quinta-feira, outubro 15, 2020

    Tag: discriminação e preconceito

    Luiza Trajano (Foto: World Economic Forum)

    Ataques ao Magazine Luiza revelam “capitalismo arcaico da direita brasileira”

    A iniciativa da empresa Magazine Luiza de reservar todas as vagas do seu programa de trainees em 2021 a candidatos negros é um dos temas mais comentados das redes sociais neste sábado (19), e causou a fúria de vários setores da direita brasileira, fazendo com que liberais e conservadores se unissem na promoção da hashtag #MagazineLuizaRacista. Além da campanha nas redes sociais, também surgiram iniciativas judiciais contra a empresa: dois deputados do PSL do Rio de Janeiro, Carlos Jordy e Daniel Silveira, apresentaram seus processos contra a empresa Magazine Luiza, denunciando suposto crime de “racismo”, se apoiando no questionado conceito de “racismo reverso” (no qual os negros oprimiriam os brancos). No entanto, para o professor Dennis de Oliveira, da ECA/USP (Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo), “a iniciativa do Magazine Luiza, além de ser produto da pressão do movimento negro, também mostra que a empresa está ...

    Leia mais
    (Foto: Divulgação/ Magazine Luiza)

    Programa de trainee da Magazine Luiza para negros causa polêmica

    A decisão da Magazine Luiza em colocar apenas negros no próximo programa de trainees, antecipada pelo Broadcast, está entre os assuntos mais comentados do momento no Twitter neste sábado (19/9). A decisão da empresa abriu um disputa nas redes sociais entre os que elogiam a medida e aqueles que acusam a Magalu de "racismo reverso" com brancos, usando a hashtag #MagazineLuizaRacista. Gente, estão abertas as inscrições p/ o Trainee 2021, o programa q forma as futuras lideranças do Magalu. Igualdade de oportunidades e a inclusão são duas das nossas mais importantes causas. E, por isso, neste ano será exclusivo para candidatos negros. Segue o fio pra entender + pic.twitter.com/rc4puiMEs8 — Lu do Magalu (em 🏠) (@magazineluiza) September 18, 2020 Trainee da Magazine Luiza dividiu opiniões Dentre os críticos, estão o vice-líder do governo na Câmara, deputado Carlos Jordy. O deputado afirmou que está entrando com representação no Ministério Público contra ...

    Leia mais
    Krespinha (Foto: BOMBRIL)

    30 anos do Código de Defesa do Consumidor: uma análise sobre publicidades discriminatórias nas relações de consumo

    Diante de uma sociedade movida pelo consumo, pela superprodução de bens e serviços, surge a necessidade de uma proteção e regulamentação dos direitos dos/as consumidores/as. O Código de Defesa do Consumidor (CDC), Lei nº 8.078/1990, que regulamenta as relações de consumo, completou, no dia 11 de setembro, 30 anos de existência. O reconhecimento a defesa do/a consumidor/a como direito fundamental está previsto no art. 5º da Constituição Federal, inciso XXXII, que estabelece “o Estado promoverá, na forma da lei, a defesa do consumidor”. A Defesa do Consumidor também está incluída na Constituição Federal entre os princípios gerais de Ordem Econômica, no art 170 da Lei Magna: “A ordem econômica, fundamentada pela valorização do trabalho humano e livre iniciativa, tem por fim assegurar a todos existência digna, conforme os ditames da justiça social, observados os seguintes princípios: (….) V- defesa do consumidor;”. Vale ressaltar que, o CDC estabelece as responsabilidades e ...

    Leia mais
    André Nicolitt, juiz da comarca de São Gonçalo, no Rio (Foto: Arquivo Pessoal/André Nicolitt)

    Juiz há 19 anos, Nicolitt ainda teme ser alvo de racismo: ‘Isso não muda’

    O juiz André Nicolitt, da comarca de São Gonçalo, estava de plantão quando viu uma decisão sua ganhar repercussão nacional: ele concedeu habeas corpus ao músico Luiz Carlos Justino, de 23 anos, preso sob a acusação de assalto à mão armada. O crime, entretanto, aconteceu enquanto o jovem trabalhava tocando em uma padaria. Na decisão, Nicolitt, que está há 19 anos no Judiciário, questionou: "Por que um jovem negro, violoncelista, que nunca teve passagem pela polícia, inspiraria 'desconfiança' para constar em um álbum ?". Sobre o texto que ganhou grande repercussão nas redes sociais, disse ao UOL: "Eu olho com muito zelo para cada sujeito preso ou a ser preso, não tenho padrões decisórios genéricos". "Eu vou olhar para cada processo como uma das coisas mais importantes a serem feitas, porque colocar alguém no cárcere é muito grave. Quando este processo veio, olhei ...

