Afirmando identidades para a saúde integral

II Seminário Nacional de Lésbicas Negras e Bissexuais, SENALE Negras, aborda temas estruturantes numa trama de intersecções necessárias entre combate ao racismo, sexualidade, relações de gênero e um cotidiano de cuidados consigo e com as outras

Por Cidinha da Silva Do Portal Fórum

Acontece de 28 a 30 de agosto de 2015, em Curitiba, o II Seminário Nacional de Lésbicas Negras e Bissexuais, SENALE Negras. O tema geral é instigante: “Afirmando identidades para a saúde integral” e mobiliza cerca de 150 mulheres inscritas, oriundas de todo o país.

Durante três dias, palestras, rodas de conversa e oficinas abordarão temas estruturantes para a vida das lésbicas e bissexuais negras, numa trama de intersecções necessárias entre combate ao racismo, sexualidade, relações de gênero e um cotidiano de cuidados consigo e com as outras, e de construção da saúde integral.

Os debates começam com dois painéis, o primeiro sobre a trajetória das mulheres negras e lésbicas na história do Brasil e outro sobre perspectivas de autonomia: influência do trabalho na vida das lésbicas negras. Trata-se de duas questões candentes sobre protagonismo e sobre saúde psíquica e subsistência material das lésbicas e bissexuais negras.

Temas como as vulnerabilidades experimentadas pelas jovens lésbicas e bissexuais negras e os avanços e desafios das políticas públicas para o setor, racismo, equidade e saúde, afetos e desafetos na lesbianidade também serão abordados.

Haverá um foco específico na área da saúde com debates sobre os impactos do racismo institucional na saúde, uso de álcool e outras drogas, saúde sexual e reprodutiva de lésbicas e bissexuais, com atenção às situações de violência sexual. Temáticas fundamentais, uma vez que, dentro das casas tem crescido a denúncia de casos de violência entre mulheres e, fora delas, avançam exponencialmente os casos de “estupros corretivos”.

O encontro contará ainda com relatos de experiências da implementação da Política LGBT nas cidades e estados; discussões sobre a situação da juventude de terreiro e o extermínio da juventude negra.

Acontecerão também oficinas literárias, exibição de filmes e documentários sobre a temática do seminário, debate sobre a participação organizada das lésbicas e bissexuais negras  na Marcha Mulheres Negras 2015 Contra o Racismo e pelo Bem Viver, prevista para o dia 18 de novembro, em Brasília.

Por fim, serão ainda contempladas as temáticas das lésbicas, bissexuais e trans negras privadas de liberdade e haverá um olhar amoroso e pleno de cuidados sobre o envelhecer das lésbicas e bissexuais negras.

Dá mesmo vontade de participar.

 

 

+ sobre o tema

“Isso fica entre nós” – Descobrindo a minha sexualidade e enquanto era assediado

Quando sou questionado sobre o período em que “saí...

Dia Internacional contra a LGBTfobia: mortes foram subnotificadas no último ano

Nesta segunda-feira (17), comemora-se o Dia Internacional de Luta contra...

Criadores de HQ com Superman bissexual recebem proteção policial após ameaças

Os criadores da HQ "Superman: Son of Kal-El", na qual...

para lembrar

A Consulesa Alexandra Loras convida para um Coaching de Empoderamento para Mulheres Negras

A Consulesa Alexandra Loras convida para um Coaching de...

Amazonas de Daomé: As mulheres mais temidas do mundo

Bravas guerreiras da África Ocidental repeliram com sucesso invasores...

Medo

Eles, os terroristas, estão nos vencendo! Por Sueli Carneiro O crescimento...
spot_imgspot_img

“O Retorno” | Atlânticos em transe sob a lua de Luanda, por Cidinha da Silva. Ep.6

Minha irmã, tu não conhecerias Luanda se não tivesses passado pela corrupção institucional, te faltaria um pedaço importante de percepção desta terra de mártires...

Negra Li mostra fantasia deslumbrante para desfile da Vai-Vai em SP: ‘Muita emoção’

A escola de samba Vai-Vai está de volta ao Grupo Especial para o Carnaval 2024, no Sambódromo do Anhembi, em São Paulo, neste sábado...

“Inácia” | Atlânticos em transe sob a lua de Luanda, por Cidinha da Silva. Ep.5

— Senhora, senhora! Eu corri atrás da zungueira para entregar-lhe um galho seco e sem cheiro que caíra da bacia que carregava na cabeça....
-+=