terça-feira, agosto 4, 2020

    Tag: Atores negros

    Tony Tornado durante o V Festival Internacional da Canção, em 1970. Foto: Arquivo / Estadão

    Hoje na História o cantor e ator Tony Tornado completa 90 anos

    Tony Tornado, nome artístico para Antonio Viana Gomes, comemora seu aniversário de 90 anos de idade nesta terça-feira, 26. O E+ relembra alguns momentos da história e da carreira do ator e cantor ao longo das décadas. Após ter trabalhado como porteiro de uma boate e servido o exército, que deixou em 1963, começou a ficar conhecido por suas imitações do cantor norte-americano Chubby Checker, chegando inclusive a ser conhecido como Tony Checker por algum tempo. " conheci o Wilson Simonal, quando ainda era secretário de Carlos Imperial, que na época tinha um programa na TV Continental chamado Os Brotos Comandam", contou Tony Tornado ao Estadão em 1970. Em 1966, o cantor passou a integrar o conjunto de Ed Lincoln, onde ficou por um ano. Na sequência, acompanhou o grupo Coisas do Brasil em uma excursão de 7 meses aos Estados Unidos. Sem dinheiro sequer para pagar seu hotel, ...

    Leia mais
    Taís Araujo e Lázaro Ramos em 'Mister Brau'; e Octavia Spencer em 'Self made' (Foto: Divulgação TV Globo e Netflix)

    Especial quarentena: séries com protagonistas negros

    Octavia Spencer protagoniza brilhantemente a obra que mostra a história de Madam C.J. Walker, primeira mulher negra a se tornar milionária nos EUA, no início do século 20. A produção inspira essa lista com obras protagonizadas por personagens que lutaram contra o racismo em suas diversas áreas de atuação. Pioneirismo História verdadeira que aconteceu no início do século XX, "Self made" mexe com antigas batalhas que seguem atuais: aborda a segregação, o racismo, o colorismo e o feminismo. Entre os méritos da série estão: a dimensão humana da personagem central, figurinos e cenografia de qualidade, um formato agradável (quatro episódios de menos de uma hora) e um elenco que, por si, já vale a viagem. Cotação: Ótima Onde: Netflix Crime e História Em “Quem matou Malcolm X?”, de seis episódios curtos (cerca de 40 minutos), o espectador acompanha uma trama de investigação misturada a um enredo sobre crimes da vida ...

    Leia mais
    blank

    “Se nós somamos 54% da população, então somos o poder”

    Não há como não se impressionar com o magnetismo da atuação do ator Antônio Pitanga, em pleno vigor aos 80 anos, na peça “Embarque Imediato”, em cartaz até o dia 8 de março no Teatro Anchieta, no Sesc Consolação, em São Paulo. O ator ícone do Cinema Novo, cinco décadas após uma longa viagem pela África, retoma um tema que lhe é muito precioso porque está vinculado à sua própria história de vida: a diáspora africana. foto: Caio Lírio O texto do dramaturgo Aldri Anunciação não poderia ser mais apropriado para reunir a família Pitanga no tablado: Antônio contracena com o filho Rocco e a filha e atriz Camila Pitanga participa com um vídeo. Antônio faz um velho africano que por falta de documentação é confinado em uma sala de aeroporto onde também se encontra um petulante estudante de doutorado que pretende embarcar para a Alemanha, ...

    Leia mais
    Eddie Murphy recebe o prêmio por sua carreira nos palcos do Critics' Choice Awards - TNT

    Eddie Murphy recebe prêmio pela carreira no Critics’ Choice Awards: ”Poder ganhar a vida como ator é um privilégio”

    Ator ainda relembrou papéis engraçados nas telonas e foi ovacionado nos palcos No Exitoína Eddie Murphy recebe o prêmio por sua carreira nos palcos do Critics' Choice Awards - TNT Eddie Murphy foi honrado na noite deste domingo (12) no Critics' Choice Awards com o prêmio Lifetime Achievement, que premia o conjunto pela sua carreira em vida. Nos palcos da premiação, o ator de 58 anos relembrou papéis que realizou aos longos do ano e do quanto se orgulha de fazer parte dessa indústria. Ovacionado pela platéia, ele brincou com filmes que já fez. ''Já interpretei policiais, ladrões, já fui médico, professor. Já fui animais, já fui um burro. Eu interpretei até uma espaçonave uma vez, mas não funcionou muito bem'', disse. Ele ainda brincou e falou que não recomenda aos colegas atores a interpretarem espaçonaves. O ator, que ainda foi indicado ao prêmio de Melhor ...

