Tom Cruise devolve troféus após escândalo de racismo no Globo de Ouro

Enviado por / FonteSPLASH

Diante do escândalo de racismo envolvendo o Globo de Ouro, Tom Cruise decidiu devolver seus três troféus conquistado ao longo dos anos. De acordo com o site Deadline, ele enviou à HFPA (Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood, da sigla em inglês) os prêmios de Melhor Ator conquistados por “Jerry Maguire: A Grande Virada” (1996) e “Nascido em 4 de julho” (1989), assim como o prêmio de melhor ator coadjuvante por Magnólia (1999).

O escândalo começou em fevereiro, quando uma matéria do jornal Los Angeles Times revelou que a HFPA não tinha nenhum membro votante negro, e que muitos dos jornalistas integrantes da organização recebiam “mimos” de estúdios — uma forma antiética de tentar influenciar votos na premiação.

Desde então, a organização do Globo de Ouro (cuja edição de 2021 aconteceu normalmente) propôs algumas ações para tornar o seu quadro de votantes mais diverso. No entanto, organizações ativistas como a Time’s Up criticaram as medidas e as definiram como insuficientes.

Tom Cruise é o primeiro ator a se manifestar sobre o caso. A NBC, emissora que tradicionalmente transmite a premiação nos Estados Unidos, já anunciou que não vai exibir o Globo de Ouro neste ano, mas está disposta a transmitir a próxima edição caso a HFPA coloque em prática as medidas anunciadas.

Antes mesmo do anúncio da NBC, a HFPA já havia perdido o apoio de três dos principais produtores de conteúdo de Hollywood: os serviços de streaming Netflix e Amazon Prime Video, e o estúdio WarnerMedia.

+ sobre o tema

Brancos, vamos falar de cotas no serviço público?

Em junho expira o prazo da lei de cotas nos...

Em junho, Djavan fará sua estreia na Praia de Copacabana em show gratuito

O projeto TIM Music Rio, um dos mais conhecidos...

O precário e o próspero nas políticas sociais que alcançam a população negra

Começo a escrever enquanto espero o início do quarto...

Estado Brasileiro implementa políticas raciais há muito tempo

Neste momento, está em tramitação no Senado Federal o...

para lembrar

Morte de nigeriano agredido na rua na Itália causa revolta e chega a debate eleitoral

O assassinato de um vendedor ambulante nigeriano na última...

Grupo francês divulga medidor de violações aos Direitos Humanos no Brasil

O coletivo Coalizão Solidariedade Brasil, sediado na França, divulgou neste...

Seu Jorge é hostilizado e sofre ataques racistas em show em Porto Alegre

O cantor Seu Jorge foi hostilizado e sofreu ataques racistas da...

Professora chamada de ‘macaca’ em escola de SP critica descaso

A professora Ana Koteban, 41, que trabalha na rede...
spot_imgspot_img

Colégio afasta professor de história investigado por apologia ao nazismo, racismo e xenofobia

Um professor de história da rede estadual do Paraná foi afastado das funções nesta quinta-feira (18) durante uma investigação que apura apologia ao nazismo, racismo...

Líderes da ONU pedem mais ação para acabar com o racismo e a discriminação

Esta terça-feira (16) marcou a abertura na ONU da terceira sessão do Fórum Permanente de Afrodescendentes, que reúne ativistas antirracismo, pessoas defensoras dos direitos...

Ministério Público vai investigar atos de racismo em escola do DF

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) vai investigar atos de racismo registrados durante uma partida de futsal entre alunos de duas...
-+=