05/08 – Ato show celebra os 5 anos da Lei Maria da Penha

Há cinco anos foi sancionada a Lei 11.340/06, conhecida como Lei Maria da Penha. A legislação deu visibilidade à violência sofrida por milhões de brasileiras e representa um avanço na luta pela igualdade entre homens e mulheres. Para lembrar a data e reafirmar o compromisso com os direitos e cidadania das mulheres, a Secretaria de Política para as Mulheres, a Petrobras, a BR Distribuidora, o governo do Estado e a Prefeitura do Rio de Janeiro estão realizando um grande ato show que se encerra com um show de Beth Carvalho

Neste dia 5 de agosto, a partir das 13h, na Fundição Progresso, no Rio de Janeiro, a Lei Maria da Penha será debatida em oficinas, mostra de filmes e diversas apresentações culturais. A celebração terá as presenças da ministra Iriny Lopes, da Secretaria de Política para as Mulheres (SPM), dos ministros José Eduardo Cardozo e Antonio Patriota, da Justiça e das Relações Exteriores, Luiza Bairros, da Seppir, além do governador do Rio Sérgio Cabral, do prefeito Eduardo Paes e representantes dos poderes Legislativo e Judiciário. O ato será encerrado às 18h30 com show da cantora Beth Carvalho.

Para o evento são esperadas três mil mulheres do estado do Rio de Janeiro e do país, representantes do Movimento de Mulheres e Feminista. Na ocasião a Petrobras e BR Distribuidora formalizam a entrega um milhão de cartilhas de bolso sobre a Lei Maria da Penha à Secretaria de Políticas para as Mulheres.

Durante o ato, a Secretaria de Políticas para as Mulheres e os Ministérios da Justiça e das Relações Exteriores assinam Acordo de Cooperação para ampliação da Central de Atendimento à Mulher – Ligue 180 -, no exterior. O objetivo é atender as brasileiras vítimas de violência doméstica fora do Brasil. O serviço será gratuito, de orientação para fornecer informações sobre os direitos das mulheres, durante 24 horas por dia.

A programação do ato show inclui debates sobre aspectos gerais da Lei Maria da Penha, estandes dos serviços da rede pública de atendimento às mulheres vítimas de violência doméstica e familiar, atrações culturais e sócio-pedagógicas desenvolvidas por organizações do movimento de mulheres do Estado do Rio de Janeiro. Os grupos artísticos Teatro de Anônimo, Marias da Graça e Saias na Folia farão performances temáticas no segundo piso da casa durante todo o evento.

Sobre a Lei Maria da Penha

A Lei Maria da Penha representa um marco jurídico e histórico da luta das mulheres brasileiras no enfrentamento à violência. Considerada pela ONU como uma das três melhores do mundo nessa área, a lei constitui uma importante conquista na implementação da Política Nacional de Enfrentamento à Violência contra as mulheres e no combate à violência doméstica. Prova disso, é que o número de processos baseados na lei já ultrapassa os 300 mil, beneficiando mais de 70 mil mulheres através de medidas de proteção.

Segundo dados da pesquisa Percepções sobre a Violência Doméstica contra a Mulher no Brasil (Avon/ Ipsos), a legislação é conhecida por 94% da população, embora apenas 13% a conheçam em profundidade. Com a distribuição das cartilhas informativas, a SPM pretende ampliar o alcance da lei, bem como sua aplicação.

Maria da Penha Fernandes

Maria da Penha Fernandes foi vítima de violência doméstica em 1983 e por conta das agressões ficou tetraplégica. Após o incidente, engajou-se na luta pela punição do marido, que só foi condenado 19 anos depois e permaneceu apenas dois anos em regime fechado. A prisão só ocorreu após Maria da Penha ter denunciado o caso na Organização de Estados Americanos (OEA). A condenação pela Comissão Interamericana de Direitos Humanos da OEA obrigou o governo do estado do Ceará, local onde o crime ocorreu e foi denunciado, a pagar indenização. A Lei Maria da Penha simboliza a luta do movimento de mulheres pelo fim da violência.

SERVIÇO

Ato show: 5 anos da Lei Maria da Penha

Data: Dia 5 de agosto, sexta-feira, a partir das 13 horas

Local: Fundição Progresso (Rua dos Arcos, 24 – Lapa / (21) 2220 507/ www.fundicaoprogresso.com.br)

Programação do Evento

13h – Abertura para o público

Acesso às atividades dos estandes e oficinas

17h – Ato político com a presença de autoridades e de Maria da Penha Fernandes, que dá nome à lei

– Lançamento da cartilha (SPM/Petrobras)

– Ligue 180 Internacional: assinatura do Acordo de Cooperação (SPM/Ministérios da Justiça e de Relações Exteriores)

– Fala de autoridades convidadas

18h 30min – Grande show de encerramento com Beth Carvalho

Fonte: Inteligêmcia

+ sobre o tema

Samba branco, seu racismo e seu compasso manco

Não quero a crioula no samba Empurra a crioula pra...

Entidades se manifestam contra o ‘BBB 12’ nesta sexta

Mesmo com a Rede Globo garantindo que o caso...

Conceição Evaristo: Uma escritora popular brasileira

A escritora concorre à cadeira 7 da Academia Brasileira...

para lembrar

Devassa: Caso deu no “New York Times”

A decisão do Conar em suspender peças da campanha...

Não há mais espaço para violência obstétrica contra mulheres negras

Falar sobre violência obstétrica no Brasil durante a semana da consciência...

‘Parem de nos matar’: a violência sexual contra meninas indígenas

O sono de Ana Beatriz, 5, foi interrompido quando...
spot_imgspot_img

Maria da Conceição Tavares: quem foi a economista e professora que morreu aos 94 anos

Uma das mais importantes economistas do Brasil, Maria da Conceição Tavares morreu aos 94 anos, neste sábado (8), em Nova Friburgo, na região serrana do Rio...

Como poluição faz meninas menstruarem precocemente

Novas pesquisas mostram que meninas nos EUA estão tendo sua primeira menstruação mais cedo. A exposição ao ar tóxico é parcialmente responsável. Há várias décadas, cientistas ao redor do...

Leci Brandão recebe justa homenagem

A deputada estadual pelo PC do B, cantora e compositora Leci Brandão recebe nesta quarta (5) o Colar de Honra ao Mérito Legislativo do...
-+=