23 declarações inspiradoras de mulheres negras para derrubar qualquer preconceito

Enviado por / Fontepor Andressa Sales no VIX

Ter a pele negra e o cabelo crespo são características que, historicamente, fazem com que mulheres ouçam verdadeiros absurdos preconceituosos. Lutando contra isso, muitas celebridades já proferiram frases inspiradoras, que deveriam ser lidas e ouvidas por todas as pessoas para, assim, derrubar o racismo que está imerso na cultura popular. A seguir, veja algumas das declarações mais impactantes dadas por mulheres negras que vão ajudar a refletir sobre o problema.

Frases sobre racismo inspiradoras

“Muita gente diz que por ser negra tenho que provar 10 vezes o meu talento. Sem problemas, eu posso provar mil vezes” – Roberta Rodrigues, atriz e cantora, em entrevista ao site GShow.

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

“Sempre que você encontrar qualquer forma de discriminação, denuncie. Não se cale, mostre que você não tem vergonha de ser o que é e continue incomodando os covardes. Só assim vamos construir um Brasil mais civilizado” Taís Araújo, atriz, em publicação no Instagram.

“Não esmoreço, não perco o ânimo, porque acho que isso é o mais importante. Cresci em uma família muito consciente, de pais militantes, que sempre me orientaram. Eu sei dos meus direitos” – Maria Julia Coutinho, jornalista, no Jornal Nacional.

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

“Em casa minha beleza era incentivada. Cresci sabendo que meu cabelo e nariz eram lindos. Em mim o racismo não bateu” – Sheron Menezes, atriz, em entrevista à Revista Quem.

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

“Tudo é mais difícil para um negro. Você tem que provar 100 vezes que você é o melhor. É cansativo, duro, doloroso. Se você não tiver uma força extraordinária, não consegue passar por isso. Mas eu vim ao mundo para lutar. Sou uma guerreira!” – Glória Maria, jornalista, em entrevista ao Ego.

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

blockquote>Lá atrás, via que, para mostrar meu talento, se não aceitasse fazer uma empregada e escrava, talvez fosse difícil interpretar outro personagem. Fiz empregada e escrava até alguém enxergar que eu poderia fazer outro papel – Cris Vianna, atriz, em entrevista ao jornal Extra.

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

“Quando eu e meus dois irmãos entramos na escola ouvimos muitas piadas de mau gosto, principalmente por parte dos pais. Como éramos os únicos negros de lá, eu era muito estranhada. Os alunos não chegavam perto, sentavam longe…” – Preta Gil, cantora, em entrevista ao Ego.

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

“Falam muito do meu cabelo. Falo que o cabelo do negro é o único que cresce para o alto, uma coroa natural, denunciando a majestade da raça!” – Luane Dias, comentarista do programa Esquenta.

“Faziam muitas brincadeiras sobre meu cabelo, nem sei mensurar o quanto. Falavam que eu era bonita e me perguntavam por que eu não cuidava do cabelo. Já fui apontada na rua por conta disso e, na verdade, isso acontece até hoje” – Ivi Pizzott, dançarina do Domingão do Faustão, em entrevista ao GShow.

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

“O brasileiro sofre preconceito diariamente. Eu passo por isso até hoje. Qualquer coisa que eu fizer e não gostarem, vão falar ‘olha aquela neguinha metida, aquela neguinha…’. É dessa maneira que vão abordar” – Taís Araújo, atriz, no programa Altas Horas.

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

As pessoas falam que a questão do racismo melhorou, mas como artista, mulher negra, nascida na comunidade, afirmo que não melhorou. É muito fácil para quem não passa pelo preconceito, falar. É aquela história de ‘quem bate esquece, mas quem apanha leva para vida’– Roberta Rodrigues, atriz e cantora, em entrevista ao GShow.

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

“Se a crítica é racista e cerceia meu direito de liberdade, não deixo passar. Mas não me abalo. Gosto do meu cabelo crespo” – Maria Julia Coutinho, jornalista, em entrevista ao jornal O Dia.

“Muito preconceito, racismo e ignorância mascarados e justificados como “opinião”. É tanto ódio, julgamento, tanta sentença precipitada. Estou realmente assustada, o ser humano é nojento e cruel” – Preta Gil, cantora, em publicação no Instagram.

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

+ sobre o tema

Passeio pela mostra “Um defeito de cor”, inspirada no livro de Ana Maria Gonçalves

"Eu era muito diferente do que imaginava, e durante...

Taís faz um debate sobre feminismo negro em Mister Brau

Fiquei muito feliz em poder trazer o feminismo negro...

Conheça a história de Shirley Chisholm, primeira mulher a ingressar na política americana

Tentativas de assassinato e preconceito marcaram a carreira da...

Roda de Conversa: Mulher, raça e afetividades

O grupo de pesquisa Corpus Dissidente promove a roda...

para lembrar

Caneladas do Vitão: Uma vez Anielle, sempre Marielle 2

Brasil, meu nego, deixa eu te contar, a história...

Cida Bento – A mulher negra no mercado de trabalho

Sinceramente eu nunca dei para empregada domestica acho que eu...

Primeira vereadora negra eleita em Joinville é vítima de injúria racial e ameaças

A vereadora Ana Lúcia Martins (PT) é a primeira...

Representantes da AMNB fazem reunião com ministra Luiza Bairros

Por volta do meio dia desta quinta-feira (14), as...
spot_imgspot_img

Comida mofada e banana de presente: diretora de escola denuncia caso de racismo após colegas pedirem saída dela sem justificativa em MG

Gladys Roberta Silva Evangelista alega ter sido vítima de racismo na escola municipal onde atua como diretora, em Uberaba. Segundo a servidora, ela está...

Uma mulher negra pode desistir?

Quando recebi o convite para escrever esta coluna em alusão ao Dia Internacional da Mulher, me veio à mente a série de reportagens "Eu Desisto",...

Da’Vine Joy Randolph vence o Oscar de Melhor atriz coadjuvante

Uma das favoritas da noite do 96º Oscar, Da'Vine Joy Randolph se sagrou a Melhor atriz coadjuvante da principal premiação norte-americana do cinema. Destaque...
-+=