Willian lança chuteira contra o racismo na partida contra o Nordsjælland

O apoiador Willian lançará uma chuteira contra o racismo na partida do Shakhtar Donetsk contra o Nordsjælland, às 17h45 (horário de Brasília), no Farum Parkna de Copenhagen, na Dinamarca, pela quinta rodada do Grupo E da Liga dos Campeões da Europa. O time ucraniano divide a liderança da chave com o Chelsea. Ambos têm sete pontos.

O jogador brasileiro pediu para colocar “No Racism” nos dois pés para reforçar a campanha contra a discriminação racial no Velho Continente.

No ranking dos melhores jogadores do torneio, feito por analistas da Uefa, Willian é o primeiro colocado, com média de nota 7,7. Ele está à frente dos badalados Messi (7,6), do Barcelona, Ibrahimovic (7,6), do Paris Saint-Germain, e Hart (7,5), do Manchester City.

 

 

Fonte: Terra

+ sobre o tema

Motorista que foi vítima de racismo será indenizado em R$ 4 mil

Um motorista que foi vítima de racismo será indenizado...

Em Foz, fascistas culpam Dilma pela presença de haitiano e passam a espancá-lo

  Getho Mondesir foi vítima de racismo e sofreu espancamento...

PMs do caso Claudia Silva Ferreira se livram de responder ação na Justiça comum

Rodrigo e Zaqueu serão submetidos à Auditoria da Justiça...

Governo concede títulos a territórios quilombolas em Minas e Sergipe

Nesta terça-feira (21), quando é celebrado o Dia Internacional...

para lembrar

Nota de repúdio a declarações do Deputado Jair Bolsonaro

A Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade...

Candidatos a presidente terão que ter propostas para a questão racial, diz Hélio Santos da Oxfam

“Em 2022, o candidato que não tiver propostas, que...
spot_imgspot_img

Debate racial ficou sensível, mas menos sofisticado, diz autor de ‘Ficção Americana’

De repente, pessoas brancas começam a ser degoladas brutalmente com arame farpado. O principal suspeito é um homem negro que sempre está na cena...

Universidade, excelência e compromisso social

Em artigo publicado pelo jornal O Estado de S. Paulo, no dia 15 de junho, o professor de literatura geral e comparada da Unicamp, Marcos...

Mobilizações apontam caminho para enfrentar extremismo

As grandes mobilizações que tomaram as ruas das principais capitais do país e obrigaram ao recuo dos parlamentares que pretendiam permitir a condenação de...
-+=