Violência Física – Provavelmente vai acontecer de novo

Chegamos ao último capítulo da nossa websérie “Quando Existe Voz”, realizada em parceria com a ONU Mulheres Brasil. O episódio ‘Violência Física – Provavelmente vai acontecer de novo, fala sobre a violência física, que é a mais fácil de nomear, mas não é a mais fácil de se libertar. Para dividir suas histórias de vida contamos com Juliana Russo, gerente de Setor da Avon, Maria Sylvia, advogada e especialista em violência contra as mulheres, e Maria da Penha, mulher que inspirou a criação da lei que hoje é o principal instrumento para coibir e prevenir a violência doméstica e familiar contra as mulheres no Brasil. Vamos assistir?. #JuntasTransformamos

 

Do Facebook

+ sobre o tema

Eles não estão doentes, e nós não estamos loucas

Ontem, uma menina foi estuprada por 30 homens no...

Bolsonaro vira réu por falar que Maria do Rosário não merece ser estuprada

Deputado disse que ela é 'feia'; ele responderá por...

Nota de repúdio: Basta de violencia contra a mulher

Nós do Centro de Defesa e Convivência da Mulher...

Tribunal de Justiça de SP lança programa para homens envolvidos em violência doméstica

Reflexivo e educativo, grupo pretende fazer com que homens...

para lembrar

Na época do Brasil colonial, lei permitia que marido assassinasse a própria mulher

Jorge Amado abre o clássico Gabriela, Cravo e Canela...

Congresso cria órgão para combater violência contra as mulheres

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), protocolou nesta...

Cesárea forçada no Rio Grande do Sul gera discussão sobre direito das mulheres

Grupos denunciaram caso na Comissão de Direitos Humanos e...
spot_imgspot_img

‘Não’ é ‘Não’, inclusive na igreja

No dia 29 de dezembro, o presidente Lula sancionou a lei do protocolo "Não é Não" (lei 14.786/2023), que combate violência e assédio sexual contra mulheres...

Lula sanciona lei que protege mulheres de violência em bares e shows

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou a lei que cria o protocolo Não é Não, mecanismo de combate ao constrangimento e à...

Menina de 15 anos é vítima de estupro coletivo na noite de Natal; amigos são suspeitos, diz polícia

Uma adolescente, de 15 anos, foi estuprada na madrugada de Natal, 25 de dezembro, em Campo Grande (MS). De acordo com a polícia, os suspeitos...
-+=