sexta-feira, maio 20, 2022
InícioÁfrica e sua diásporaPatrimônio Cultural‘Um Olhar Sobre a África’: Exposição fotográfica retrata religiosidade e dança em...

‘Um Olhar Sobre a África’: Exposição fotográfica retrata religiosidade e dança em Togo

Mostra da Cia. Robson Correia entra em cartaz no Abril da Dança e vai até 07 de maio no Xisto Bahia

(Foto: André Frutuôso)

Um conjunto de imagens que mesclam religiosidade e dança faz parte da exposição fotográfica “Passos da Cia. – Um olhar sobre a África”, que fica em cartaz no Foyer do Espaço Xisto Bahia, de 1º de abril até 07 de maio, de segunda a domingo, com entrada gratuita, das 9h às 22h, integrando a programação do Abril da Dança no Estado.

A exposição, que conta com a curadoria da antropóloga e escritora Goli Guerreiro, mostra a experiência dos bailarinos da Companhia em viagem ao continente africano, onde representaram a Bahia e o Brasil na 7ª edição do Festival de Divindades Negras, ocorrido em dezembro do ano passado, na cidade de Aného, no Togo.

“Desde 2010, no mês da dança, sempre realizamos uma exposição fotográfica que retrata os passos das produções e progresso do grupo, e desta vez, com uma importância singular, afinal, trata-se do registro da primeira viagem internacional da Cia. E logo para África, berço de uma cultura plural e muito semelhante a nossa, devido ao processo histórico do nosso país”, destaca Robson Correia, responsável pela companhia.

Para o fotógrafo André Frutuôso, autor das imagens, é impossível dissociar a cultura afro-brasileira da mãe África. “Ir para Togo foi uma oportunidade representativa onde pude conferir e registrar de perto, um pouco dos costumes deste povo, protagonista de nossa história. Qual o negro, que tem orgulho de sua identidade étnica, que não gostaria de conhecer o continente africano?”, pondera.

As imagens mostram as apresentações artísticas do festival, visita à cultos das religiões de matriz africana e o espetáculo “Homens de Ogum”, que a Cia. baiana levou na bagagem para a África. Uma coreografia baseada na história do orixá guerreiro que representa o ferro, as construções e o desenvolvimento urbano.

A participação da Cia. de Dança Robson Correia, no Festival das Divindades Negras, organizado pela Associação para a Salvaguarda do Patrimônio Cultural Africano (Acofin), foi fruto do Edital de Mobilização Artística e Cultural, concedido pelo Governo do Estado da Bahia, através da Secretaria de Cultura. Segundo Robson Correia, “quanto mais proximidade entre os países, melhor para estreitar os laços e preservar o legado histórico entre Brasil e África”, resume.

Serviço

Exposição Fotográfica: Passos da Cia. – Um olhar Sobre a África

Local: Espaço Xisto Bahia

Período: 01 de abril 2013 a 07 de Maio de 2013

Fotógrafo: André Frutuôso

Curadoria: Goli Gurreiro

Direção artística: Robson Correia

 

 

Fonte: Cultura.ba

Artigos Relacionados
-+=