Americana implanta terceiro seio para “espantar os homens”

A massagista de 21 anos Jasmine Tridevil disse ter procurado 50 médicos antes de um deles aceitar fazer a cirurgia

Jasmine Tridevil, uma massagista americana de 21 anos, tem três peitos. Isso mesmo, você leu certo! Recentemente, ela disse ter passado por uma cirurgia plástica para implantar um terceiro peito e um mamilo extra também. E, para isso, ela desembolsou US$ 20 mil (aproximadamente R$ 47.200 mil). As informações são do site inglês The Huffington Post.

A jovem disse em entrevista à uma rádio local de Tampa, na Flórida, que procurou 50 cirurgiões antes que um deles aceitasse fazer o procedimento. “Foi muito difícil achar um médico porque isso é contra o código de ética. O especialista que fez minha cirurgia, exigiu uma cláusula de confidencialidade porque ficou com medo de ter problemas”, contou.

Segundo Jasmine, que tatuou uma auréola no terceiro seio, espantar os homens foi o motivo de ter feito a cirurgia. “Fiz isso porque não queria mais ser atraente para os homens. Não quero mais namorar ninguém”, contou. E, completou: “a maioria dos caras acha o peito extra estranho e nojento, mas mesmo assim ainda posso me sentir bonita quando passo maquiagem e visto roupas bonitas”.

O resultado não agradou a família da massagista. “Minha mãe saiu correndo pela porta, ela não fala mais comigo e não deixa minha irmã conversar comigo também. Meu pai não está feliz, ele está com vergonha de mim, mas aceita o que fiz”, comentou.

Jasmine pode até ser a primeira mulher de três peitos na realidade, mas ela se inspirou no filme Total Recall (O Vingador do Futuro), estrelado por Arnold Schwarzenegger, para tomar a decisão. No cinema, a atriz canadense Kaitlyn Leeb usou uma prótese bem convincente no remake do longa em 2012, protagonizado por Colin Farrell, e até arriscou repetir a dose e aparecer com o “implante extra” no evento de lançamento do filme.

Fonte: Terra

+ sobre o tema

Uma em cada quatro mulheres da América Latina e do Caribe sofre violência física

Pesquisa feita pela Comissão Econômica para a América Latina...

Estudante de moda cria coleção de lingerie para mulheres mastectomizadas

A descoberta de uma nova beleza Ao receber o diagnóstico...

Denise Alves Fungaro: vida, desafios e a Química como lugar de representatividade negra

Este texto biográfico é fruto da pesquisa em andamento...

para lembrar

A gente cuida uma da outra

Segundo o Secretário–Geral da ONU Ban Ki-Moon: "Cerca de...

Macapá lança Marcha das Mulheres Negras Contra o Racismo, Violência e Pelo Bem Viver

Na próxima quarta (28) o Instituto de Mulheres Negras...

Médico vira réu por abusar sexualmente de paciente no Rio Grande do Sul

Um médico de 31 anos que atuava no Pronto-Atendimento...

Joyce Ribeiro expõe falta de negros no jornalismo: ”Poucas parecidas comigo”

Para a jornalista e escritora Joyce Ribeiro, é um deleite...
spot_imgspot_img

Documentário sobre Lélia Gonzales reverencia legado da ativista

Uma das vozes mais importantes do movimento negro e feminista no país, Lélia Gonzales é tema do Projeto Memória Lélia Gonzalez: Caminhos e Reflexões Antirracistas e Antissexistas,...

Aborto legal: ‘80% dos estupros são contra meninas que muitas vezes nem sabem o que é gravidez’, diz obstetra

Em 2020, o ginecologista Olímpio Moraes, diretor médico da Universidade de Pernambuco, chegou ao hospital sob gritos de “assassino” porque ia interromper a gestação...

Lançamento do livro “A importância de uma lei integral de proteção às mulheres em situação de violência de gênero”

O caminho para a criação de uma lei geral que reconheça e responda a todas as formas de violência de gênero contra as mulheres...
-+=