Zagueiro argentino é multado e suspenso por racismo na Bolívia

Fonte: Trivela

zagueiro-argentino

Zagueiro argentino teve voz de prisão decretada dentro de campo após ofender o atacante Grafite (Foto: AE)

O zagueiro argentino Héctor Gaitán, do Oriente Petrolero-BOL, foi suspenso por cinco partidas e recebeu multa de US$ 15 mil por insulto racista contra um adversário do Campeonato Boliviano.

O ex-atleta do Newell’s Old Boys foi acusado de ofender o capitão do Blooming, Alejandro Gómez, durante o dérbi de Santa Cruz, há duas semanas, de acordo com a corte disciplinar boliviana. Segundo o jornal La Razón, Gaitán teria feito referência à nacionalidade de Gómez ao xingá-lo.

De acordo com a mídia local, Gaitán teria rompido seu acordo com o Oriente Petrolero após a divulgação da punição.

 

+ sobre o tema

para lembrar

Mercúrio está andando de novo

Em maio de 2016 escrevi uma das colunas que...

Juventude Viva: pelo direito à vida dos jovens negros

por Severine Macedo* No último dia 20 de novembro,...

Sem defesa legítima

Durou o tempo de um Brasil inteiro até o...

Todos os seus personagens favoritos de desenho animado são negros

Pernalonga, negro. Scooby-Loo, negro. Elmo, certamente negro. Por SARAH HAGI, do...
spot_imgspot_img

Uma pessoa negra foi morta a cada 12 minutos ao longo de 11 anos no Brasil

Uma pessoa negra foi vítima de homicídio a cada 12 minutos no Brasil, do início de janeiro de 2012 até o fim de 2022....

Como as mexicanas descriminalizaram o aborto

Em junho de 2004, María, uma jovem surda-muda de 19 anos, foi estuprada pelo tio em Oaxaca, no México, e engravidou. Ela decidiu interromper...

Como o diabo gosta

Um retrocesso civilizatório, uma violência contra as mulheres e uma demonstração explícita do perigo que é misturar política com fundamentalismo religioso. O projeto de lei...
-+=