Tuitaço em apoio ao direito de resposta na Veja dos guarani-kaiowá

Na quinta-feira, 22, apoiadores, movimentos e indígenas se mobilizam para denunciar casos de racismo na mídia e exigir direito de resposta aos indígenas na principal publicação da editora Abril e maior revista semanal de informação do Brasil, a Veja. O tuitaço #RespostaGuaraniKaiowa começa às 15 horas, horário de Brasília.

No dia 14 deste mês, os indígenas e dezenas de entidades lançaram uma carta pública intitulada Revista Veja: direito de resposta aos Guarani e Kaiowá já, denunciando o teor anti-indígena e discriminatório da matéria, exigindo apuração por parte da Justiça e o direito de resposta nas páginas do veículo. Lançaram também uma abaixo-assinado que será entregue ao Ministério Público Federal do Mato Grosso do Sul.

Em reportagem assinada pelos jornalistas Leonardo Coutinho e Kalleo Coura e publicada dia 4 de novembro sobre a situação fundiária do Mato Grosso do Sul, a revista não perdeu “a oportunidade de apresentar, mais uma vez, a imagem dos Guarani e Kaiowá como seres incapazes, como [se] nós indígenas não fossemos seres humanos pensantes. Fomos considerados como selvagens e truculentos”, conforme denunciaram os indígenas em nota pelo Facebook.

 

 

Fonte: Viomudo 

+ sobre o tema

Matança: Ministra pede federalização de crimes ocorridos em Goiás

  A ministra dos Direitos Humanos, Maria do Rosário, formalizou...

COVID-19: crises de ansiedade afetaram 63% dos jovens no último semestre

Foi publicada nesta terça-feira (27) a pesquisa “Juventudes e...

Aula Pública: Mídias Radicais e a Contra-Narrativa Popular

Aula Pública: Mídias Radicais e a Contra-Narrativa Popular. Diversos...

Povos indígenas no Brasil na visão de Eduardo Viveiros de Castro

Antropólogo revela faceta pouco conhecida de sua trajetória e...

para lembrar

Setor de franquias quer democratizar o sistema para a classe C

Alana Gandra Repórter da Agência Brasil   Rio de Janeiro - O...

Conheça os malefícios de tomar banho com esponjas

Kate Bratskeir Aquela bucha esponjosa que você usa para se...

Trabalho infantil caiu quase pela metade no Brasil em 15 anos, diz OIT

  BRASÍLIA - Caiu quase à metade, de...

Juristas se mobilizam em favor de desembargadora processada por posicionamento garantista

Processada por seus pares após determinar a expedição de...
spot_imgspot_img

Evento do G20 debate intolerância às religiões de matriz africana

Apesar de o livre exercício de cultos religiosos e a liberdade de crença estarem garantidos pela Constituição brasileira, há um aumento relevante de ameaças...

Raça e gênero são abordados em documentos da Conferência de Bonn

A participação de Geledés - Instituto da Mulher Negra na Conferência de Bonn de 2024 (SB 60), que se encerrou na última quinta-feira 13,...

NOTA PÚBLICA | Em repúdio ao PL 1904/24, ao equiparar aborto a homicídio

A Comissão de Defesa dos Direitos Humanos Dom Paulo Evaristo Arns – Comissão Arns vem a público manifestar a sua profunda indignação com a...
-+=