    Leia mais
    MICHAEL BUCKNER/VARIETY/SHUTTERSTOCK

    Jharrel Jerome vence Emmy de Melhor Ator por papel em “Olhos que Condenam”

    Jerome vence Melhor Ator Principal em Série Limitada. Por Vinicius Voutsinas, do Rap Mais  Jharrel Jerome (Foto: MICHAEL BUCKNER/VARIETY/SHUTTERSTOCK) Na noite de domingo, Jharrel Jerome, de 21 anos, levou para casa um Emmy Award em sua primeira indicação, depois de ganhar a honra de Melhor Ator Principal em uma Série Limitada por sua interpretação de Korey Wise na Netflix e da série Olhos que Condenam de Ava DuVernay, a dramática recontagem dos eventos em torno do caso do Central Park Five. Marcou a primeira indicação ao Emmy de Jerome e, posteriormente, sua primeira vitória. Com os agora Cinco Exonerados em sua presença, Jerome agradeceu sua família e os cinco homens cujas histórias foram a base da plataforma que o levou a esse ponto. “É por isso que eu orei – eu queria isso para os cinco homens”, disse Jerome ao The New York Times sobre o sucesso ...

    Leia mais
    blank

    “Ser a primeira trans paraibana a pisar no tapete vermelho de Cannes foi marcante” diz Danny Barbosa

    O filme Bacurau, premiado em maio pelo júri no Festival de Cannes (França), Festival de Cinema de Munique (Alemanha) e Festival de Lima (Peru), chegou finalmente às telas brasileiras e por muito pouco não entrou para a lista do Oscar como melhor longa estrangeiro. A película é dirigida pelos cineastas pernambucanos Juliano Dornelles e Kleber Mendonça Filho, este último também diretor de “Aquarius”, que se tornou conhecido internacionalmente após um protesto em Cannes contra o impeachment da presidenta Dilma Rousseff. “Bacurau” se passa num pequeno vilarejo do sertão nordestino, em que após a perda da matriarca, os moradores se dão conta que a cidade desapareceu do mapa. Sônia Braga é mais uma vez a protagonista do filme de Mendonça Filho que essencialmente fala sobre resistência. Como parte do elenco, está a primeira atriz trans paraibana que pela primeira vez pisou em Cannes: Danny Barbosa. Em conversa com a coluna Geledés ...

    Leia mais
    Crédito: Henrique Oda / Divulgação

    Entrevista com Alexandre Rodrigues, o Buscapé de Cidade de Deus

    Alexandre Rodrigues, que surgiu como o protagonista de ”Cidade de Deus”, fez do tempo em que precisou ser Uber um laboratório humano Por MANUELA AQUINO, da Trip Crédito: Henrique Oda / Divulgação Você vai olhar a foto do ator Alexandre Rodrigues e pensar na hora no filme Cidade de Deus. Apesar de ter sido lançado em 2002, o longa marcou o cinema nacional e é lembrado até hoje. Também marcou a trajetória do ator que viveu, de uma hora para outra, um sucesso absurdo como Buscapé, protagonista e narrador do filme. Você também pode olhar a foto e pensar “ah, é aquele ator que virou Uber”. Isso porque Alexandre, em uma época de pouco trabalho, precisou se virar para pagar as contas. Meses atrás, uma passageira postou uma selfie com ele no carro e a história viralizou. Para ele, é um trabalho como outro qualquer para conseguir tirar ...

    Leia mais
    Sophia Abrahão relembrou episódios de racismo que presenciou após começar a namorar Sérgio Malheiros (Imagem- Reprodução : Instagram)

    Sophia Abrahão chora ao lembrar racismo sofrido por sobrinhos de Sérgio Malheiros

    Sophia Abrahão confessou, durante uma conversa com a imprensa nos bastidores de “Malhação”, nesta sexta-feira (26), que não reconhecia como o racismo era tão presente no Brasil, antes de começar a namorar com Sérgio Malheiros. no RD1 Sophia Abrahão relembrou episódios de racismo que presenciou após começar a namorar Sérgio Malheiros (Imagem- Reprodução : Instagram) “Estava com sobrinhos do Sergio, que são negros, na frente de um bar perto de casa. O gerente começou a enxotar as crianças. Eu conhecia o cara, achei que ele estava brincando, eu ria e falava: ‘Ah, para’. Os meninos estavam assustados, eu falei: ‘Ele está brincando’. Aí começou a ficar sério, até o ponto que virei para o gerente e falei: ‘Eles estão comigo’, quando o gerente entendeu isso, aí ele falou. ‘Eles estão com você, tá bom, então fica aí'”, contou ela. A atriz ainda lembrou como a situação ...