    Leia mais
    Ota Benga foi sequestrado e levado aos EUA para ser exibido em um zoológico (Foto: BIBLIOTECA DO CONGRESSO DOS EUA)

    Após 114 anos, zoológico dos EUA se desculpa por exibir jovem negro em jaula de macacos

    Ota Benga foi sequestrado em sua terra natal — onde hoje fica a República Democrática do Congo — e levado aos EUA para ser exibido em uma jaula, em 1904. Mais de um século depois de virar notícia internacional por exibir um jovem congolês na mesma seção onde ficavam os macacos, o Zoológico do Bronx, em Nova York, finalmente emitiu um pedido de desculpas. O pedido de desculpas feito pela entidade que administra o local, a Sociedade para Conservação da Vida Selvagem (WCS, na sigla em inglês), veio em meio a protestos globais motivados pela morte do americano George Floyd por um policial branco nos Estados Unidos. A jornalista Pamela Newkirk, que já pesquisou e escreveu extensamente sobre o assunto, faz uma análise do caso para a BBC. Em um momento de ajustes de contas nacional, o presidente da entidade, Cristian Samper, disse que é importante "refletir sobre a própria ...

    Leia mais
    (Foto: Lucília Monteiro)

    Perverso pacto racial

    O racismo é uma invenção branca voltada a naturalizar a exclusão, a subordinação e a exploração da população negra, assim como a legitimar a violência contra pretos e pardos, sem a qual a dominação branca não subsistiria. O racismo está presente em todas as esferas da vida brasileira. Ele reforça e aprofunda a persistente desigualdade política, econômica e social. O racismo basicamente exclui os negros da esfera política e conspira para sua subordinação e exploração no âmbito econômico, assim como estabelece hierarquias e discriminação na vida privada, nas relações pessoais e mesmo afetivas. Nada escapa a essa ideologia difusa, intricada, mas sempre cruel do racismo.​ As últimas semanas foram pródigas em expor a violência e a discriminação impostas contidamente a pessoas pelo simples fato de serem negras ou professarem uma religião de origem africana. Como salienta Flávia Oliveira, “o racismo não dá trégua”. A resistência heroica de Dandara e Zumbi ...

    Leia mais
    Imagem: Geledes

    Racismo Estrutural – Banco é condenado a indenizar cliente por discriminação racial

    Procedimentos de segurança são intrínsecos à atividade bancária. Não pode, entretanto, a instituição financeira, sob o pretexto de se manter a segurança no interior do estabelecimento, expor o usuário a procedimentos constrangedores. Com base nesse entendimento, o juiz Marco Aurélio Stradiotto de Moraes Ribeiro Sampaio, da 3ª Vara Cível de Jundiaí, condenou um banco a indenizar, por danos morais, um negro que foi impedido de entrar em uma das agências da instituição. O valor da reparação foi fixado em R$ 52.250, o que corresponde a 50 salários mínimos. “É necessário que nesta sentença, para além da indenização em face de técnica processual, reconheça-se o ato de que vítima o autor, discriminação racial a lhe gerar danos civis que se querem aqui desfeitos. E isso porque não pode a sociedade, no estágio atual, continuar a tratar como situação normal a negada questão racial, o tratamento diverso por questão de cor de ...

    Leia mais

    Racismo e desigualdades: o que há de democrático na Covid-19?

    “Quando a América branca pega um resfriado, a América negra pega pneumonia”, Steven Brown (Urban Institute). Por Emanuelle Goes, Da Catarinas  (Foto: arquivo pessoal da autora) A Covid-19 é democrática? Debates sobre a transmissão do vírus têm levantado essa discussão, que todas as pessoas independentes de raça, classe, gênero estão expostas ao coronavírus da mesma forma. Mas como é possível que em países e sociedades com desigualdades profundas as populações sejam atingidas de maneira igualitária? Ao desembarcar Brasil o novo coronavírus mostrou que não era bem assim, a “patroa” em quarentena transmitiu o vírus para a funcionária que não tinha sido informada de risco de contágio, a trabalhadora doméstica de 63 anos que morreu, sendo o primeiro registro de morte no País. O vírus ao atravessar a barreira racial mata. Aprendo com Grada Kilomba (1) ao dizer que a divisão geográfica resultante dessa coreografia racista pode ser ...

