Afrolab e Babiy Querino debatem importância de vidas carcerárias em Macaé

No Mês da Consciência Negra o AfroLab Macaé (Afro Laboratório de Macaé), convida a dançarina Babiy Querino, de São Paulo, fundadora do Projeto Vidas Carcerárias Importam e Marcos Vinicius Santos de Jesus, de Macaé, ativista de Direitos Humanos e graduando de Direito/UFF, para uma reunião amplificada. O objetivo é debater a importância de conscientizar a sociedade sobre a vida de pessoas encarceradas, trazendo um olhar crítico sobre o judiciário e suas falhas. O encontro, que vai respeitar todas as normas da OMS e decretos municipais referentes a prevenção contra o COVID-19, vai acontecer nesta sexta-feira (6), às 17h, na Rua José Aguiar franco, número 109, no bairro Costa do Sol e será transmitido nas redes sociais.

A história de Babiy Querino foi marcada por um erro judicial que ficou conhecido nacionalmente. A bailarina de 22 anos foi presa pela acusação de participar de um assalto em São Paulo e foi “reconhecida” por ter o mesmo tipo de cabelo e cor de pele da pessoa que praticou o assalto, enquanto ela gravava um clipe no Guarujá, litoral paulista. Mesmo com vídeos, fotos e testemunhas, Babiy ficou presa por 1 ano e oito meses. No dia 13 de maio de 2020 ela recebeu a absolvição. A data da liberdade hoje está tatuada no peito da dançarina acompanhada da palavra “Mo wá”, que em iorubá significa “eu existo”.

Atualmente a bailarina traz em seu extenso currículo participação em clipes famosos nacionalmente, como o “A Nega é Braba”, lançado na última sexta-feira (30), por MC Rebecca e Karol Conka, além dos clipes “Paz, Amor e Grave”, de Ruxell, Gloria Groove e Rincon Sapiência. Além de fazer parte do projeto “TURMALINAS NEGRAS”, que nasceu para ressaltar as artistas negras, trazendo a esperança de uma sociedade mais justa, sendo fortaleza para mulheres negras, respeitando as suas histórias e ancestralidade, sendo espelho e referências para crianças pretas.

Babiy também se dedica a campanha “Vidas Carcerárias Importam”, junto com o coletivo UJIMA Povo Preto, para arrecadar produtos que englobam o jumbo e dinheiro para as remessas via Sedex para a população carcerária. O jumbo consiste na distribuição de produtos perecíveis ou não pelas famílias aos encarcerados, normalmente durante as visitas aos presídios. Dentre estes produtos, destacam-se os itens de higiene básica, tão importantes no combate ao COVID-19. Contudo, conforme estabelecido pelo Judiciário, o jumbo presencial foi impedido por tempo indeterminado no estado de São Paulo a partir do dia 23 de março de 2020 para evitar a possível disseminação da doença, sendo permitido, portanto, apenas o envio dos itens pelos correios.

Para Babiy Querino é extremamente importante debater o tema em todos os lugares. “É necessário lembrar as pessoas de todo um contexto histórico durante e após colonização, e o que levou a maior população deste, a população negra, a ser marginalizada e criminalizada”, pontua.

AfroLab – Fundado pelo coletivo Só Podia Ser Preto, a iniciativa é um laboratório de vivências pretas, com objetivo de proporcionar experiências afrocentradas a juventude de Macaé e região, para juntos construir, sob a perspectiva do povo negro, uma alternativa de sociedade possível, que atenda as necessidades de pessoas pretas, afim de desfazer as fronteiras e movimentar os ideais, criar uma Zona Autônoma Preta, analisando quais narrativas estão acontecendo pelo estado fluminense, por meio de troca de informações, inquietações e (des)construções.

O encontro será transmitido ao vivo no Facebook pela página AfroLab.

** ESTE ARTIGO É DE AUTORIA DE COLABORADORES OU ARTICULISTAS DO PORTAL GELEDÉS E NÃO REPRESENTA IDEIAS OU OPINIÕES DO VEÍCULO. PORTAL GELEDÉS OFERECE ESPAÇO PARA VOZES DIVERSAS DA ESFERA PÚBLICA, GARANTINDO ASSIM A PLURALIDADE DO DEBATE NA SOCIEDADE. 

+ sobre o tema

Maranhão tem 30 cidades em emergência devido a chuvas

Subiu para 30 o número de cidades que decretaram...

O Estado emerge

Mais uma vez, em quatro anos, a relevância do...

Extremo climático no Brasil joga luz sobre anomalias no planeta, diz ONU

As inundações no Rio Grande do Sul são um...

IR 2024: a um mês do prazo final, mais da metade ainda não entregou a declaração

O prazo para entrega da declaração do Imposto de Renda...

para lembrar

Lições que aprendemos em um mês de governo Temer

"Pessoas que postavam coisas nas redes sociais sobre política,...

‘O sonho da construção de um país mais justo acabou’, diz Iara Pietricovsky

Na semana passada, diversas organizações da sociedade civil estiveram...

Prefeito do norte do Piauí é preso por pedofilia

O prefeito de Domingos Mourão, José Cavaleiro, também é...

Mulher de Evander Holyfield diz ter sido agredida pelo marido

O ex-campeão mundial de boxe Evander Holyfield está sendo...

Mulheres em cargos de liderança ganham 78% do salário dos homens na mesma função

As mulheres ainda são minoria nos cargos de liderança e ganham menos que os homens ao desempenhar a mesma função, apesar destes indicadores registrarem...

‘O 25 de abril começou em África’

No cinquentenário da Revolução dos Cravos, é importante destacar as raízes africanas do movimento que culminou na queda da ditadura em Portugal. O 25 de abril...

IBGE: número de domicílios com pessoas em insegurança alimentar grave em SP cresce 37% em 5 anos e passa de 500 mil famílias

O número de domicílios com pessoas em insegurança alimentar grave no estado de São Paulo aumentou 37% em cinco anos, segundo dados do Instituto...
-+=