    Leia mais
    Orlando Caldeira é cria do teatro e quer mais representatividade nas artes. Foto- Divulgação:Studio Faya

    Orlando Caldeira, ator da novela Verão 90 tem iniciativas de combate ao racismo

    Orlando Caldeira apareceu para o grande público durante sua atuação como Catraca, na novela Verão 90, da Rede Globo. Porém, o ator tem uma grande história com o teatro e com a maior representatividade dentro das artes. Giorgia Cavicchioli no Yahoo Notícias Orlando Caldeira é cria do teatro e quer mais representatividade nas artes. Foto- Divulgação:Studio Faya Além de acreditar na importância de ter mais atores negros nas novelas, nas peças de teatro e comerciais, ele também acredita que seja importante tirar os corpos negros de uma lógica estereotipada. “A mídia e os meios de comunicação formam uma sociedade e estigmatizam o corpo negro. A intenção é combater algumas narrativas errôneas”, afirmou ao blog durante entrevista. “Sempre se vê a produção negra como popular e não erudita. A sociedade coloca a arte de um lado e a arte negra em outro. Mas tudo é arte”, ...

    Leia mais
    blank

    Ícaro Silva: ‘Não existe status social que vai te tirar da sua situação de afrodescendente no Brasil’

    No ar em 'Verão 90' e em 'Coisa mais linda', ator fala sobre infância na periferia, violência policial e sexualidade: 'sou Ícarossexual' por Luiza Barros no O Globo Ícaro Silva: em entrevista, o ator Icaro Silva conta toda sua trajetória e fala sobre racismo, sexualidade e otimismo em tempos de crise Foto: Ana Branco / Agência O Globo Assim como o mito grego com quem compartilha o nome, o ator Ícaro Silva sempre sonhou alto. Agora, aos 32 anos, ele diz estar colhendo os frutos do que plantou lá atrás, quando despontou na TV em “Malhação”. No ar na novela das 19h da TV Globo, “Verão 90” , como o cantor de lambada Ticiano e na série da Netflix “Coisa mais linda” , como o músico Capitão, ele também está em cartaz com o espetáculo “Ícaro and the black stars” , que fica no Teatro Carlos ...

    Leia mais
    Ícaro Silva na peça-show 'Ícaro and The Black Stars', em cartaz no Teatro Carlos Gomes - Igor Mota / Divulgação

    ‘Cultura negra é o pilar da nossa formação cultural’ diz Ícaro Silva

    Em cartaz com a peça-show 'Ícaro and The Black Stars', ator fala da importância da representatividade negra na arte e a falta dela, e comemora projetos na TV e no streaming Por Thiago Antunes no O Dia Ícaro Silva na peça-show 'Ícaro and The Black Stars', em cartaz no Teatro Carlos Gomes - Igor Mota / Divulgação Ícaro Silva é um artista multimídia. Em cartaz no Teatro Carlos Gomes com a peça-show 'Ícaro and The Black Stars', ele também pode ser visto na novela 'Verão 90', da TV Globo, como o divertido Ticiano, e no serviço de streaming Netflix, na pele do músico Capitão, no seriado 'Coisa Mais Linda', que se passa no fim dos anos 50, período considerado o auge da Bossa Nova. Em entrevista ao DIA, o ator ressaltou suas conquistas atuais, falou sobre a importância da representatividade negra na arte (e a falta ...

    Leia mais
    Foto- VALERIE MACON : AFP

    Oscar 2019 bate recorde com maior número de prêmios para profissionais negros e para mulheres

    Cerimônia do Oscar consagrou 'Green Book: O Guia', 'Roma' e 'Bohemian Rhapsody' neste domingo (24), em Los Angeles. A cerimônia do Oscar consagrou "Green Book: O Guia", "Roma" e "Bohemian Rhapsody" neste domingo (24), em Los Angeles. Mas a noite foi importante pelo recorde de maior número de prêmios para profissionais negros (7 estatuetas) e para mulheres (15) em toda história da premiação. Em 2016, cinco negros levaram o Oscar. As melhores marcas anteriores das mulheres eram de 2007 e 2015, com 12 estatuetas em cada ano. Veja responsáveis pelo recorde dos negros: Regina King (Atriz Coadjuvante, "Se a rua Beale falasse") (Photo by VALERIE MACON / AFP) (Photo credit should read VALERIE MACON/AFP/Getty Images) Mahershala Ali (Ator Coadjuvante, "Green Book: O Guia") Mahershala Ali em Green Book Imagem- Reprodução Spike Lee (Roteiro adaptado, "Infiltrado na Klan") Spike Lee pula no pescoço ...