    Leia mais

    ‘Narcopentecostais’: casos de intolerância religiosa crescem com expansão de facção no Rio

    Só em 2019, até setembro, a Comissão de Combate à Intolerância Religiosa contabilizou 176 terreiros fechados após ataques ou ameaças de traficantes Por Rafael Soares, Da Época Itens sagrados em religião de matriz africana (Foto: Georgenes Sampaio) Aos 23 anos, Wendel Rodrigues Oliveira é um homem de fé. Em 27 de junho, postou no Instagram uma foto da Bíblia em seu colo, com a legenda: “Indo à casa do pai agradecer por cada dia de vida e pela paz que ele vem concedendo à comunidade do Parque (Paulista) e pelo seu povo”. Mas ele é também um homem do crime, e o relógio de ouro na foto com o livro sagrado é só um indicativo de seu poder. Na comunidade que cita em suas preces, o Parque Paulista, um bairro em que moram mais de 30 mil pessoas de Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, ...

    Leia mais
    Tribunal de Justiça da Paraíba (TJ-PB), em João Pessoa — Foto: Ednaldo Araújo/TJPB

    Mulher é condenada por injúria após ofender duas candomblecistas na PB

    Uma mulher foi condenada a um ano e nove meses de prisão e 35 dias-multa pelo crime de injúria após ofender duas candomblecistas em março de 2019 na Paraíba. De acordo com os autos do processo, a condenada chamou o casal de mulheres de “macumbeiras, sapatão e pomba gira dos infernos”. Do  G1  Tribunal de Justiça da Paraíba (TJ-PB), em João Pessoa — Foto: Ednaldo Araújo/TJPB A mulher foi denunciada pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB) pelos crimes de injúria referente a raça, cor, etnia ou religião, duas vezes. Em depoimento, as vítimas narraram que convivem maritalmente há mais de 13 anos e são da religião do candomblé. Ambas confirmaram que a condenada enviou mensagens para uma testemunha com injúrias à religião das duas. Na sentença, o juiz Geraldo Emílio Porto, da 7ª Vara Criminal de João Pessoa, destaca que os fatos descritos foram comprovados durante ...

    Leia mais
    A minha professora disse que era preciso dominarmos bem a língua francesa | 1985 | Alain Le Saux

    Glotofobia: da discriminação linguística ao racismo pelo sotaque

    A minha professora disse que era preciso dominarmos bem a língua francesa1 Por Graça dos Santos, no Buala A minha professora disse que era preciso dominarmos bem a língua francesa | 1985 | Imagem Alain Le Saux "Na nossa sociedade a linguagem é um instrumento de dominação e de discriminação poderoso e desconhecido. Impor a sua língua como a única aceitável, estimável, razoável e menosprezar, desqualificar, rejeitar uma pessoa pela sua maneira de falar, o seu sotaque ou o seu vocabulário é tão ilegítimo como rejeitá-la pela sua religião, a cor da sua pele ou a sua orientação sexual – as várias discriminações mais ou menos reconhecidas e punidas pela lei em França”2. As discriminações fundamentadas na língua são no entanto ainda largamente ignoradas, embora afetem milhares de pessoas. Estão evidentemente relacionadas com a xenofobia, o racismo ou o menosprezo social, mas a proposta do sociolinguista francês ...

    Leia mais

    Quem são as 4 jovens congressistas que Trump atacou com mensagens consideradas racistas

    O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, causou uma polêmica racial neste fim de semana ao publicar mensagens no Twitter nas quais pediu que diversas congressistas de minorias étnicas "regressem aos seus países de origem" a fim de consertar os lugares "falidos e infestados de crime". Da BBC Jovens congressistas são especialmente críticas das políticas de Trump (Foto: GETTY IMAGES) Alexandria Ocasio-Cortez, Ilhan Omar, Rashida Tlaib e Ayanna Pressley, todas cidadãs americanas que foram eleitas para a Câmara dos Representantes (equivalente à Câmara dos Deputados do Brasil), acusaram o presidente de ser racista. Em uma entrevista conjunta das quatro à imprensa americana, Pressley afirmou que Trump não conseguirá calá-las e pediu que os americanos "não mordam a isca" do que ela chamou de tentativa de desviar a atenção da opinião pública de problemas internos. "Essa é a agenda dos nacionalistas brancos", disse Omar. Trump não citou ...

