Woodley volta a reclamar de racismo no esporte: “Não se trata de preto e branco”

Campeão dos meio-médios do UFC alegou que racismo envolve muitos problemas sociais

Foto: Anthony Kwan/Getty Images

Por Laerte Viana Do Super Lutas

Tyron Woodley ganhou destaque mundial ao conquistar o cinturão peso meio-médio (até 77kg) do UFC, mas suas declarações polêmicas o fazer ganhar ainda mais destaque na mídia. Após dizer que é o campeão com pior tratamento recebido pelo Ultimate, o norte-americano voltou a reclamar de racismo no esporte. De acordo com ele, o preconceito envolve muitas questões sociais.

“Se você olhar para a história do nosso esporte – e não é apenas o nosso esporte – a história da cultura americana, certas coisas são subliminares, racistas, que as pessoas não entendem. (…) Não se trata de preto e branco. É sobre apontar coisas que não são certas, que são injustas, certo e errado, coisas que não são iguais, ninguém deve ser tratado de qualquer maneira por causa de sua cor, sua raça, seu gênero, seu status socioeconômico”, comentou o lutador, em entrevista ao site MMA Fighting (EUA).

Woodley, que enfrenta Stephen Thompson no UFC 209, agendado para 4 de março, em Las Vegas (EUA), duelo que marcará a revanche entre os dois, que empataram no UFC 205, em novembro passando, ainda aproveitou para “cutucar” seu rival a respeito dos problemas citados.

“Ele (Thompson) não vai entender. Não vai entender, porque não é ele. Isso não quer dizer que não exista, acho que o que temos são indivíduos que não participaram e indivíduos que não o fizeram. Não, eles sentem que não está acontecendo”, concluiu o campeão.

+ sobre o tema

Miss é eliminada por ser mãe. Em que ano estamos?

Elas precisam ser lindas, altas e magras. Além disso,...

MinC seleciona projetos de hip-hop inscritos no Prêmio Cultura Viva

A Secretaria de Cidadania e Diversidade Cultural do Ministério...

Perfeição do racismo brasileiro transforma algoz em vítima

O racismo é um crime perfeito. É com essa frase...

para lembrar

Rodada contra Racismo

Neste final de semana, a Confederação Brasileira de Futebol...

Olivier Rousteing: ‘A moda é racista’

Único negro à frente de uma grife de luxo,...

Tribunal de Londres processa zagueiro John Terry por racismo

LONDRES, Reino Unido — O capitão da seleção inglesa...

Procon-SP notifica shopping após mãe denunciar racismo

O Procon-SP notificou ontem o Bourbon Shopping São Paulo...
spot_imgspot_img

Quanto custa a dignidade humana de vítimas em casos de racismo?

Quanto custa a dignidade de uma pessoa? E se essa pessoa for uma mulher jovem? E se for uma mulher idosa com 85 anos...

Rebeca Andrade lidera Brasil à prata por equipes no Pan-Americano

Rebeca Andrade estreou com uma medalha de prata nos Jogos Pan-Americanos. Neste domingo, a campeã olímpica liderou o Brasil ao pódio por equipes em...

Queniano Kelvin Kiptum quebra recorde da maratona em Chicago

O corredor queniano Kelvin Kiptum venceu a Maratona de Chicago, na manhã deste domingo (8), completando o percurso de 42,195 quilômetros pela cidade americana em duas...
-+=