    Leia mais
    Mahershala Ali em uma cena de 'Green Book - O Guia'.

    Mahershala Ali: “Um negro só vive tranquilo quando é famoso”

    Indicado ao Oscar por 'Green Book' estrela a terceira temporada de 'True Detective' Por ROCÍO AYUSO, do El País  Mahershala Ali em uma cena de 'Green Book - O Guia'. Não é a mesma coisa alcançar a fama depois de certa idade. As poucas pessoas que passam por isso tendem a ver a popularidade como algo temporário, um fenômeno interessante pelo qual talvez sejam gratas, mas que não as define, muito menos as exalta. Mahershala Ali, o ator de 44 anos que passou de coadjuvante em séries como House of Cards e Luke Cage a vencedor do Oscar por Moonlight: Sob a Luz do Luar e foi indicado novamente este ano por Green Book, é um bom exemplo. Se perguntado sobre o que mudou com a estatueta e ter se tornado um dos atores mais seguidos do momento, Ali responde pausadamente: "O Oscar lhes deu permissão para me contratar. Antes, talvez, também quisessem fazê-lo, mas agora tenho reconhecimento ...

    Leia mais
    Foto: TV Globo, Gshow e Divulgação

    Dia da Consciência Negra: atores falam sobre seu lugar como artistas

    Na semana da celebração da data, veja o que dizem Erika Januza, Rafael Zulu, David Junior, Lucy Ramos, Dan Ferreira, Heslaine Vieira, Maicon Rodrigues, Sérgio Malheiros, Ailton Graça e Juliana Alves Com entrevistas de Anny Ribeiro, Thais Meinicke, Victor Camara e Cristiane Rodrigues no Globo Foto: TV Globo, Gshow e Divulgação Ocupar um lugar. Estar presente. Ter voz. Representar os irmãos. Responsabilidade política. Estado de vigilância. Vitória. Sonho dos antepassados. São muitas as formas de definir a satisfação e alegria que é estar onde estão. Afinal, antes de chegarem aqui, muitas histórias de lutas e vitórias aconteceram - e ainda precisam acontecer. Na semana do Dia da Consciência Negra, o Gshow convidou atores negros a pensarem “O que significa ocupar o lugar onde está como artista negro?" e, agora, apresenta aqui as reflexões de Erika Januza, Rafael Zulu, David Junior, Lucy Ramos, Dan Ferreira, Heslaine Vieira, ...

    Leia mais
    Foto: Henrique Fischer

    Claudia di Moura lembra racismo na igreja em sua infância: “Não tem anjo preto no céu

    Tal como Zefa, de "Segundo Sol", ela nasceu em Salvador e diz que todo negro tem de justificar a cor da sua pele 24 horas por dia por Felipe Carvalho no Marie Claire Foto: Henrique Fischer Uma das personagens de maior destaque na novela Segundo Sol, Zefa tem chamado a atenção para um problema crônico de nossa sociedade que, muitas vezes, é varrido para debaixo do tapete como se não existisse: o racismo. Claudia di Moura, que dá vida à empregada dos Athayde, conta que o preconceito ainda é muito comum em sua cidade natal, Salvador, mesmo lugar onde se passa a trama das 9. Ela lembra em entrevista à Marie Claire que, desde pequena, sofre com o racismo que está inserido na sociedade como um verdadeiro câncer e diz que os negros têm de justificar sua cor de pele 24 horas por dia, sete dias por semana. ...

    Leia mais
    CREDIT- WILLIAMS + HIRAKAWA

    Para atuar, Viola Davis conta que já foi obrigada a esconder os cabelos com peruca

    Mesmo tendo vencido os mais importantes prêmios do mundo e sendo uma das atrizes mais reconhecidas da atualidade, o preconceito estabelecido pelos padrões de beleza também se impõe sobre a norte-americana Viola Davis. O prestigio e o sucesso não impedem que se abata sobre ela o mesmo que sobre qualquer mulher negra no mundo: a rejeição do mercado e dos padrões aos seus belos e crespos cabelos naturais. A atriz falou sobre isso em uma reportagem recente para a revista Variety, sobre seu mais novo filme. por: Vitor Paiva no Hypeness A reportagem era sobre o lançamento do filme “As Viúvas”, mas se tornou um grande desabafo não só sobre cabelos, mas sobre questões raciais e pobreza, e como Hollywood encara tais dilemas. O fato de não ter precisado, porém, usar peruca, extensão ou alisamento em seu novo filme foi o ponto de partida para comentar sobre como simbólica e ...

