Violência Física – Provavelmente vai acontecer de novo

Chegamos ao último capítulo da nossa websérie “Quando Existe Voz”, realizada em parceria com a ONU Mulheres Brasil. O episódio ‘Violência Física – Provavelmente vai acontecer de novo, fala sobre a violência física, que é a mais fácil de nomear, mas não é a mais fácil de se libertar. Para dividir suas histórias de vida contamos com Juliana Russo, gerente de Setor da Avon, Maria Sylvia, advogada e especialista em violência contra as mulheres, e Maria da Penha, mulher que inspirou a criação da lei que hoje é o principal instrumento para coibir e prevenir a violência doméstica e familiar contra as mulheres no Brasil. Vamos assistir?. #JuntasTransformamos

 

Do Facebook

+ sobre o tema

Paternidades, gênero e a democracia constitucional

O triunfo de uma “revolução paternal”, tomando de empréstimo...

Mulheres fazem ato contra PEC do aborto no Centro do Rio

PEC 181 é a favor da criminalização do aborto...

Zanana L. Akande

Zanana L. Akande, nascida em 1937, é uma ex-política...

Charlottesville é aqui: por que o brasileiro acha que é diferente do americano?

O Brasil é um país de exaltação escancarada da...

para lembrar

Oprah Winfrey fala sobre superação e empoderamento

A mulher que derrubou barreiras raciais e de gênero...

2 de Julho: Heroínas que lutaram pela independência

Sessão destaca mulheres nas batalhas contra o domínio português Na...

Fundação Tide Setubal e TikTok lançam a quarta edição do edital Elas Periféricas

A caminho de sua quarta edição, o Edital Elas Periféricas,...

Paes e a desumanização da mulher negra

O Brasil é o país da cordialidade violenta, onde...
spot_imgspot_img

O que está em jogo com projeto que torna homicídio aborto após 22 semanas de gestação

Um projeto de lei assinado por 32 deputados pretende equiparar qualquer aborto realizado no Brasil após 22 semanas de gestação ao crime de homicídio. A regra valeria inclusive para os...

Justiça brasileira não contabiliza casos de homotransfobia, cinco anos após criminalização

O STF (Supremo Tribunal Federal) criminalizou a homotransfobia há cinco anos, enquadrando o delito na lei do racismo —com pena de 2 a 5 anos de reclusão— até que...

Maria da Conceição Tavares: quem foi a economista e professora que morreu aos 94 anos

Uma das mais importantes economistas do Brasil, Maria da Conceição Tavares morreu aos 94 anos, neste sábado (8), em Nova Friburgo, na região serrana do Rio...
-+=