    Leia mais

    Casa de candomblé é derrubada pelo governo do DF; ‘Intolerância religiosa’, diz OAB

    Construção é filial da Casa do Caboclo, entidade fundada em 1975. Governo afirma que área pública sofria 'parcelamento irregular'. Por Marília Marques e Letícia de Oliveira, G1 DF Membros da Casa do Caboclo, no Lago Norte, cantam e dançam ao redor de construção derrubada pelo DF Legal (Foto: TV Globo/Reprodução) Após a derrubada da construção de uma filial do terreiro de candomblé Caboclo Boiadeiro – o centro mais antigo do Distrito Federal, fundado em 1975 – a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-DF) decidiu recorrer do caso por entender que a destruição do imóvel pelo governo foi um "ato de intolerância religiosa". A ação que demoliu a casa de matriz africana no Lago Norte foi organizada pelo DF Legal – antiga Agência de Fiscalização (Agefis) – na segunda-feira (20), mesma semana em que o novo órgão começou a funcionar. Segundo a presidente da Comissão de Liberdade ...

    Leia mais

    Tratores invadem e destroem área verde de terreiro em Cajazeiras IV

    Polícia Civil vai investigar quem são os responsáveis pelo desmatamento Por Nilson Marinho e Júlia Vigné, Do Correio24Horas Cerca de 3 mil m² de área verde nos fundos do terreiro foram devastados pelas máquinas (Foto: Marina Silva/CORREIO) Sem a permissão e consentimento dos seus donos, o Terreiro Húnkpame Karè Lewí Xwè, localizado na Travessa Heráclito, em Cajazeiras IV, teve 3 mil m² de área verde de seu território sagrado devastados por tratores. Além das espécies arrancadas do solo, como pés de coqueiro, piaçava e canela de velho, o terreiro teve muitas de suas ferramentas ritualísticas destruídas pelo maquinário. Uma perda que, segundo os filhos da casa, é incalculável. “Foram árvores sagradas, assentamentos e materiais de culto, as representações dos orixás. Infelizmente, não temos como recuperar isso. Não temos como recuperar essa área perdida que é o mais importante para gente. O que nós cultuamos ainda é vivo, mas ...

    Leia mais

    Sem cabelos por causa da quimioterapia, mulher é agredida ao ser confundida com homossexual no Rio

    O caso, que aconteceu neste sábado (24), ganhou notoriedade após um relato do marido de Deborah, Jorge Lourenço, ter sido compartilhado mais de 30 mil vezes no Facebook. Do Portal Fórum Foto: Reprodução/Facebbok Com os cabelos curtos por causa de um tratamento com quimioterapia, a educadora Deborah Lourenço, sofreu ofensas homofóbicas e agressão no Centro do Rio de Janeiro nesse sábado (24). Após mais uma sessão de quimioterapia, Deborah foi até o Centro para tomar um café. Ao estacionar um homem começou a xingar e empurrar a educadora por acreditar que ela era homossexual, uma vez que o tratamento para o câncer de mama ao qual se submete provocou a queda de seus cabelos. O caso, ganhou notoriedade após um relato do marido de Deborah, Jorge Lourenço, ter sido compartilhado mais de 30 mil vezes no Facebook. No texto, Jorge desabafa. Ele diz que mesmo quem ...

    Leia mais

    São João de Meriti lança campanha contra a intolerância religiosa

    A ialorixá Mãe Martha Britto ainda lembra assustada dos murros que cerca de dez homens encapuzados deram no portão de seu terreiro, a Casa de Oxalá e Oxum, na Venda Velha, em São João de Meriti, Baixada Fluminense. O episódio aconteceu há dois anos. Ela deixava o local com filhos de santo quando foram cercados pelos criminosos. Por Cíntia Cruz Do Racismo Ambiental Foto: Cléber Júnior / Agência O Globo — Eles usavam luvas e toucas ninjas e diziam “Sai, Satanás’’. Tivemos que sair correndo — lembra a religiosa. Para combater e prevenir a intolerância religiosa, será lançada na cidade, dia 25, a campanha “Diga não à intolerância religiosa’’, em defesa da liberdade religiosa, do estado laico e contra o racismo. A cidade ficou em terceiro lugar na região — empatada com Mesquita — em número de registros de casos de intolerância na Secretaria de Estado de ...

