Vozes pela Igualdade – Exposição Jornais da Imprensa Negra Paulista do século XX

O coquetel de abertura da Exposição de Jornais da Imprensa Negra Paulista do século XX será realizado nessa segunda-feira – 21/11 – às 19 horas no Hall Monumental da Assembléia Legislativa de São Paulo – Avenida Pedro Álvares Cabral, 201 – Ibirapuera – São Paulo / SP . A exposição é aberta ao público em geral do dia 21 à 25 de novembro. A realização da mostra conta com o apoio do mandato do deputado estadual José Cândido (PT/SP).

A Exposição de Jornais da Imprensa Negra Paulista do século XX resgata o registro da vida social, da história de luta, sonhos e planos para a conquista do respeito e igualdade de toda a sociedade brasileira para com as comunidades negras da Capital Paulista e do interior do estado.

O jornalista José Correia Leite (1900 – 1989), criador os jornais O Clarim, Alvorada, Clarim d’Alvorada e Chibata e colaborador dos jornais A Raça e O Mutirão. Militante negro, Correia Leite foi um dos fundadores, em 1931, da Frente Negra Brasileira, mas se afastou por divergências ideológicas e, juntamente com José de Assis Barbosa, criou em 1932 o Clube Negro de Cultura Social. Em 1945, participou da criação da Associação dos Negros Brasileiros e do jornal Alvorada e em 1956, na Associação Cultural do Negro, fundou a revista Niger.

Com suas páginas amareladas, impressão ligeiramente desbotada, desgastados pelo tempo, mas ainda altivos, como seus fundadores e leitores, que faziam questão de demonstrar o orgulho por sua origem africana os jornais: Menelick,1915; A Rua,1916; O Xauter, 1916; O Alfinete, 1918; O Bandeirante, 1919; A Liberdade, 1919; A Sentinela, 1920; Kosmos, 1922; O Getulino, 1923; O Clarim, rebatizado de O Clarim d’Alvorada,1924; Elite, 1924; Auriverde, 1928; O Patrocínio, 1928; O Progresso, 1928; A Chibata, 1932 e A Voz da Raça, 1933, entre outros, fazem parte dessa história.

Os exemplares dessa exposição fazem parte do acervo de Estevão Maya Maya, militante, cantor erudito e musicólogo, preservando parte das origens da Imprensa Negra Paulista.

O projeto Vozes pela Igualdade neste mês da Consciência Negra, no Ano Internacional dos e das Afrodescendentes, estabelecido pelas Nações Unidas, tem o objetivo de contribuir para o fim da violência de gênero e raça e para a construção da igualdade e do fim da discriminação, por meio do estímulo à observação, à pesquisa e à reflexão sobre a cobertura jornalística dessa temática.

Realização:

Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo

COJIRA – Comissão de Jornalistas pela Igualdade Racial

Coletivo da Mulher Jornalista

Organização

CELACC – Centro de Estudos Latino-Americanos sobre Cultura e Comunicação

Fonte: Grupos Mulheres Negras

+ sobre o tema

De cabelos escuros, Rihanna promove ‘Battleship’ no Japão

Rihanna apareceu de cabelos escuros no Japão para promover...

África: coração do Fórum Social Mundial

Por Esther Vivas Tradução Português: Paulo Marques Passados mais...

Festival cita filme de Lázaro Ramos como “o melhor desde ‘Cidade de Deus'”

O Pan African Film Festival, evento de Cinema em Los...

A nação afro-brasileira

Memória - Entrevista com Clóvis Moura (1981) A...

para lembrar

Racionais: Sobrevivendo no Inferno por Bianca Santana

Neste quinto depoimento a jornalista Bianca Santana fala da...

‘Mato Cheio’ narra fuga de povos negros no passado e presente

Peça da Carcaça de Poéticas Negras faz duas apresentações,...

Convite para o lançamento da publicação “Racismo e violência contra quilombos no Brasil”

A Coordenação Nacional de Articulação das Comunidades Negras Rurais...
spot_imgspot_img

Aos 105, Ogã mais velho do Brasil, que ajudou a fundar 50 terreiros só no Rio, ganha filme e exposição sobre sua vida

Luiz Angelo da Silva é vascaíno e salgueirense. No mês passado, ele esteve pela primeira vez no estádio de São Januário, em São Cristóvão,...

Mostra sobre Lélia Gonzalez vê negros e indígenas como centro da cultura nacional

As escolas de samba do Rio, os blocos afro da Bahia, as congadas de Minas Gerais, as comemorações da Semana Santa e do Natal. O que todas essas celebrações têm...
-+=