Vítima de gordofobia em ônibus no DF vai receber R$ 12 mil de empresa

Decisão entendeu que a mulher passou por uma situação abusiva por conta da obesidade e que o desrespeito enfrentado violou sua honra

A 5ª Turma Cível do TJDFT condenou a Viação Piracicabana a indenizar, por danos morais, Valeska Cavalcanti Macedo, que sofreu constrangimentos por conta do seu peso durante uma viagem no ônibus da empresa de transporte público. A decisão, por maioria dos votos, entendeu que a mulher passou por uma situação abusiva por conta de sua obesidade e que o desrespeito enfrentado por Valeska violou sua honra. A empresa foi condenada a pagar R$ 12 mil para a mulher.

Segundo Valeska, ao pegar um ônibus do Cruzeiro para a Rodoviária do Plano Piloto junto com o irmão de 8 anos, pagou sua passagem e pediu para entrar pela porta traseira, pois possui um quadril muito largo, o que impossibilita sua passagem pela roleta. O cobrador, porém, não aceitou o pedido, mesmo com os acentos da frente ocupados, pois o ônibus estava cheio. Outros passageiros se manifestaram a favor da mulher, mas o motorista teria dado uma risada e afirmado que ela devia passar a roleta do ônibus caso quisesse seguir viagem.

A mulher conta que os funcionários da empresa foram sarcásticos e pediram, com ironia, para ela passar na roleta. Nesse momento, ela percebeu que a intenção dos homens seria fazê-la passar por mais constrangimentos. Além disso, Valeska afirma que fez toda a viagem em pé e ficou preocupada com seu irmão, que passou todo o percurso sozinho na parte traseira do veículo.

A Viação Piracicabana alegou que o pedido de abertura da porta só foi feito depois do ônibus deixar o terminal rodoviário. Diante disso, ela não pode passar pela porta de desembarque, porque não era seguro parar o veículo.

A desembargadora Maria Ivatônia, relatora do processo, destacou que os danos morais sofridos estão comprovados por uma reclamação realizada no Sistema de Ouvidoria do DF e por testemunho de outra passageira. “As provas definem que o não atendimento ao pedido da autora transbordou a mera negativa de pedido, conduta que se revelou abusiva, irônica e debochada dos funcionários da empresa dada a obesidade da autora”, concluiu a julgadora.

+ sobre o tema

Com 359 votos, Câmara aprova PEC 241 em 2º turno

Câmara dos Deputados aprovou na noite desta terça-feira, 25,...

“É melhor morrer em pé do que viver de joelhos”

Quem ama as liberdades democráticas que se mire em...

Peritos das Nações Unidas avaliam condições de vida dos africanos em Portugal

Por: António Pereira Neves Genebra, 14 mai...

Estudo aponta queda na diferença de renda entre negros e não negros

Embora ainda tenham desvantagens na disputa por vagas no...

para lembrar

Homofobia em padaria: Polícia investiga preconceito ocorrido no centro de São Paulo

Nas redes sociais, viralizou um vídeo que registra uma confusão em uma padaria, no centro de São Paulo. Uma mulher grita ofensas homofóbicas e...

Intolerância religiosa representa um terço dos processos de racismo

A intolerância religiosa representa um terço (33%) dos processos por racismo em tramitação nos tribunais brasileiros, segundo levantamento da startup JusRacial. A organização identificou...

Intolerância religiosa: Bahia tem casos emblemáticos, ausência de dados específicos e subnotificação

Domingo, 21 de janeiro, é o Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa. Nesta data, no ano 2000, morria a Iyalorixá baiana Gildásia dos...
-+=