07/AGO/12 – Lançada campanha ‘Compromisso e Atitude pela Lei Maria da Penha’

A ministra Maria do Rosário, da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), participou nesta terça-feira (7) do lançamento da campanha “Compromisso e Atitude – A Lei é mais forte”, que busca fortalecer a Lei Maria da Penha e elaborar estratégias para o enfrentamento à violência contra a mulher. A ação ocorreu durante o Encontro Nacional de Delegacias Especializadas de Atendimento às Mulheres, organizado pela Secretaria de Políticas para Mulheres da Presidência da República.

Maria do Rosário informou que a maioria das denúncias recebidas pelo Disque Direitos Humanos (Disque 100) este ano dão conta de violações dos direitos de mulheres e meninas. “Quero dizer a vocês que o governo da presidenta Dilma Rousseff tem o firme propósito de acabar com a violência contra as mulheres até 2014, da mesma maneira que trabalha para erradicar a miséria”, afirmou para as cerca de 400 pessoas que participam do encontro.

Durante o Encontro Nacional, que marca o sexto aniversário da Lei Maria da Penha e segue até quarta-feira (8), serão discutidas questões voltadas ao atendimento às mulheres, o papel das Delegacias Especializadas frente a novos cenários de enfrentamento à violência contra a mulher, além do impacto do uso das drogas e a exploração sexual das mulheres.

Também estiveram presentes na abertura do evento a farmacêutica Maria da Penha Maia Fernandes, a ministra Eleonora Menicucci, Secretaria de Políticas para Mulheres da Presidência da República; a ministra Luiza Bairros, da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial; a ministra da Cultura, Ana de Hollanda; e o ministro Gilberto Carvalho, da Secretaria geral da Presidência da República.

 

 

Fonte: Direitos Humanos.gov

+ sobre o tema

para lembrar

Feminismo, negritude e antepassados, Pop Sugar chamou Karol Conka de “resposta brasileira à Beyoncé”

Mídia internacional compara Karol Conka com Beyoncé Após a abertura...

Feminicídio choca a Argentina, e mulheres prometem parar o país

Milhares de mulheres devem se reunir em passeatas e...

Como uma mulher negra, estou cansada de ter de provar minha feminilidade

"E não sou uma mulher?" – algumas evidências históricas...
spot_imgspot_img

O mapa da LGBTfobia em São Paulo

970%: este foi o aumento da violência contra pessoas LGBTQIA+ na cidade de São Paulo entre 2015 e 2023, segundo os registros dos serviços de saúde. Trata-se de...

Grupos LGBT do Peru criticam decreto que classifica transexualidade como doença

A comunidade LGBTQIA+ no Peru criticou um decreto do Ministério da Saúde do país sul-americano que qualifica a transexualidade e outras categorias de identidade de gênero...

TSE realiza primeira sessão na história com duas ministras negras

O TSE realizou nesta quinta (9) a primeira sessão de sua história com participação de duas ministras negras e a quarta com mais ministras...
-+=