R7     O Senado do Haiti ratificou nesta sexta-feira (6)...

O Vodu e a Resistência Negra no Haiti

Jaqueline Lima Santos* Resumo No dia 12 de...
spot_imgspot_img

O povo da Colômbia que celebra o Natal em fevereiro e com um Menino Jesus negro

Os moradores da cidade de Quinamayó, na Colômbia, celebram o Natal em fevereiro com uma procissão que inclui o boneco de um Menino Jesus...

Quanto você sabe sobre os afrodescendentes na América Latina?

Desafiamos você a responder este teste e avaliar seus conhecimentos sobre essa importante minoria Do El País  O que você sabe sobre os afrodescendentes na América...

Aniversario de la muerte de Franz Fanon

FRANTZ FANON: LOS CONDENADOS DE LA TIERRA…SIGUEN CONDENADOS Por Jesus Chucho Garcia para o Portal Geledés  Hoy 6 de diciembre se cumplen cincuenta y seis años…de la...
-+=