Viola Davis se emociona ao falar pela primeira vez sobre abuso sexual sofrido pela irmã

Viola Davis, a estrela de How To Get Away With Murder, fez um discurso emocionante ao falar pela primeira vez publicamente sobre o abuso sexual sofrido por sua irmã. O caso foi contado durante um evento beneficente que apoia crianças vitimas de abuso.

“Eu tenho uma irmã que, com 8 anos, pegou seus patins para andar com uma amiga e foi até uma loja da esquina, a tarde, e foi abusada por lá. Quando chegou em casa, ela contou para minha mãe, que foi até a loja e escutou dos donos: ‘deixe o homem em paz. Ele faz isso com todas as meninas’. Então ela foi até a polícia, que achou o homem e o colocou no carro. Vi minha irmãzinha chorar, minha mãe estava chorando também. Foi isso”, disse.

De acordo com Viola, que foi a primeira mulher negra a ganhar um Emmy de melhor atriz dramática, sua irmã, que era muito criativa, inteligente e cuidadosa, cresceu e se tornou uma mulher viciada em drogas e fria. “Você ora para que ela encontre paz, amor e felicidade, que saia das drogas. E quando você abre os olhos, percebe que ela continua nas ruas”. Assista ao vídeo aqui.

+ sobre o tema

Justiça do RJ registra mais de 22 mil processos de violência contra a mulher em dois meses

O levantamento contabiliza apenas os primeiros meses de 2019....

Denunciar para quem? A invisibilização de mulheres faveladas no círculo de proteção da lei Maria da Penha

Resumo: Pretende-se nesse artigo abordar a situação da mulher favelada,...

A identidade, as experiências negras e a alma que sangra

A "cauterização das experiências negras" acontece quando abrem uma...

para lembrar

Homem é condenado por infectar mulheres com HIV no Rio

A Justiça do Rio condenou Renato Peixoto Leal Filho...

Agressão não! Atriz faz vídeo sobre relacionamento abusivo

Evelyn Félix, de 19 anos, compartilhou o vídeo em...

Lugar mais perigoso para mulheres é a própria casa, diz ONU

Segundo o relatório, assassinatos cometidos por parceiros ou familiares...
spot_imgspot_img

‘Não’ é ‘Não’, inclusive na igreja

No dia 29 de dezembro, o presidente Lula sancionou a lei do protocolo "Não é Não" (lei 14.786/2023), que combate violência e assédio sexual contra mulheres...

Lula sanciona lei que protege mulheres de violência em bares e shows

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou a lei que cria o protocolo Não é Não, mecanismo de combate ao constrangimento e à...

Menina de 15 anos é vítima de estupro coletivo na noite de Natal; amigos são suspeitos, diz polícia

Uma adolescente, de 15 anos, foi estuprada na madrugada de Natal, 25 de dezembro, em Campo Grande (MS). De acordo com a polícia, os suspeitos...
-+=