    Leia mais
    Dessa Pires/Divulgação

    Maicon Rodrigues reflete sobre racismo e empoderamento: ‘Fomos muito oprimidos sobre as nossas culturas’

    Com uma carreira em ascensão, o ator celebra a boa fase e fala da experiência de viver um escravo em 'O Tempo Não Para' por Thaís Meinicke no Gshow Em sua quarta novela em apenas três anos, Maicon Rodrigues pode dizer que sua carreira vai de vento em popa. Aos 23 anos, o ator – que estreou em Malhação - Seu Lugar no Mundo, e passou por Rock Storye Tempo de Amar – celebra seu mais novo trabalho, agora em O Tempo Não Para. Apesar de a trama já ter estreado há um mês, para ele a diversão acaba de começar: Cecílio, seu personagem, foi descongelado e, finalmente, apresentado às maravilhas do século 21. "Não posso entrar numa de que o que estou vivendo não é especial, porque a realidade dos meus amigos atores que não estão no mainstream é muito diferente da minha", diz. "Não é fácil ser artista ...

    Leia mais
    blank

    “Feito com amor, dedicação e o talento de várias pessoas”, diz Lázaro Ramos sobre documentário Bando, Um Filme De:, que dirigiu

    Lázaro Ramos, em parceria com Thiago Gomes, lança seu primeiro documentário Bando, Um Filme De:,em que remonta às suas origens da dramaturgia cênica baiana, ao contar a história do Bando do Teatro Olodum, que o revelou ao mundo. De forma poética, o filme, que estreia no dia 4 de setembro durante a programação do Encontro de Cinema Negro Brasil, África e Caribe Zózimo Bul, no Rio, mescla arte e militância em 42 depoimentos sobre o mais longevo grupo de teatro negro do País, que completou 28 anos. BANDO, UM FILME DE - LÁZARO RAMOS © Bob Wolfenson Nessa entrevista à coluna Geledés no Debate, o ator, diretor, apresentador e escritor, fala sobre como se deu a iniciativa de documentar o Bando e as incríveis revelações de seus participantes. Lázaro Ramos, com mais de 60 prêmios no teatro e na televisão, também conta aqui sobre seus novos ...

    Leia mais
    MARVEL/SG

    Denzel Washington revela que chorou assistindo Pantera Negra!

    Em uma entrevista recente feita enquanto promove seu próximo filme, O Protetor 2; Denzel Washington revelou que o último filme que o fez chorar foi Pantera Negra. Segundo o astro, ele ficou emocionado por que em partes, sentiu que era como se estivesse passando o bastão para a próxima geração de atores negros. no Legioão dos Heróis Ele conta que estava na estreia do filme em Nova Iorque e conversou com Chadwick Boseman, o Pantera Negra. Para Washington, que já está nessa carreira há algumas décadas, ver todos aqueles atores e atrizes na telona juntos foi como passar o bastão em uma corrida de revezamento. Confira o que ele disse após ser questionado sobre qual filme o fez chorar recentemente: “Pantera Negra, certamente. Eu estava sentado lá, eu fui até o Chad nos bastidores antes do filme começar. Era a estreia do filme deles em Nova Iorque e nós conversamos e ...

    Leia mais
    Diáspora Lab / Divulgação

    Diáspora Conecta convoca realizadores afrodescendentes do nordeste para cursos e laboratório de desenvolvimento de projetos cinematográficos

    Diáspora Conecta é uma plataforma que articula ações de inovação e criatividade, promovendo atividades de experimentação, capacitação e reflexão em torno da produção artística afrodiaspórica. O projeto, que tem apoio financeiro do Estado da Bahia, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura da Bahia, e conta com a parceria do Sebrae, da Aliança Francesa Salvador, da A Firma e do Cine Theatro Cachoeirano, da Prefeitura Municipal de Cachoeira, visa propiciar um espaço de encontro entre realizadores, produtores, agentes do mercado e o público em geral. no Aldeia Nagô Diáspora Lab / Divulgação Até o dia 31 de agosto estão abertas as inscrições para o Diáspora Lab, que vai selecionar seis projetos de longa-metragem em fase de desenvolvimento de realizadores negros/as da região Nordeste do Brasil, sendo 03 (três) de ficção e 03 (três) de documentário. A proposta do laboratório é que os ...

    Leia mais
    Página 1 de 10 1 2 10

    Últimas Postagens

    blank

    Artigos mais vistos (7dias)

    Instagram

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist