Viola Davis manda recado de apoio ao Brasil

‘Brasil estou com você’, escreveu a atriz americana vencedora do Oscar

no Veja

Phillip Faraone:Getty Images

Viola Davis compartilhou uma mensagem de apoio ao povo brasileiro e contra o presidente eleito. Em seus perfis nas redes sociais, a atriz vencedora do Oscar por Um Limite entre Nós (2016) republicou uma ilustração de um brasileiro com a frase “Fiquem unidos e fortes” e, na legenda, escreveu: “Brasil, estou com você #EleNão”.

A imagem mostra um grupo de cinco pessoas abraçadas: uma mulher, um representante da comunidade LGBT, um negro, um nordestino e um indígena. O desenho foi feito pelo brasileiro Andre Felipe, devidamente marcado por Viola ao republicar a imagem em seus perfis no Instagram e no Twitter.

Viola é grande defensora de causas sociais e do movimento negro. A americana foi a primeira mulher negra a ter sido indicada três vezes ao Oscar e a primeira pessoa negra a já ter ganhado um Oscar, um Emmy e um Tony.

+ sobre o tema

Não deixe a sua cor passar em branco – o que esperar para o Censo de 2010

  "Afastada a questão de desigualdade, resta na transformação biológica...

Meninas que não podem ser crianças

Segundo uma recente pesquisa feita pela Plan International no...

CEU: esperança de cidadania

Dentre as muitas humilhações que a pobreza gera, a...

Nenhum país alcançará a igualdade de gênero até 2030, afirma a ONU

Das 129 nações do ranking, apenas 21 tiveram avanços...

para lembrar

spot_imgspot_img

O mapa da LGBTfobia em São Paulo

970%: este foi o aumento da violência contra pessoas LGBTQIA+ na cidade de São Paulo entre 2015 e 2023, segundo os registros dos serviços de saúde. Trata-se de...

Grupos LGBT do Peru criticam decreto que classifica transexualidade como doença

A comunidade LGBTQIA+ no Peru criticou um decreto do Ministério da Saúde do país sul-americano que qualifica a transexualidade e outras categorias de identidade de gênero...

TSE realiza primeira sessão na história com duas ministras negras

O TSE realizou nesta quinta (9) a primeira sessão de sua história com participação de duas ministras negras e a quarta com mais ministras...
-+=