    Leia mais

    Discurso de ódio e preconceito não são liberdade de expressão!

    Recentemente soubemos de mais um caso de discurso de ódio e preconceito disfarçado de liberdade de expressão. Outro exemplo que, caso possua um desfecho exemplar, demonstrará a importância de assumirmos a responsabilidade sobre a emissão de opiniões nas redes sociais e de seus limites. Por Caroline Silveira Bauer Do Dissenso Ilustração: Paola Hiroki Com a execução de Marielle Franco, diversos veículos de comunicação têm se preocupado em identificar as fake news que, mais que notícias falsas, são atentatórias à honra e à imagem da vereadora. Referências à sua vida amorosa, à sua gravidez e ao seu envolvimento com o tráfico de drogas foram sendo desconstruídas por amigos, familiares e pela própria mídia. Esse fenômeno demonstra o perigo que a disseminação irrefletida desse conteúdo nas redes sociais pode ter para o processo eleitoral de outubro próximo. No entanto, gostaria de fazer referência ao caso da desembargadora Marília Castro Neves, que, além ...

    Leia mais
    ISTOC

    7 fantasias para não usar neste Carnaval

    Fantasias de índios, ciganos ou homens vestidos de mulher são muito comuns principalmente no período do Carnaval. Mas você já parou para pensar que esse tipo de vestimenta pode ser machista e preconceituosa, além de se apropriar da cultura de povos marginalizados? No vídeo abaixo, o Catraca Livre listou sete fantasias para você NÃO usar durante a folia. Assista: Do Catraca Livre  1 - Homem vestido de mulher Os homens vestidos de mulher (e até mesmo de noiva) estão por todas as cidades do país no Carnaval. Mas por que está errado? Além de ser machista e desrespeitoso com as próprias mulheres, essa “moda” é preconceituosa contra as pessoas trans e apenas reforça os estereótipos de gênero. 2- Índio ou índia A fantasia de índio ou índia representa uma cultura ampla e diversa, e não apenas um indivíduo, construído no Carnaval de forma estereotipada. De que adianta usar um cocar para curtir o bloco enquanto a população ...

    Leia mais

    Esclarecer para tolerar

    A intolerância, assim como o racismo, é um fenômeno social construído com o objetivo de cercear os direitos do outro Por Ivanir dos Santos Do O Dia Ivanir dos Santos Comemoramos ontem o Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa. Instituída em 27 de dezembro de 2017, sobre a Lei 11.635, a data rememora o falecimento da yalorixá Mãe Gilda, do terreiro Axé Abassá de Ogum, na Bahia. A sacerdotisa faleceu no dia 21 de janeiro de 2000, após ser acusada de charlatanismo e ver a sua casa ser atacada por motivos de ódio e intolerância religiosa. Diante dos trágicos fatos, buscamos, a cada ano, rememorar Mãe Gilda com demonstrações de respeito, tolerâncias, hombridade e alteridade. Mas, pensando nos múltiplos casos de intolerância religiosa que vêm crescendo assustadoramente na sociedade brasileira e, principalmente no Estado do Rio de Janeiro, os organizadores do livro 'Intolerância Religiosa no Brasil: Relatório e Balanços', em ...

    Leia mais

    10 mulheres compartilham suas histórias de amor-próprio

    “Sou diferente, sou singular. Não existe ninguém como eu.”  Por Natasha Hinde, do HuffPost Mulheres de várias origens e profissões compartilharam os relatos comoventes e instigantes de suas jornadas de autoaceitação. Harnaam Kaur tem barba, pelo fato de sofrer de síndrome do ovário policístico (POS). Fatemah Dhanji é sujeita a racismo chocante por usar hijab. Joanné Dion foi vítima de bullying por ter albinismo. Elas são algumas das mulheres que vieram a público contar como aprenderam a se amar. Essas dez mulheres incríveis são destaques de uma campanha intitulada "Em Nossa Pele", encomendada pela Stoosh, uma plataforma que incentiva todas as mulheres negras, de origem asiática e de minorias étnicas no Reino Unido a serem autoconfiantes, ter o direito de expressar-se livremente e não sentir que precisam pedir desculpas por ser quem são. Fatemah disse ao HuffPost Reino Unido: "Todas as mulheres que participaram da série fotográfica nos mostram que aprender a ...

    Leia mais
    Página 1 de 5 1 2 5

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist